Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

TRE CASSA PREFEITO DE ITACOATIARA

Manaus - O prefeito de Itacoatiara Antonio Peixoto de Oliveira (PT),teve o seu mandato cassado antecipadamente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TER-AM), acusado de cometer crime de abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral.
Itacoatiara, que está situado dentro da Região Metropolitana e ligado por estrada a capital, é um dos mais importantes municípios do Amazonas.
Peixoto é acusado de compra de votos e da utilização de notas fiscais frias na sua prestação de contas.
A relatora do processo foi a juíza Joana Meireles foi favorável a cassação e votaram com o parecer quatro desembargadores, o que dá como certa a cassação.
Houve um pedido de vistas, mas a votação não mais poderá ser favorável ao prefeito Peixoto, que promete recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).(D. Amazonas)

INCRA assina contratos para estradas e georeferenciamento


Manaus - A Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), assinou ontem no final da tarde uma série de contratos com empresas para a abertura e recuperação de estradas vicinais e o georeferenciamento beneficiando 19 projetos de reforma agrária no Estado, entre tradicionais e
sustentáveis.
Antes da assinatura dos contratos, a superintendente Maria do Socorro Marques Feitosa, acompanhada dos chefes de divisões da SR-15, reuniu com os empresários envolvidos no processo e falou das diretrizes e metodologias para a realização dos trabalhos de estradas e georeferenciamento, dando ênfase aos cuidados que as empresas em campo deverão ter com o meio-ambiente, cumprindo todas as normas estabelecidas, de acordo com a lei federal 10267.
Socorro Feitosa, chamou a atenção para a necessidade do cumprimento nos prazos estabelecidos nos editais, a fim de que os trabalhos não sofram soluções de continuidade. “Se fizermos tudo dentro das normas, o trabalhos será facilitado para vocês empresários, os assentados, a grande razão de todas essas ações e o INCRA que dessa forma, cumprirá com as suas atribuições, de acordo com as determinações legais” – disse a superintendente.
Os contratos assinados com as empresas vencedoras das licitações foram no valor de R$ 8.038.242,29, sendo R$ 5.987.641,99 para abertura e recuperação de estradas, beneficiando nove projetos de assentamentos tradicionais: Panelão (Careiro), Santo Antonio e Tarumã-Mirim (Manaus), Vila Amazônia (Parintins), Iporá (Rio Preto-Itacoatiara), Caviana (Beruri), Rio Pardo (Presidente Figueiredo), Juma (Apuí) e Puxurizal, no município de Lábrea.
Esses assentamentos serão beneficiados com a abertura de 64 km e recuperação de 209.
No georeferenciamento serão investidos R$ 2.050.601,00 beneficiando 11 projetos em 08municípios, envolvendo os Projetos Agro-extrativistas, Paquequer (Nova Olinda), Tupana Igapó Açu I e Maripiti, (Borba), Cabaliana II e Piranha, (Manacapuru), Curupira, (Itacoatiara), Bela Vista II, (Manaquiri), Novo Jardim, (Autazes), Cuieiras-Anavilhanas, (Manaus) e PAs Abacaxis II, (Nova O (linda) e Caviana, (Beruri).
Assinados os contratos e distribuídas às ordens de serviço, os trabalhos serão imediatamente iniciados, ficando a fiscalização sobre a responsabilidade dos técnicos do INCRA que prometem rigor para que os editais sejam fielmente cumpridos e só então atestarão os serviços realizados para que os pagamentos possam ser efetuados.


