Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Lula e Dilma não
farão campanha no Amazonas

Brasilia - A presidenciável do PT, Dilma Housseff, e o presidente Lula cancelaram a escala que fariam ao Amazonas, após participar da campanha da governadora Ana Júlia (PT). Lula queria pedir votos para o ex-governador Eduardo Braga (PMDB) e a deputada federal Vanessa Graziotin (PCdoB). “Braga e Graziotin disputam uma vaga com o senador Arthur Virgílio (PSDB) - um dos líderes mais combativos da oposição, que Lula gostaria de não ver reeleito”, diz nota do portal do jornal O Estado de S. Paulo (www.estadao.com.br).
“O presidente e Dilma abortaram a visita ao Amazonas para não acirrar os ânimos entre os dois candidatos de partidos aliados que concorrem ao governo: Omar Aziz, que tem o apoio do PMDB de Braga, e o candidato do PR, o ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento. O PR foi a primeira sigla a oficializar o apoio à candidatura de Dilma”, diz a nota.
Nos bastidores, o que se ouve é que Dilma gostaria de pedir voto para Alfredo, mas foi informada de que ele está atrás nas pesquisas e o melindre do candidato Omar Aziz poderia transferir votos ou para Marina Silva ou mesmo para o tucano José Serra. Lula, mais pragmático, preferiu abortar tudo.(CBN Manaus )
Desmatamento na Amazônia diminuiu 48%
de agosto de 2009 a julho deste ano

Brasília – O desmatamento na Amazônia diminuiu 48% entre agosto de 2009 e julho de 2010, conforme levantamento divulgado hoje (31) pelo Ministério do Meio Ambiente. Os dados são do Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
O balanço mostra que foram desmatados 2.293,61 quilômetros quadrados (km2) na Amazônia, quando, no período entre agosto de 2008 e julho de 2009, o total desmatado foi de 4.372,79 km2. A expectativa é de que o desmate diminua ainda mais até o fim do ano, de acordo com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.
“Nós estamos otimistas, porque o Deter nos sinaliza essa redução em relação ao ano passado, que já havia sido o menor ano [em desmatamento], com dado bastante específico, de quase 50% de redução, o que sugere que nós poderemos ter um número [de redução] também expressivo no fim do ano”, disse.
A ministra afirmou que o levantamento atual apresenta maior solidez do que o do ano passado, pois foi feito num período com menor incidência de nuvens, o que permite um registro melhor das imagens da Terra pelo satélite. Ela disse ainda que o ministério está tentando identificar as causas do que está ocorrendo no estado do Amazonas, onde houve um crescimento do desmatamento em relação a 2009, de 8%. Segundo Izabella Teixeira, os municípios de Lábrea e Apuí são os principais responsáveis pelo aumento da área desmatada no estado.
O Deter é um levantamento feito mensalmente pelo Inpe sobre desmatamento na Amazônia, desde maio de 2004, com dados dos satélites Terra/Aqua e CBERS. O programa foi desenvolvido como um sistema de alerta para dar suporte à fiscalização e ao controle do desmatamento. O sistema mapeia tanto áreas de corte raso, como áreas em processo de desmatamento por degradação florestal.
O resultado do Deter no período 2009/2010 é o menor desde o início da operação do sistema, quando foi registrado um total de 12.310 km2 de área desmatada no país. Nos anos seguintes, o Deter registrou queda, com os seguintes números: 10.937 km2, em 2005/2006; 4.972 km2, em 2006/2007; 8.139 km2, em 2007/2008; 4.373 km2, em 2008/2009; e 2.294 km2, em 2009/2010.Fonte: Jorge Wamburg - Agência Brasil

PF fecha o cerco contra  crime eleitoral

Manaus – O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) pediu que a Polícia Federal intensifique o combate a crimes eleitores no Estado a pouco mais de um mês do pleito, declarou o superintendente da PF no Amazonas, delegado Sérgio Fontes.
O pedido foi realizado após a denúncia do candidato à reeleição Omar Aziz, pela coligação "Avança Amazonas", de que panfletos contendo denúncias contra o governador estariam sendo distribuídos em pontos de ônibus localizados em diferentes zonas da cidade.
Os panfletos relembram a investigação da CPI da Prostituição Infantil de 2004 que supostamente envolveria o nome de Omar, excluído no momento da publicação oficial do relatório.
O inquérito que apura os responsáveis pela distribuição de panfletos apócrifos contra o governador deve ser concluído em 30 dias, de acordo com informações da PF. Até o momento, não há suspeitos do crime eleitoral, mas a polícia já trabalha na identificação das pessoas que distribuíram o material.
Para o superintendente da Polícia Federal no Amazonas (PF/AM), delegado Sérgio Fontes, os agentes que atuam no caso conseguirão identificar e prender os envolvidos no crime eleitoral até o período que antecede as eleições.
Para coibir a ‘baixaria’ na campanha, a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TREAM), desembargadora Graça Figueiredo, pediu empenho da PF para coibir a prática de crimes eleitorais que possam prejudicar o pleito 2010. Ela também determinou, de acordo com Fontes, agilidade em punir os responsáveis.
“É uma determinação clara do Tribunal Regional Eleitoral no Amazonas para que nas eleições deste ano não seja admitida nenhuma ação que atente contra os candidatos. A PF está a disposição da Justiça para coibir os crimes eleitorais”, afirma Sérgio Fontes.
Os responsáveis pela tentativa de difamação contra qualquer candidato podem ser processados por dano moral e presos. A medida depende do posicionamento da defesa dos próprios candidatados.
O delegado explicou ainda que, qualquer candidato que se sinta prejudicado com ofensas e outras ações difamatórias podem recorrer o TRE/AM para denunciar crimes eleitorais. Após intervenção do TRE/AM, o inquérito é instaurado na PF para investigar os possíveis responsáveis.
Artur entra com recurso
O senador e candidato a reeleição, Arthur Virgílio Neto (PSDB), também entrou com recurso no TRE/AM e PF. Ele pede que seja investigado uma possível campanha difamatória contra ele em algumas áreas da cidade. Segundo o Sérgio Fontes, o inquérito já foi instaurado e também deve ser deve ser concluído em 30 dias.(Portal Amazonia)




Pesquisa Ibope: TV Amazonas
OMAR MANTEM LIDERANÇA
 PARA O GOVERNO DO ESTADO



Manaus - O Candidato Omar Aziz (PMN) lidera a disputa para o governo do Amazonas nas eleições 2010, com 54% das intenções de voto. O resultado foi apontado pela pesquisa Ibope, encomendada pela Rede Amazônica e divulgada nesta terça-feira (31).
Depois de Omar Aziz, vem em segundo lugar o candidato Alfredo Nascimento (PR) com 38%. Herbert Amazonas aparece com 2%, enquanto Hissa Abrahão com 1%. Os eleitores que não sabem dizer em quem votariam somaram 3%, Brancos e Nulos aparecem com 2%.
Na disputa para o Senado, Eduardo Braga (PMDB) lidera a pesquisa com 87% das intenções. O candidato Artur Neto (PSDB) aparece em segundo com 51%. A candidata Vanessa Grazziotin (PC do B) vem em terceiro com 29%. Jefferson Praia tem 6% e outros candidatos com 1%. Indecisos somam 5% e Brancos e Nulos 2%.
Candidatos à Presidência
Na mesma pesquisa, a candidata Dilma Rousseff (PT) lidera a disputa presidencial com 76% das intenções dos votos. O candidato José Serra (PSDB) aparece com 13%. Marina Silva (PV) com 8%. Os eleitores que não souberam responder somam 11% e os outros candidatos, 2%, mesmo índice alcançado pela alternativa brancos/nulos.
A pesquisa foi realizada entre os dias 28 a 30 de setembro de 2010. Foram entrevistadas 812 pessoas, configurando uma margem de erro de 3% para mais ou para menos.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 23.718/2010 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM) sob número 26976/2010.(TV Amazonas)