Fonte: Ascom Incra

UEA da III idade chega ao Iranduba

Iranduba AM -A Universidade Aberta da Terceira Idade da Universidade do Estado do
Amazonas - UnATI/UEA, atua na capital do estado dede 2007, através de
diversos cursos livres como: coral, teatro, violão, pilates, dança,
francês, inglês, espanhol, introdução à informática, envelhecimento
saudável, boas práticas de manipulação de alimentos, entre outros. Um
de seus objetivos é também levar esses cursos ao público idoso do
interior do Amazonas.
Nessa linha, ampliando sua atuação pelo interior do estado, no dia 30 de
setembro a Universidade Aberta da Terceira Idade - UnATI/UEA, inaugura seu
mais novo pólo, no Município de Iranduba, sob a coordenação do Dr.
Euler Esteves Ribeiro, Diretor, e da Enfª Elorides de Brito, a
coordenadora de Extensão para o Interior, desta UnATI.
A administração municipal de Iranduba, em parceira com o Governo do
Estado construiu um Centro de Convivência do Idoso, que será inaugurado
na cidade nos próximos dias,.
Nesta oportunidade, a UnATI/UEA iniciará um Curso de Capacitação em
Gerontologia, realizado na rede municipal para servidores da área de
saúde da família, agentes comunitários, profissionais da rede de ensino
e outros, no período de 30/09 a 02/10. Os capacitadores serão: Dr. Euler
Ribeiro - Geriatra, Enfª Elorides de Brito - Gerontóloga, Enfª Fernanda
Castro - Mestra, Psi. Hellen Nobre - Gerontóloga, Bel. Jefferson de Souza,
Profa. Heloísa Cauduro - Mestra, Prof. Raimundo Araújo - Educador Físico
e Gerontólogo, Profª. Raphaella Cabral - Nutricionista e Gerontóloga.
A direção da UnATI/UEA agradece a colaboração e o apoio recebidos por
parte do Prefeito Dr. Raymundo Nonato Lopes, da Secretária de Assistência
Social, Dra. Sueli Dias da Silva, e da Coordenadora do Centro de
Convivência da Família de Iranduba, assistente social Djarlene Silva do
Nascimento.(Fonte:UEA)

INTERNAUTA REGISTRA NUVEM DE FUMAÇA EM MANAUS


Manaus - O clima em Manaus continua com muita instabilidade, fazendop com que as características da cidade mude cosntantemente, especialmente em função da forte temperatura.
Para os manauaras mais antigos e tradicionais, o " clima da cidade enloqueceu
O internauta do Portal Amazônia Rodrigo Araújo, 27, registou a nuvem de fumaça que cubriu a maior parte da cidade de Manaus desde a madrugada de hoje (30). Ele fotografou algum ponto da cidade.(P.Amazonia)

MANAUS TEM OPERAÇÃO CALÇADA LIMPA

Manaus - Um hábito muito comum em Manaus, usar as calçadas como continuição das residências, com obstáculos que atrapalham o tráfego de pedestres, pode estar com os dias contados. A primeira iniciativa para isso começou na manhã de hoje (29) quando obstáculos nas calçadas, objetos usados para sinalização irregular e veículos estacionados em locais proibidos foram retirados por agentes do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte Urbano, durante a Operação Calçada Limpa. As informações são da assessoria.
Sob a coordenação da Diretoria de Trânsito do IMTT, os agentes percorreram ruas e avenidas de Manaus com o objetivo de ordenar a circulação de veículos e garantir o acesso de pedestres nas calçadas.
A fiscalização teve início na avenida Djalma Batista, uma das mais movimentadas da zona Centro-Sul. Ao longo da via foram multados dez veículos por estacionar em local proibido. Dois carros foram removidos para o parqueamento por estarem estacionados sobre a calçada.
Nas avenidas Visconde de Porto Alegre e Duque de Caxias, Praça 14, a Operação Calçada Limpa recolheu objetos usados para sinalizar irregularmente áreas comerciais.
Também foram retirados das calçadas 81 objetos que atrapalhavam a circulação de pedestres. Nas duas vias, os agentes de trânsito retiraram 11 bases de cimento; 14 cavaletes de madeira; 12 cavaletes de ferro; 11 placas de propaganda; 31 cones e 2 pirulitos de ferro.
De acordo com o diretor de trânsito do IMTT, Audo Albuquerque, a Operação Calçada Limpa será realizada em outras ruas da cidade.
- Nosso objetivo é promover a ordem urbana. Por isso, estamos reforçando a Operação para garantir não só o direito dos pedestres em circular nas calçadas como também para conscientizar as pessoas sobre a correta sinalização nas vias. A sociedade tem que fazer sua parte”, explicou o diretor.
- Espero que isso não seja só momentâneo. Se a operação não continuar,daí a pouco está tudo de volta, assinalou a dona de casa, Suria Abrahão.

TSE arquiva recurso contra Alfredo Nascimento


Manaus - O ministro Ricardo Lewandowski, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou um recurso do Ministério Público Eleitoral (MPE) contra o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR-AM). Ele é acusado pelo MPE de ter cometido irregularidades durante as eleições de 2006, quando foi eleito senador. As informações são da assessoria de imprensa do Tribunal Superior Eleitoral.
Na ação, o Ministério Público afirma que o então candidato ao Senado Federal teria distribuído material de propaganda antes mesmo de possuir um CNPJ ou ter aberto conta bancária, procedimentos exigidos para a candidatura. Além disso, sustenta que teriam sido confeccionados diversos adesivos, banners e cartazes por empresas de comunicação, sendo que esses gastos não foram contabilizados na prestação de contas apresentada pelo candidato.
O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) extinguiu o processo sem analisar o mérito e, por isso, o MPE recorreu ao TSE.
O ministro Lewandowski negou o recurso por entender que ele foi proposto fora do prazo. Isso porque esse tipo de recurso, quando cabível, deve ser apresentado até 24 horas após a publicação da decisão contestada.
Nesse caso, a decisão do TRE amazonense foi publicada no dia 9 de janeiro de 2009 e o recurso só foi proposto pelo Ministério Público no dia 21 de janeiro de 2009“Patente, assim, a intempestividade do recurso ordinário”, destacou o ministro.(P.Amazonia)

PISTA PROVISÓRIA MUDA TRÂNSITO NA BOLA DO COROADO


Manaus- O trânsito na Bola do Coroado, no trecho entre as avenidas Ephigênio Salles e General Rodrigo Otávio será alterado mais uma vez. O fluxo de carros será desviado para uma pista provisória a partir das 17h de hoje (30).
A pista da rotatória vai ser interditada para a escavação de trincheira e a construção de um corredor tamponado no subsolo, que passará por baixo dela. A rua provisória será aberta dentro do terreno das obras da Bola do Coroado.
A alteração será feita em função das obras da passagem de desnível que ligará General Rodrigo Otávio, André Araújo, Ephigênio Salles em sentido único. A obra está sendo executada juntamente com a construção da pista aérea que ligará a Ephigênio Salles à Cosme Ferreira, também em sentido único. A conclusão da obra está prevista para novembro deste ano.
A pista provisória está sendo construída no lado esquerdo do trecho que vai ser interditado nesta quarta-feira. Ela servirá aos motoristas que estão na Ephigênio Salles e seguem para a General Rodrigo Otávio ou Alameda Cosme Ferreira e também para os que estão na rotatória e vão fazer o retorno. De acordo com a prefeitura, o acesso à André Araújo não será prejudicado.
A pista tem aproximadamente 25 metros de comprimento e nove de largura para possibilitar o fluxo de três carros ao mesmo tempo.(Semcom).