INCRA repassa 1 milhão de hectares para
Unidade de Conservação em Maués-AM

Brasilia/Manaus - O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Rolf Hackbart, assinou na última sexta-feira (27), em Brasília, a concessão de Direito Real de Uso (CCDRU) de 965.489 hectares de terra dentro da floresta nacional do Pau-Rosa, município de Maués no Amazonas. A unidade foi repassada ao Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).
A Superintendente do INCRA no Amazonas, Maria do Socorro Marques Feitosa, afirma: “temos compromisso não somente em criar assentamentos sustentáveis, mas também contribuir para a política de gestão de territórios na Amazônia como um todo – o que inclui dar apoio as Unidades de Conservação federais”.
O INCRA já destinou 6,4 milhões de hectares para 20 mil famílias em assentamentos do tipo Desenvolvimento Sustentável (PDS), de Assentamento Agroextrativista (PAE) e de Assentamento Florestal (PAF) – “sem mencionar as milhares de familiais que reconhecemos em unidades de conservação estadual e federal. Esta pessoas ganham direitos antes não possíveis como crédito e acesso ao documento da terra”, lembra Feitosa.
Os demais detalhes e procedimento técnico-administrativos desta cessão estão em curso coordenados pela Divisão de Obtenção de Terras em sintonia com a Comissão de Doação da Divisão Fundiária.
Regularização fundiária
Com a edição da Portaria Interministerial MPOG/MMA nº 436, em dezembro de 2009, os procedimentos para a regularização de Unidades de Conservação situadas em áreas da União foram simplificados pela transferência da gestão dessas terras aos órgãos ambientais federais.
Embora o ICMBIO tenha a competência legal para criação das áreas ambientais, ainda havia obstáculos para o repasse oficial das áreas para o nome daquele órgão. Do ponto de vista das normas a matrícula das áreas estava em nome do INCRA; isso impedia que o ICMBIO pudesse regularizar a situação das comunidades extrativistas que vivem em muitas destas áreas. Agora, com o repasse, a outorga do título de Concessão de Direito Real de Uso coletiva e gratuita pode ser feita mais fácil e rapidamente pelo ICMBIO.
Assim, o Governo Federal garante o direito de viver destas pessoas em seus territórios tradicionais e ao uso sustentável da biodiversidade local, além de dar acesso a políticas públicas, especialmente aos créditos do Programa Nacional de Reforma Agrária.
Compensação em assentamentos
A Floresta Nacional de Pau Rosa, em Maués, foi criada na Gleba Paraconi. Um dos objetivos da Flona – como forma de contrapartida do ICMBIO foi a utilização da área para compensação de Reserva Legal dos projetos Agro-Extratitivistas do INCRA (Art. 4o do Decreto Presidencial S/N de 7 de Julho de 2001, publicado em 08 de Agosto de 2001).
De acordo com o Chefe da Divisão de Obtenção, Ronaldo Santos “com a doação definitiva da área em nome do ICMBIO fica agora, para os próximos passos, a compensação de áreas que o INCRA precisa para cumprir a legislação ambiental, no caso, destinar as áreas para reserva legal dos assentamentos. Já temos entendimentos iniciais com o ICMBIO local, assim como com o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM). Ademais, o passivo do INCRA quanto a este quesito é pequeno, já que quase todos os assentamentos sustentáveis já tem sua reserva legal já definida”, completa.
O INCRA tem Termo de Ajustamento de Conduta ambiental (TACA) junto ao IPAAM. “Com a compensação destas áreas de reserva legal, os trabalhos de regularização ambiental dos assentamentos ficam ainda mais consolidados e acelerados”, completa a Engenheira Agrônoma Thaia Souza, coordenadora do Serviço de Meio Ambiente. Nas fotos, em primeiro plano o presidente do INCRA Rolf Hackbart e em segundo, a superintendente do órgão no Amazonas, Socorro Feitosa.(Fonte:Ascom-INCRA)




Onça resgatada em Coari vira estrela
de cinema e ganha abrigo em Goiás


Manaus - A onça Catarina seria vendida por cerca de R$ 30 mil a turistas estrangeiros que procuraram traficantes de animais, em março deste ano, mas foi salva por técnicos da Secretaria de Meio Ambiente de Coari, no Amazonas, e teve seu destino transformado. Após passar quatro meses na sede do Ibama em Manaus, a onça Catarina seguiu até Santarém, no Pará, onde participou da produção do longa "Tainá 3", cujas filmagens devem terminar no fim do mês.
A produtora do filme, Virginia Limberger, informa que Catarina saiu na manhã desta quarta-feira (11) de Santarém, onde a equipe de filmagem permanece até domingo (15), quando viajam a Macapá (AP) para a etapa final de produção.
Segundo Virginia, a produção do longa financiou o deslocamento da onça-pintada de Manaus a Santarém e de lá até a cidade de Corumbá de Goiás, próxima a Brasília, onde Catarina será abrigada pela ONG Nex.
Catarina foi levada a Santarém especialmente para participar da filmagem do longa, em que ela interpretará o papel de mãe das onças. No roteiro do filme, a personagem Tainá e sua amiga Laurinha encontram o filhote de uma onça, chamado Jujuba, e partem em uma aventura para levá-lo até sua mãe, vivida por Catarina, que terá o mesmo nome no filme.
No set de filmagem, o ator Guilherme Berenguer, que interpreta o vilão da história, Vitor, aproveitou para tirar fotografias com a onça Catarina. Para isso, entrou na jaula do animal acompanhado de um biólogo. "A Catarina é uma onça que provavelmente tem histórico de convivência com seres humanos. Ela é dócil e gosta de brincar", diz a produtora do filme, Virginia Limberger.
Levada a Goiás, a onça-pintada ficará aos cuidados da ONG Nex, que também tem outras onças em sua sede. Segundo Cristina Gianni, responsável pela ONG, Catarina tem a mesma idade de outro animal que já vive no abrigo, chamado Chico. Os dois podem se transformar no "casal perfeito" para um futuro projeto de reprodução, de acordo com Cristina.( Globo Amazonia)





Motoqueiro atropela
e mata onça em Apuí

Apuí, AM - O agricultor Davi Belavia Barbosa, de 38 anos,ficou gravemente ferido depois de atropelar uma onça no Km 48 da estrada que liga Apuí a Novo Aripuanã, na noite de domingo (29).
De acordo com o agricultor, ele voltava para o sítio onde mora, dirigindo uma motocicleta a mais de 80 quilômetros por hora e não enxergou o animal que atravessava a pista. Ao ser atropelada, a onça morreu na hora.
Ferido, o agricultor foi socorrido por um vizinho e levado para o Hospital Eduardo Braga em Apuí. Davi Belavia já recebeu alta e se recupera dos ferimentos em casa. Fonte:Antônio Jocemar - TV Apuí




















segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Amazonas
IBGE divulga balanço parcial do Censo 2010 

Manaus -  Amazonas Os 2770 recenseadores do Censo 2010 no Amazonas têm trabalhado dia-a-dia para percorrer todos os domicílios do Estado. Nestes primeiros trinta dias de coleta, o trabalho concentrou-se principalmente nas zonas urbanas dos municípios e já coletou informações de 1,4 milhão de pessoas (43% do total) e 327 mil domicílios (32% do total). Tendo encontrado algumas dificuldades que já eram previstas pelo IBGE, como: dificuldades de acesso ao moradores em condomínios e intimidação aos recenseadores em áreas com a presença de traficantes. Para contornar os problemas apresentados, o IBGE está negociando com os síndicos, administradores, lideranças comunitárias e agentes comunitários de saúde.
Tendo como base a população de 2009, em Manaus a coleta já atingiu 38% das pessoas (655.000) e 31% dos domicílios (144.000). A continuar nesse ritmo, há uma boa perspectiva de fechar a coleta na capital antes do prazo final que está fixado para 31 de Outubro. Principalmente agora que a maioria dos recenseadores já estão ambientados com o trabalho e a manipulação do computador de mão.
No interior do Estado, a coleta na zona urbana flui com mais velocidade que na capital, haja visto não haver entraves como condomínios, ausência de moradores do domicilio e até mesmo recusa em prestar as informações ao Censo. Mas, por outro lado, a zona rural é o fator complicador que certamente vai estar colaborando para o retardamento da conclusão da coleta. Principalmente agora que a sanzonalidade das águas têm feito com que a maioria dos municípios estejam em período de seca; o que dificultará o acesso do recenseador aos domicílios mais isolados.
No ranking nacional de coleta a posição do Amazonas é uma das mais baixas por conta da questão logística e tecnológica. Alguns computadores apresentaram problemas no inicio da coleta, o que causou o atraso na produção. Exemplo disso foi o município de Maraã. Onde o IBGE teve que deslocar outros equipamentos para o município. Por outro lado, Codajás já alcançou 93% das pessoas e 63% dos seus domicílios. Entre os grandes municípios do Estado, a melhor colocação está para Parintins que já entrevistou 68.000 pessoas (63%) e 17.700 domicílios (42%).(Fonte:IBGE)

Prefeitura investiga crime ambiental no  igarapé dos Franceses

 Manaus -Na tarde desta segunda-feira (30), a equipe de fiscalização ambiental da Prefeitura de Manaus começou a investigar o aparecimento de uma grande mancha de óleo no igarapé dos Franceses, que corta os bairros de Flores, Alvorada e São Jorge, desaguando na bacia do igarapé do Franco, na Compensa.
 A denúncia chegou ao conhecimento da prefeitura por meio do telefone gratuito de denúncias da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), a chamada “linha verde” – 08000 92 2000.
A investigação foi aberta para identificar de onde partiu o derramamento do produto oleoso. Durante a busca pela origem do vazamento do óleo, os fiscais da Semmas chegaram até um bueiro na avenida Desembargador João Machado. “Vamos entrar em contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para descobrir quais as ruas que são servidas por esse bueiro e darmos continuidade à busca”, explicou Cosme Reis Nascimento, chefe do setor de fiscalização ambiental da Semmas.
A empresa que for responsável pelo vazamento será enquadrada no artigo 139 da legislação. “De acordo com a lei, o derramamento de produto químico em área de preservação permanente, como é este caso, é infração gravíssima. De acordo com a política ambiental da prefeitura, não vamos medir esforços para resolver esse problema”, explicou Nascimento. A multa para esse tipo de crime varia de 50 até 100 mil unidades fiscais do município (UFM) e a empresa que o cometeu pode ser interditada até que o problema seja resolvido.
Uma amostra da água foi recolhida e será enviada para laboratório a fim de que se determine qual o tipo de óleo que está sendo despejado nas águas. “Dentro de 15 dias saberemos o tipo específico de produto químico para facilitar a busca pelos responsáveis”, apontou Cosme Nascimento.
Segundo ele, o maior prejudicado por esse tipo de crime ambiental é a fauna que vive no entorno do igarapé. “Ainda temos peixes, sapos e jacarés que vivem no igarapé dos Franceses. Esse óleo pode levar todos esses animais à morte”, explicou.(Semmas)

INCRA: NOTA DE ESCLARECIMENTO


Brasilia - Em relação à operação da Polícia Federal denominada Tellus, que investiga fraudes em projetos de assentamento da reforma agrária no Mato Grosso do Sul (MS), a Presidência do Incra esclarece:
1. O Ministério Público, a Polícia Federal e os órgãos de controle são parceiros do Incra na fiscalização das políticas públicas voltadas à reforma agrária;
2. Foram exonerados, nesta segunda-feira (30/8), o superintendente regional do Incra (MS), o superintendente substituto e o chefe da Unidade Avançada de Dourados;
3. A partir do dia 31/8, o servidor Manuel Furtado Neves assumirá interinamente o cargo de superintendente regional do Incra (MS);
4. Foi determinada a instalação imediata de auditoria interna para apurar eventuais irregularidades na gestão do Incra (MS);
5. Estão suspensos, temporariamente, o pagamento dos créditos aos assentados e todos os processos de obtenção de imóveis rurais para a reforma agrária no MS;
6. Por fim, o Incra assegura a normalização no atendimento institucional da autarquia no Mato Grosso do Sul a partir desta terça-feira (31/8).

ROLF HACKBART
Presidente do INCRA





Incra exonera servidores envolvidos em
fraude de projetos de reforma agrária


Mato Grosso do Sul - O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) exonerou hoje (30) o superintendente do órgão em Mato Grosso do Sul, Waldir Cipriano Nascimento, o superintendente substituto e o chefe da Unidade Avançada de Dourados.
Eles são acusados de integrar uma quadrilha que fraudava projetos de reforma agrária em Mato Grosso do Sul. A Polícia Federal prendeu hoje (30) 20 pessoas acusadas de participar do esquema criminoso que causou danos de R$ 12 milhões.(Portal do INCRA)





SNPH DIVULGA BALANÇO
 DA "OPERAÇÃO CIRANDA"

Manaus  - Cerca de 4.500 carros de passeio e 30 ônibus fizeram a travessia do rio Negro entre Manaus-Iranduba com destino a Manaca0urui, para mais um Festival de Cirandas, na Princesa do Solimões.
 A operação especial da travessia começou na sexta-feira pela manhã e termina nesta segunda-feira(30) ao meio dia. A Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias aguardava um número maior de veículos e para isso disponibilizou Dez balsas para a operação no fim de semana. O retorno de quem foi para o festival da Ciranda de Manacapuru começou a partir das 10 h de domingo. Até às 15h30min o tempo de espera ficou em até 1h. Mas com a quantidade de carros retornando a partir da 17h, o tempo de espera chegou até 2h15min. O fim do grande fluxo ocorreu próximo das 23 horas. A partir daí o embarque passou a ser imediato. Para compensar a espera nas filas, a SNPH distribuiu 700 litros de água mineral, em garrafas de dois litros. Pelo menos 50 pessoas deram apoio na organização das atividades de embarque e desembarque de carros e pedestres.
O telefone disque travessia (3232 6868) foi essencial para a melhor distribuição de veículos na travessia. Para aumentar o nível de comunicação com os usuários do terminal hidroviário, foi distribuído o informativo Travessia News, com recomendações quanto à segurança na navegação e os cuidados com a estrada.
A Polícia Militar deu apoio com viaturas e checando a documentação dos motoristas. O Corpo de Bombeiros utilizou uma lancha, com mergulhadores e salva-vidas. A Secretaria de Saúde vai deixou uma ambulância com equipe completa para dar assistência a qualquer emergência.
Uma equipe do Núcleo de Manutenção funcionou 24 horas, com 3 mecânicos de máquinas pesadas, em escalas de 12 horas, o que garantiu a tranqüilidade na operacionalização de todas as balsas.
Uma sala vip foi montada para receber jornalistas, autoridades e grupos ligados às atividades da ciranda.
Um dos destaques nesta travessia foi a limpeza dos ambientes. A cada um hora uma equipe passava nas vias do terminal, recolhendo todo o lixo deixado no chão pelos viajantes, mesmo com as lixeiras disponibilizadas a cada 30m de distância uma da outra.(Fonte: SNPH )

Ministério do Meio Ambiente
 anuncia concurso público


Brasilia - Haverá seleção com 200 vagas ao cargo de analista ambiental, que exige nível superior em qualquer área. De acordo com o documento, o prazo para o edital ser publicado é até novembro e o provimento das vagas poderá ser até fevereiro de 2011. De acordo com a tabela de remuneração dos servidores federais de 2010, o vencimento básico da carreira é de R$ 3.238,83, sem contar as gratificações. Segundo a lei nº 10.410/2002, os analistas ambientais são responsáveis pelo monitoramento ambiental, proteção e controle da qualidade ambiental, pelo estímulo e difusão de tecnologias, informação e educação ambientais.
OUTRA CHANCE
Tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei que transforma cargos vagos da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho em mil ofertas de analista para o Ministério do Meio Ambiente (MMA). Destas chances, 800 serão de analista ambiental e 200 de analista administrativo. As oportunidades serão distribuídas para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e ao Instituto de Recursos Naturais Renováveis (Ibama).
De acordo com a proposta, as vagas deverão suprir as demandas dos órgãos por pessoal especializado e proporcionar aos servidores mecanismos de incentivo ao exercício de suas funções na Amazônia Legal (compreende os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do Estado do Maranhão). Os analistas ambientais, que atuarem na Amazônia Legal, deverão receber uma indenização de R$ 590 mensais. Tal medida ocorrerá para incentivar a criação de um corpo permanente numa região de difícil acesso.

Embarcação afunda após acidente em
S. Isabel do Rio Negro no Amazonas


Santa Izabel do Rio Negro, AM -  A embarcação “Princesa Laura” afundou neste domingo (29) em Santa Isabel do Rio Negro, interior do Amazonas, após bater em uma pedra no rio. O barco partiu de Manaus na última sexta-feira (27) e fez escala no município de Barcelos.
À 50 metros do final da viagem, o acidente aconteceu e a embarcação começou a naufragar. Os passageiros usaram celulares para pedir socorro. Eles foram salvos por moradores que usaram pequenas “voadeiras” no resgate.
Ainda não há registro de vítimas. Uma equipe da Marinha deve se deslocar do município de São Gabriel da Cachoeira a Santa Isabel do Rio Negro para apurar as causas do acidente.(Bom Dia Amazônia)





domingo, 29 de agosto de 2010

Turismo
PAULISTAS E AMERICANOS SÃO
OS  QUE MAIS VISITAM MANAUS

Manaus - Uma pesquisa divulgada, pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (AmazonasTur) revela que paulistas e norte-americanos representam maioria entre os turistas que visitaram o Estado no último mês de julho. Os dados foram apresentados, durante a 40ª reunião do Fórum Estadual de Turismo, pela presidente da AmazonasTur, Oreni Braga, que anunciou novas ações voltadas à preparação de Manaus para a Copa do Mundo de 2014.
Segundo Oreni, a pesquisa foi realizada durante três semanas com abordagem de cerca de 600 turistas no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, e teve como meta verificar a satisfação dos turistas com relação aos serviços oferecidos no Amazonas, bem como identificar os pontos que precisam ser trabalhados.
Conforme os dados coletados pela pesquisa que mais se destacam, os brasileiros que mais viajam a Manaus vêm de São Paulo, com 33,10% do total, e entre os estrangeiros, os vindos dos Estados Unidos estão no topo da lista, com 34,19% do total. Além disso, o material aponta que 65% dos visitantes da região são homens, sendo 64% entre os brasileiros e 66%, estrangeiros.
Com relação à média de gastos diários, os brasileiros aparecem com R$ 167,31, enquanto os residentes no exterior gastam cerca de R$ 254,88 por dia. Lazer é a principal razão de visita dos estrangeiros, com 70,26%. Já a maioria dos brasileiros, com percentual de 44,31%, vem ao Estado por motivos de trabalho.
Também foi apurado que 94,70% dos turistas de ambas as categorias tem intenção de retornar ao Amazonas em outras oportunidades.
“Estas informações sobre o nosso fluxo turístico são de extrema importância para que possamos saber como os turistas que vêm ao Amazonas estão satisfeitos e se pretendem retornar”, afirmou a presidente da AmazonasTur, ao destacar que a iniciativa também serve como ponto de partida para definição de projetos futuros destinados a receber o mundial de 2014.
Oreni Braga também fez o anúncio do 1º Seminário Estadual de Turismo “Manaus 2014: Como preparar” que reunirá representantes e líderes da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Ministérios do Turismo (MinTur) e dos Esportes (ME), Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), entre outros, para discussão de melhores alternativas voltadas à preparação de Manaus, enquanto uma das 12 sedes oficiais do campeonato. O evento está previsto para ser realizado no dia 24 de setembro, no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).
A presidente da AmazonasTur lembrou, ainda, que o órgão tem desenvolvido, desde o primeiro semestre do ano, o projeto “Artesanato Sustentável do Amazonas”, direcionado à qualificação de pelo menos 200 artesãos de todo o Estado. A iniciativa visa, por meio de oficinas de planejamento turístico, organizar a produção e valorizar a comercialização dos produtos, com vistas à grande demanda de turistas esperada para o período de realização da Copa de 2014.
Copa na mesa
Durante a ocasião, foi apresentado o projeto “Copa na Mesa”, idealizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) em parceria com o MinTur, que pretende qualificar mais de 15 mil profissionais de restaurantes, bares e lanchonetes localizados nas 12 cidades que serão sede da Copa de 2014. Em Manaus, estima-se que cerca de 1.500 pessoas sejam contempladas com o projeto, cuja primeira fase deverá ser iniciada ainda este ano.
De acordo com o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, os funcionários serão capacitados para atingir os padrões internacionais de qualidade de serviços turísticos, através do fornecimento de informações importantes aos visitantes, como indicação de hospitais, lugares para lazer, entre outros.
“O principal objetivo deste esquema tático é promover o turismo brasileiro em nível mundial, com a criação de verdadeiros pontos de apoio aos visitantes. Desta forma, também poderemos estimular a geração de mais negócios turísticos e recursos pelos turistas”, destacou Solmucci.Na foto, a Ponta Negra à noite. (AmazonasTur)
Autistas  ganharão CAPS especializado

Manaus - O prefeito Amazonino Mendes sancionou, na última quinta-feira (27), a Lei nº 1495 que assegura aos portadores de autismo todos os direitos previstos na Lei Orgânica do Município. A medida garante as condições especiais de atendimento oferecidas na rede pública, tendo como principal objetivo a criação de um Centro de Atenção Psicossocial a Criança com Autismo (CAPS), com atendimento integrado de saúde, educação e assistência social.
No início de junho deste ano, Amazonino recebeu um grupo de mães de autistas que defendia a aprovação da lei.
Segundo o presidente da Associação de Amigos dos Autistas Amazonas (AMA) e vice-presidente da Associação Brasileira de Autismo, Edmando Luiz Saunier Albuquerque, a lei representa um avanço significativo para o dia a dia dos portadores e de suas famílias. Ele conta que esta é uma luta de longos anos e que é uma conquista que apenas as cidades de São Paulo e Salvador alcançaram.
“A iniciativa do prefeito Amazonino em fazer um CAPS específico para o autista é maravilhosa, pois vem suprir essa grande necessidade de trabalhar com o portador do transtorno como um todo, desde a parte médica até a social”, comemora Albuquerque. Ele destaca ainda que a capacitação especializada será outro ponto relevante para o desenvolvimento da comunidade. “O treinamento de profissionais por intermédio da Prefeitura trará melhor atendimento não só para o portador, mas também para a família”, aponta.
Com a lei, pessoas portadoras de autismo em Manaus terão acesso a serviços de transporte, esporte e lazer, educação especializada, atendimentos em psicologia, fonoaudiologia, psiquiatria, fisioterapia, neurologia, odontologia, musicoterapia, biomédico, entre outros serviços, além de atendimento no serviço social, na Rede Básica de Saúde e na Rede Pública de Ensino.
A Lei nº 1495 garante, ainda, a realização de testes e avaliações gratuitos para o diagnóstico precoce de autismo para a faixa entre 14 e 36 meses de idade.
Aprovação na CMM
A proposta da lei foi apresentada pelo vereador Homero de Miranda Leão (PHS/AM) na Câmara Municipal de Manaus. Em Maio houve uma audiência pública com a participação da comunidade que0 indicou adaptações ao projeto. “Recebemos o pedido em nome dos autistas por meio da doutora Vera Barbato e unimos forças com o vereador Massami Miki que tinha um projeto parecido na Casa. A audiência pública foi uma experiência ótima para demonstrar a importância desta lei. Então tivemos a oportunidade de falar com o prefeito sobre os benefícios em companhia dos maiores interessados e ele se colocou a disposição para atendê-los”, relatou o vereador Homero.
A lei possibilita que as instituições que cuidam de autista também tenham acesso a outros benefícios. “Ainda não havia regulamentação para o grupo e, com esta lei, poderemos usufruir também dos benefícios gozados por outras instituições que trabalham com deficiências, contando com atributos dos órgãos federais, estaduais e municipais para atender as necessidades das famílias”, afirmou o vereador, citando o caso do Centro de Vivência Magnólia, mantido pela AMA, no Puraquequara, ramal Bela Vista, 880, que funciona há sete anos oferecendo atividade em classe, extraclasse, e lúdicas, informática, artes, culinária, academia e fisioterapia.
BOX
O que é autismo?
Autismo é uma desordem na qual uma criança jovem não pode desenvolver relações sociais normais, se comporta de modo compulsivo e ritualista, e geralmente não desenvolve inteligência normal.
O autismo é uma patologia diferente do retardo mental ou da lesão cerebral, embora algumas crianças com autismo também tenham essas doenças. (Fonte ABC da Saúde)

INPE GARANTE QUE NORTE DO AMAZONAS
É ÁREA SEGURA CONTRA QUEIMADAS

Manaus - O monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou dado positivo para o Amazonas. A região norte do Estado foi considerada livre do risco de queimadas. Os estados de Amapá e Roraima também apresentaram o mesmo desempenho.
Segundo o pesquisador e responsável pelo monitoramento de queimadas via satélite, Alberto Setzer, o norte do Estado é considerado "área segura" devido a chuvas eventuais registradas nos últimos dias. Outra característica que também estaria contribuindo seria o tempo úmido, que dificultaria o risco de queimadas.
O norte do Estado está incluído nos 30% do território nacional que não correm o risco de queimadas. Os outros 70% do Brasil são apontados pelo Inpe como áreas propícias para incêndios. O risco se elevaria com a combinação de seca, baixa umidade e calor. As características, que são encontradas na outra faixa do Estado, resultam em vegetação seca, capaz de fazer o fogo se alastrar facilmente e sair do controle.
Representação do risco de queimadas com base em imagem de satélite capturada nesta sexta-feira (27) (Foto: Reprodução/Inpe)
O pesquisador Alberto Setzer garante que o período de estiagem é normal entre julho e setembro, mas afirma que em 2010, a estiagem está mais prolongada. Ele alertou ainda que o fogo muitas vezes não começa sozinho, mas é provocado por pessoas que querem queimar lixo.
Sem incêndios
Além do norte do Amazonas, estão livres do risco de queimadas também o Rio Grande do Sul, Amapá, Roraima e parte da costa de alguns (G-1)

Pesquisa Action
OMAR MANTEM DIANTEIRA SOBRE ALFREDO

Manaus - O governador Omar Aziz (PMN), candidato à reeleição pela coligação "Avança Amazonas" tem uma vantagem de 12 pontos sobre o Senador Alfredo Nascimento (PR), da Coligação "Amazonas Melhor para Todos" e se as eleições fossem hoje seria eleito já no primeiro turno. As informações sobre a pesquisa foram publicadas no Jornal A Crítica.
De acordo com sondagem feita pela Action Pesquisa de Mercado, encomendada por A Crítica, Omar tem 49% das intenções de votos contra 37% de Alfredo Nascimento, na pesquisa estimulada, na qual um disco com o nome dos candidatos é apresentado ao entrevistado.
Hissa Abrahão (PPS) e Luís Navarro (PCB) tem 1% cada um. Já Luís Carlos Sena (PSOL) e Herbert Amazonas (PSTU) não alcançaram 1%. Brancos e nulos somam 5% e indecisos 7%.
Senado
Na pesquisa estimulada para o Senado, o ex-governador Eduardo Braga (PMDB) lidera a corrida com 80% das intenções de voto, seguido por Arthur Neto e Vanessa Grazziotin que seguem empatados com 36%. Já Jefferson Praia segue com 7%, Marilene Corrêa 3%. Todos os outros candidatos têm 1% das intenções de voto.
Presidente
A candidata do PT, Dilma Roussef lidera com folga a corrida presidencial entre os eleitores do Amazonas, segundo a pesquisa. Dilma tem 76% das intenções de voto, seguida por José Serra (PSDB), com 9%. Marina Silva tem 8% e outros candidatos somam 1%.
Margem de erro
95% é o índice de confiabilidade da pesquisa Action que leva em conta um eleitorado de 2.030.549 milhões de pessoas conforme dados do TRE/AM. 2,28% é a margem de erro adotada pela pesquisa seja para mais ou para menos.
A pesquisa Action foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto, ouviu 1.845 pessoas, sendo 1062 em Manaus e 783 em 16 municípios do interior do Estado. Foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 023395 2/2 e no Tribunal Superior Eleitoral sob número 26394-2010.(Portal Amazonia)



TRADICIONAL ENCERRA O FESTIVAL
 DE CIRANDAS DE MANACAPURU 

Manacapuru, AM - -Começou sexta feira e encerra hoje a da cidade de Manacapuru, na Região Metropolitana der Manaus e as margens do rio Solimões, com a realização do O XIV Festival de Cirandas de Manacapuru, serão três dias de festa no parque do Ingá, maior centro cultural do município. Os organizadores do evento calculam que a cidade recebeu em torno de 20 mil visitantes para a festa.
O Festival foi aberto na noite de sexta-feira com a apresentação da Ciranda Flor Matizada que coloriu o Parque do Ingá nas cores lilás e branco. A representante do centro da cidade levou para o tablado 180 brincantes e 80 pares de cirandeiros que apresentaram um grande bailado com o objetivo de manter o título de cordão nota 10 conquistado no ano passado.O tema apresentado foi à própria história do grupo: Flor Matizada na Festival.
Ontem, a apresentação foi da Ciranda Guerreiros Mura, que foi fundada em 1993 a Mura é a caçula do festival de cirandas, mas é a detentora do maior número de títulos de melhor ciranda de Manacapuru, este ano o azul vermelho e branco vem na busca do VIII título em 14 edições do festival. A representante do bairro da Liberdade levou para a arena do Parque do Ingá um grande conjunto alegórico de onde fluíram todos os atos que representarão o tema: Manaus Deusa Mãe, Rainha do Amazonas.
O cordão de cirandeiros que sempre é destaque nas apresentações da azul, vermelho e branco foi formado por 74 pares e a apresentação da ciranda foi soberba.
A Tradicional atual campeão do Festival de cirandas de Manacapuru se apresenta hoje à noite no encerramento do Festival, com o tema: Manacapuru uma saga cabocla, Cirandeira Tradicional. 60 pares de brincantes formam o cordão de cirandeiros. Nas cores vermelhas dourado e brancas a representante do bairro da terra preta trabalha para conquistar o seu segundo título em 14 edições do festival.
Em sua apresentação a ciranda irá destacar famílias tradicionais do município e o ribeirinho, caboclo que planta e produz a economia da terra da ciranda. A ponte sobre o rio Negro, o progresso e as mazelas que chegarão com esse empreendimento farão parte da apresentação tradicional.(Fonte: Adauto Silva)



,



sábado, 28 de agosto de 2010

Pesquisa Ibope
DILMA AUMENTA VANTAGEM SOBRE SERRA

Rio - A candidata Dilma Rousseff (PT) aparece na frente na corrida pela Presidência da República, segundo pesquisa Ibope de intenção de voto divulgada neste sábado (28). A petista tem 51% das intenções de voto contra 27% do adversário José Serra (PSDB).
De acordo com o Ibope, em terceiro lugar está Marina Silva (PV), com 7%. No levantamento anterior do Ibope, realizado dos dias 12 a 15 de agosto, Dilma tinha 43%, Serra, 32%, e Marina, 8%.
A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos para mais ou menos. Isso indica que Dilma pode ter entre 49% e 53% e Serra, entre 25% e 29%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo".
Dos demais candidatos, Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB), Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU), nenhum alcançou 1% das intenções de voto.
Segundo turno
Em um eventual segundo turno entre Dilma e Serra, o Ibope apurou que a petista teria 55% e Serra, 32%. Na pesquisa anterior, as taxas de Dilma e Serra eram de 48% e 37%, respectivamente.
Avaliação do governo
O levantamento também mostrou como os eleitores avaliam o governo Lula. Para 78%, o governo é ótimo ou bom; para 17%, regular; para 4%, ruim ou péssimo.(G-1)

DECISÃO DA JUSTIÇA PODERÁ
 COMPROMETER A COPA EM NAMAUS

Brasilia - Como uma das exigências da FIFA para que Manaus sedie jogos da Copa do Mundo de 2014 é a retirada dos camelôs do centro da cidade, a decisão da Justiça em embargar a construção no "Shopping Popular" próximoaoPorto, poderá comprometer a Copa do Mundo na capital amazonense.
O desembargador Daniel Paes Ribeiro, da Sexta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, negou o recurso da Estação Hidroviária do Amazonas que pedia a suspensão da liminar que mandou paralisar as obras do ‘camelódromo’, na área do Porto Organizado de Manaus.
O pedido foi protolocado dia 4 deste mês, antes da decisão da última terça-feira, que mandou demolir a obra por não contar com as autorizações das autoridades portuárias, exigidas em lei, no processo movido pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), do qual o Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) e a União passaram a fazer parte.
A decisão do desembargador foi tomada no dia 19 deste mês e publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (27). Ele rejeitou as alegações da Estação Hidroviária de que a fiscalização da Antaq deveria se ater somente às atividades da Sociedade de Navegação Portos e Hidrovias (SNPH), segundo prevê a Lei 10.233/200, que dispõe sobre a reestruturação dos transportes aquaviário e terrestre, criou o Conselho Nacional de Integração de Políticas de Transporte, a Agência Nacional de Transportes Terrestres, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários e o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes, entre outros pontos.
Como a autoridade portuária foi delegada pela União ao Estado, em 1997, e a Lei só foi aprovada em 2001, quando o contrato com as arrendatárias já estava firmado, o desembargador diz que o argumento da empresa não prospera porque a mesma legislação dá à Antaq a competência para “autorizar projetos e investimentos no âmbito das outorgas estabelecidas, encaminhando ao Ministro de Estado dos Transportes ou ao Secretário Especial de Portos, conforme o caso, propostas de declaração de utilidade pública”.
A outra alegação da empresa de que uma Resolução de 2001 delegava à Autoridade Portuária, no caso a SNPH, a prerrogativa de convidar as arrendatárias para se adequar à nova lei, sob pena de não renovar o prazo de concessão, também não foi aceito pelo desembargador, pois não torna a empresa imune às ações das esferas federais.
Por conta da briga para a retomada do Porto, que começou em 2003, a SNPH nunca chamou as arrendatárias para repactuar o contrato com base na Resolução 55/2001, pois significaria alterar o prazo de concessão por 30 anos.
Com isso, as arrendatárias atuam com base no contrato antigo com o Estado, mas sob os critérios da nova lei. “A questão da submissão de toda a atividade portuária à fiscalização da Antaq, ao contrário, não ficou afastada pelo dispositivo invocado pela agravante”, disse o desembargador.
Além da questão legal, o magistrado também ressaltou que não há informações no processo de que a construção do ‘camelódromo’ foi comunicada à SNPH ou à Antaq, conforme prevê a lei. Sobre a aprovação do projeto pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, diz o desembargador, “o documento que consta da fl. 324 permite inferir que o projeto de construção do camelódromo foi devidamente aprovado pela mencionada autarquia”, mas não foi aprovado pelo Conselho de Autoridade Portuária.

















População de Barreirinha 
quer mais  políticas públicas

Barreirinha, AM - A população barreirinhense cobra mais empenho da administração em revitalizar o município, que segundo os moradores está carente em vários setores.
Os barreirinhenses questionam o abandono no setor primário, na educação, na saúde e principalmente no urbanismo da cidade.
De acordo com os vereadores de oposição, são os únicos que podem levantar a voz em prol à população da Princesinha do Ramos, o município vive de promessas e distribuição de gorjetas para que as pessoas não critiquem a administração de Mecias Batista.
Outro ponto criticado pelos moradores foi a realização de festas promocionais como forma de fazer a população esquecer que o município passa por uma decadência jamais vista em sua história.
O comércio, segundo alguns lojistas não consegue alavancar porque o povo está vivendo do bolsa família por falta de políticas públicas que gere emprego e rendas.
Alguns comerciantes fecharam as portas por não conseguirem vender seus produtos e pelos incentivos da administração pública a grandes comerciantes.
O trabalho de revitalização do sistema viário da cidade foi abandonado, segundo o vereador Sebastião Orimar.
As máquinas que estavam fazendo o trabalho deixaram a cidade, segundo a administração para que outra empresa conclua o serviço, coisa que a população não acredita.
Os próprios barreirinhenses já insinuam o ingresso de uma ação civil pública contra a atual administração como forma de fazê-la cumprir com as promessas, que segundo o povo ficou apenas no papel.
O benefício a indígenas também é questionado pelos barreirinhenses, que avaliam a administração como paternalista que para não ser criticada fica agradando uns e outros esquecendo os anseios do povo.
Um grupo de profissionais da imprensa estuda a possibilidade do mês de outubro circular um informativo expondo o verdadeiro abandono e precariedade em que Barreirinha se encontra.
fonte: afolhadopovo.com.br
ANTAQ quer terminal de passageiros no lugar de camelódromo

Brasilia - A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) quer que o Porto de Manaus - público, mas arrendado à iniciativa privada - transforme-se em um estruturado terminal de passageiros, a fim de receber mais turistas na Copa do Mundo de 2014, e não em um "camelódromo". Foi a Antaq quem acionou a Justiça Federal contra a construção do Shopping Popular na área do Porto de Manaus. Na sexta-feira passada, 20 de agosto, o juiz da 3ª Vara Federal no Amazonas, Ricardo Augusto de Sales, determinou a derrubada de toda a infraestrutura erguida no local.
Segundo o diretor do órgão regulador, Tiago Lima, os camelôs seriam transportados das ruas do centro da cidade para o porto, onde estavam sendo feitas obras para recebê-los.
"Era algo totalmente alheio às atividades portuárias. Mas ainda que fossem obras pertinentes, por lei, a autoridade portuária deveria pedir autorização (à Antaq) para que a obra fosse executada", declarou Tiago Lima. Ele lembrou que a construção do camelódromo foi determinada pelo município de Manaus.
A Antaq entrou com uma ação judicial e conseguiu suspender as obras, e recomendou ao Ministério dos Transportes que rompesse o convênio de delegação de administração portuária com o Governo do Estado. Por conta desse impasse no Porto de Manaus, a Antaq também recomendou a intervenção do Governo Federal em cinco portos do Amazonas, que estão sob administração da Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH).
Intervenções em outros portos
Não é somente no Amazonas que o Governo Federal vai intervir no setor portuário. Ocorrerão medidas nos portos de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, e em Paranaguá, no Paraná. No primeiro caso, o problema foi a publicação de um edital de licitação publicado pelo Governo do Estado no Diário Oficial sem o conhecimento da agência.
O diretor explicou que o porto tem acordos com a Antaq para a revitalização do cais Mauá, para que a operação fique mais adequada ao turismo e ao recebimento de navios cruzeiros, com vistas à Copa do Mundo. "Mas dias atrás fomos surpreendidos com a publicação do edital para que se apresentassem os concorrentes. Isso tem que se dar pela agência reguladora, que deve aprovar o projeto e depois submetê-lo ao Tribunal de Contas da União (TCU)", disse Lima.
Em Paranaguá, as divergências ficaram em torno da aprovação de uma lei pela Assembleia Legislativa estadual autorizando o governo a recolher de 60% a 70% da receita do porto para aplicar em outros projetos. "Entendemos que os recursos devem ser usados para melhorias no porto", defendeu. A Antaq, no entanto, não recomendou o rompimento do convênio de delegação aos estados do Rio Grande do Sul e Paraná como ocorreu no Porto de Manaus.(Portal Amazonasnoticias)
Copa 2014
TCU DA PRAZO PARA INFRAERO ANUNCIAR
PLANO DE OBRAS DOS AEROPORTOS

Brasilia – O Tribunal de Contas da União (TCU) estabeleceu prazo para que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) apresente plano de ação de aeroportos. A medida visa as reformas dos aeroportos para a Copa do Mundo de 2014. Em Manaus, as obras estão previstas para começar em fevereiro do próximo ano.
O prazo para a apresentação dos planos com a data inicial das obras é de 15 dias. Com a determinação, o TCU quer evitar transtornos como o atraso na entrega dos aeroportos, que podem não ficar prontos até o Mundial. No caso do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, a licitação já teria sido aprovada e o projeto final estaria em fase de elaboração. A reforma está orçada em R$ 350 milhões.
Entre as mudanças está prevista a construção de uma nova pista no Eduardo Gomes e a expansão da capacidade de atendimento do terminal. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgados em maio, mostram que a cidade de Manaus está entre as oito das 12 cidades brasileiras sedes do mundial que operam com seus aeroportos no limite da capacidade máxima.



sexta-feira, 27 de agosto de 2010

AMBULANTES FAZEM MANIFESTAÇÃO
CONTRA DERRUBADA DO "SHOPPING"

Manaus – Aproximadamente trezentos  vendedores ambulantes se reuniram por volta das 11h30 da manhã de hoje (28) para impedir uma suposta operação de derrubada do shopping popular, no Centro de Manaus. As obras do Camelódromo foram paralisadas no último dia 2 de agosto por recomendação do Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM).
Segundo o órgão, a paralisação foi feita com base no laudo elaborado por arquitetos da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), que apontava que a construção do shopping impediria a visibilidade da orla do Rio Negro e do prédio da Alfândega de Manaus. Segundo a agência, a irregularidade gera prejuízos ao patrimônio histórico da cidade.
A obra está orçada em R$ 8 milhões e abrigará 1,7 mil vendedores ambulantes. O camelódromo passava por obras, mas deveria ficar no local por 36 meses. Após esse período, a estrutura seria removida e realocada na zona Leste de Manaus.
Manifestação
De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio dos Vendedores Ambulantes de Manaus, Raimundo Sena, os ambulantes receberam a informação que 100 homens do Exercito Brasileiro estavam na área para derrubar a estrutura embargada.
Os ambulantes sairam pelas imediações convocando as pessoas para impedir a derrubada. Quando chegaram ao local, conversaram com o resposável pela operação e viram que tudo não passou de um mau entendido.
Segundo Raimudo Sena, o homens do Exército estiveram no local para realizar um treinamento e verificar se área tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico do Amazonas (IPHAM) não sofreu algum dano. Após o esclareciemento, o Exército deixou a área e os ambulamntes foram dispersados. Não houve nenhum confronto entre os envolvidos.
Passeata
Apesar do princípio de tumulto, os ambulantes aproveitaram a reunião para anunciar uma passeata em protesto contra o embargo da obra anunciada pela Antaq a partir da recomendação do Ministério Público Federal do Amazonas (MPF/AM). A manifestação deve acontecer neste sábado (28).
A concentração do protesto será realizada na Avenida Eduardo Ribeiro, próximo a Praça do Congresso, no Centro. Eles percorrerão toda a extensão da via até o camelódromo, na Rua Marquês de Santa Cruz.
O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) informou que até as 13h15 não foi comunicado sobre a manifestação. Segundo o IMTT, passeatas e outros tipos mobilizações devem ser comunicadas com antecendência para que o instituto possa montar um esquema alternativo para não prejudicar o fluxo de veículos.





Rio Preto da Eva
Prefeitura anuncia primeiro
 loteamento regularizado


Rio Preto da Eva, AM - O prefeito Valdomiro Lopes e o secretário de Estado da Habitação e também presidente do CDHU –Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, Lair Alberto Soares Krähenbühl, entregam nesta sexta-feira (27/8) o título de regularidade fundiária aos moradores do Jardim Castelinho 3. Esse é o primeiro loteamento de São José do Rio Preto regularizado dentro do Programa Cidade Legal.
O evento está marcado para as 10h30, no salão da Igreja Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, na Estância Bosque da Felicidade. Além da entrega dos títulos de propriedade aos moradores do Castelinho 3, será dada a ordem de serviço para que mais quatro núcleos habitacionais na cidade sejam inscritos no Programa. Além desse, outros seis receberão o certificado de regularização, que possibilitará a averbação dos imóveis no cartório.
O "Cidade Legal" oferece apoio técnico para a regularização de parcelamentos do solo e de núcleos habitacionais, públicos ou privados,para fins residenciais. Em São José do Rio Preto está possibilitando a regularização de 11 núcleos habitacionais, beneficiando 1.719 famílias. No Jardim Castelinho estão sendo beneficiadas 109 famílias.
Durante a cerimônia, também será anunciada a abertura de licitação para a construção de mais 585 moradias no município. Elas fazem parte do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, mas dentro de uma modalidade inédita. Significa. Na foto um dos pontos turísticos da cidade de Rio Preto da Eva. (Fonte:Portal de Rio Preto)
Seca do Rio Juruá causa prejuízos a região


Juruá, AM - Segundo a Colônia de Pescadores cerca de 70% dos pescadores estão com os barcos parados pela dificuldade de navegar no rio que apresenta a maior vazante dos últimos anos.
Os pescadores temem que a região do Vale do Juruá possa ficar completamente desabastecida de pescado, já que a vazante da principal bacia hidrográfica da região é de causar espanto. Alguns profissionais da pesca acreditam que essa seja a maior vazante do Rio Juruá de todos os tempos, como é o caso do pescador Francisco da Silva Lebre, 44 anos, ao relatar que em certas extensões é possível atravessar o leito do rio caminhando.
A navegação nesta época pode ser arriscada. Segundo o presidente da Colônia de Pescadores do município, Elenildo de Souza, pelos menos três barcos já foram alagados ao colidirem contra troncos de árvores que ficam de forma invisível, mas bem próximos a superfície da água. "Na maior parte da viagem os barcos são arrastados para ultrapassar bancos de areia e árvores", comenta o pescador Avelino Serra Barbosa, 50 anos.
Segundo o Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) a baixa umidade do ar e a alta temperatura causada pelo aquecimento global em virtude dos desmates e das queimadas, está contribuindo com a vazante dos rios da região, principalmente porque as matas ciliares já foram destruídas.Fonte: Tribuna do Juruá

Falta de local para armanear pescado
preocupada autoridades de Parintins

Parintins, AM - O município atravessa o período da vazante dos rios, com isso, as feiras e mercados ficaram abastecidas com peixes de diversas espécies e a baixo preço. Para a Secretaria de Produção e Abastecimento, a safra de pescado é positiva, porém existe uma preocupação porque Parintins não possui local adequado para estocar a grande quantidade de pescado.
A Secretaria está buscando alternativas para amenizar a situação, por meio de parcerias com as esferas estadual, municipal e federal para implantação de complexo geleiro que produza gelo em grande quantidade para atender o pescador local. Debates sobre a pesca na região já aconteceram em 2007, num fórum promovido pela Secretaria de Produção do município e, recentemente no seminário da pesca promovido pelo IFAM.
A Secretaria de Produção acredita que com novas alternativas e parcerias do IFAM, por meio do curso de recursos pesqueiros, EMBRAPA, Colônia de Pescadores, Sindicatos de Pescadores e demais entidades, Parintins conseguirá futuramente adquirir o complexo geleiro.
fonte: ojornaldailha.com/

Amazonas excluído da fase
 inicial da Banda Larga


Brasilia   – Mais uma avez as autoridades de Brasília deixam o Amazonas em segundo plano. A prova disso é que nenhuma cidade amazonense está entre as cem localidades citadas pela Telebrás para receber num primeiro momento o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL).
 Da região Norte do país, apenas Tocantins deve ser contemplado com o projeto de acesso à internet rápida até o final deste ano. A maior parte das cidades escolhidas fica nas regiões Nordeste (58) e Sudeste (30) do Brasil.
A relação com as cidades foi divulgada nesta quinta-feira (26), pelo presidente da Telebrás, Rogério Santana. As localidades escolhidas estão distribuídas pelos estados de Alagoas, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Sergipe, São Paulo, Bahia, Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Maranhão, Piauí e Tocantins. Cerca de 14 milhões de pessoas devem ser beneficiadas nesta primeira fase do programa.
No Norte, apenas seis cidades de Tocantins entraram na lista, mas, segundo o presidente da Telebras, a expectativa é de que o PNBL atenda a mais 1.063 cidades em 2011. A projeção para que todo o país seja abrangido foi estabelecida até o fim de 2014. Entre os critérios para a definição das cidades estão a existência de redes de fibra ótica, a proximidade de até 50 km com os POPs (pontos de presença), municípios com menor densidade de banda larga e com menor Indice de Desenvolvimento Humano (IDH), áreas urbanas pobres e densamente povoadas, além de áreas rurais e regiões remotas.
Os preços cobrados por cliente pelo Programa Nacional de Banda Larga variarão de R$ 15 a R$ 35, por uma velocidade mínima de 512 Kbps.





quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Datafolha:
Com 49%, Dilma venceria
 no 1º turno; Serra tem 29%

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, aparece na liderança da corrida presidencial com 20 pontos de diferença para seu principal adversário, José Serra (PSDB), e venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje, segundo pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (26). A petista tem 49% das intenções de voto contra 29% de Serra.
De acordo com o levantamento, a candidata do PV ao Palácio do Planalto, Marina Silva, registra 9%. Os outros candidatos não pontuaram. A margem de erro de é dois pontos percentuais. Os votos brancos e nulos somam 4%. Enquanto 8% dos entrevistados não souberam ou não responderam.
O Datafolha também fez uma simulação de um segundo turno entre a candidata do PT e o tucano, Dilma aparece com 55% e Serra com 36%.
Levando em consideração a pesquisa Datafolha anterior, divulgada no dia 21 de agosto, a candidata petista e o tucano mantiveram-se estáveis, já que a margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. Na ocasião, Dilma Rousseff teve 47% das intenções de voto - dois a menos do que agora -, José Serra 30% - um a mais do que agora - e Marina Silva os mesmos 9%.
Encomendada pela Folha de S. Paulo e pela Rede Globo , a pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 24 de agosto, com 10.820 entrevistados em todo País,(Portal Terra)
Viaduto do São José fica pronto em agosto de 2011


Manaus  – O prefeito Amazonino mendes anunciou ontem o início das obras do comeplexo viário da Bola do São José e garantiu que a inauguração deverá ocorrer em agosto do próxcimo ano.
O Complexo Viário da rotatória do São José, na zona Leste de Manaus, deve ser entregue dentro de 12 meses. A promessa foi divulgada nesta quarta-feira (25), em coletiva de imprensa com o prefeito Amazonino Mendes. A obra está orçada em 56 milhões foi iniciada oficialmente na cerimônia de hoje. Com a construção, o trânsito no local deve sofrer alterações.
De acordo com a Prefeitura, as obras começam a ser executadas a partir desta quarta-feira. Oficialmente, o prazo para conclusão da obra foi fechado em 18 meses, mas Amazonino disse que dentro de um ano a obra já deve ser entregue. “Em agosto do ano que vem, a população pode cobrar”, assegurou o prefeito. O complexo viário que será construído está localizado em uma das áreas de maior concentração de tráfego de veículos da cidade.
Na próxima semana já devem começar a instalação dos canteiros de obras e dos tapumes na área. Por enquanto correm os trâmites de liberação da área pelas concessionárias de água, energia e telefonia. Para os trabalhos, as estruturas das redes serão desviadas, em um tempo estimado de 30 a 60 dias. Durante este período, os pré-moldados que serão usados na construção devem ser preparados em um outro canteiro de obras.
Trânsito
Os transtornos no trânsito devem começar somente daqui a três meses, por volta da metade de outubro, segundo o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Américo Gorayeb. Para minimizar os problemas nas vias de acesso ao local, uma equipe permanente de agentes de trânsito será colocada no local para orientar motoristas. “Nada vai ser feito sem aviso prévio. Quando formos fazer qualquer mudança todos serão avisados com antecedência”, assegurou o secretário.
A interdição total das ruas foi negada pelo titular do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT), Walter Cruz. Ferramentas como passarelas provisórias para auxiliar a passagem de pedestres e rotas e horários alternativos serão criados pelo IMTT para ajudar no fluxo de trânsito durante o período das obras. Uma das mudanças será a restrição de cargas e descargas de veículos pesados apenas para o período da noite. (Semcom)
MUNICÍPIO  ARRECADOU
MAIS EM JULHO
Manaus - A arreação municipal de Manaus teve aumento de mais de 20% em relação ao ano passado. Entre os fatores que contribuíram para o bom resultado estão os incentivos repassados às indústrias durante a crise econômica mundial nos anos de 2008 e 2009. Segundo a Secretaria Municipal e Finanças e Controle Interno, apesar de positivo, o número não obteve o mesmo vigor dos meses anteriores.
Ao todo, foram contabilizados no mês de julho arrecadação de R$169,89 milhões. Um dos setores que ajudou a impulsionar a economia foi a construção civil. O aumento da arrecadação se deve também aos tributos federais, como o Fundo de Participação dos Municípios e o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica, que contribuíram com 25% da arrecadação. Outros 35% do montante são referentes aos tributos estaduais IPVA, ICMS e royaltes da Petrobrás. Os impostos municipais como ISS, IPTU e ITBI representaram 11% da arrecadação.
A lei orçamentária prevista para 2010 de mais de 2 bilhões de reais, o município ainda precisa arrecadar cerca de R$ 1 bilhão para cumprir a meta estabelecida.