terça-feira, 29 de setembro de 2009

RAMALHEIRA É O NOVO DESEMBARGADOR DO AMAZONAS


Manaus - Cláudio César Ramalheira Roessing é o novo desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). O juiz, que ocupava a 2ª Vara Cí¬vel e vinha compondo o Pleno do TJAM, foi eleito com 11 votos, pelo critério de merecimento e agora vai ocupar a vaga do ex-presidente do TJAM, desembargador Francisco das Chagas Auzier Moreira, que aposentou-se no início deste mês pela compulsória (completou 70 anos).
A eleição ocorreu em sessão extraordinária realizada na manhã desta
terça-feira (29), no Tribunal Pleno do TJAM, no 10º andar do edifício Arnoldo Peres, no Aleixo (zona Centro-Sul). Dez magistrados concorreram à vaga. Além de Roessing também candidataram-se à vaga os juí¬zes Sabino Marques, Lafayette Vieira, Jomar Fernandes, Cleonice Trigueiro, Carla Reis, Luiz Alberto Albuquerque, Jorge Lins, Wellington Araújo e Onilza Gerth.
Os dezesseis desembargadores aptos a votar participaram da eleição. O presidente do TJAM, desembargador Domingos Jorge Chalub, abriu os trabalhos da sessão, mas foi o último a proferir seu voto. Na votação, a segunda colocada foi a juí¬za Carla Reis, com nove votos. O terceiro lugar foi dividido entre os juí¬zes Jorge Lins e Jomar Fernandes, ambos com sete votos. No entanto, no critério de desempate, Jorge Lins formou a
lista trí¬plice com Roessing e Carla Reis por ser mais antigo que Jomar Fernandes.
Na lista trí¬plice, o mais votado é automaticamente conduzido ao cargo.

COPA INDIGENA DE FUTEBOL VAI ENCERRAR ATIVIDADES DO 'VIVALDÃO"


Manaus - Antes da realização dos Jogos Indígenas, Manaus vai receber também a 1ª Copa de Futebol Indígena, com presença de equipes dos municípios do Alto Solimões, Baixo Amazonas, Alto Rio Negro, Madeira e Purus. O evento é uma das atividades que marcarão o fechamento do “velho” Vivaldão.
De acordo com Júlio César, a parceria com a Seind faz parte de uma articulação que já existe entre os diversos órgãos do Governo do Estado, no sentido de organizar ações e políticas públicas voltadas para o interesse desses povos. Júlio confirmou a realização da Copa Indígena como a última do “velho” Vivaldão. “Será a despedida do estádio”, afirmou. “A partir da criação da Seind há uma necessidade cada vez maior da articulação dos diversos setores do governo, pois é uma secretaria que, apesar de recém-criada, mostra toda a sua competência e a importância que tem dentro de um seguimento tão vivo e importante para todos nós”, declarou. O lançamento do 1° JIAM será feito pelo governador Eduardo Braga e pelo vice, Omar Aziz.(Em Tempo)

CONCLUSÃO DA PONTE SOBRE RIO NEGRO É ADIADA


Manaus - O governador do Amazonas, Eduardo Braga, disse ontem (28), em entrevista à TV Amazonas, que as obras da Ponte sobre o Rio Negro serão concluídas entre os meses de agosto e setembro de 2010 e não mais em outubro deste ano, como estavam previstas. A ponte interligará a cidade de Manaus ao município de Iranduba, a 22 quilômetros de distância da capital.
Em entrevista ao Portal Amazônia, em março deste ano, o governador afirmou que 34% do programa físico financeiro executado da obra estava pronto e que se a obra não fosse finalizada no prazo previsto [outubro] seria entregue à população no primeiro semestre de 2010.
- Estamos otimistas e imaginamos que se não inaugurarmos em outubro finalizaremos no primeiro semestre de 2010 - afirmou o governador do Amazonas, ao Portal Amazônia.

A Ponte

Com mais de 3.600 metros de extensão, a obra é um empreendimento do Governo do Estado do Amazonas executado pelo Consórcio Rio Negro, formado pelas empresas Camargo Corrêa e Construbase Engenharia. A ponte ligará Manaus ao município de Iranduba, entre a Ponta do Ouvidor, no bairro da Compensa, em Manaus, e a Ponta do Pepeta, em Iranduba. Com 3,6 metros de extensão, a ponte, inicialmente, estava prevista para ficar pronta em dezembro de 2009. O prazo contratual de entrega é março de 2010.
A ponte interligará a cidade de Manaus ao município de Iranduba, a 22 quilômetros de distância da capital.(Fonte:Agecom)

DELEGADOS DA PF FICAM PARADOS AMANHÃ


Manaus – Os delegados de Polícia Federal da Superintendência de Polícia Federal no Amazonas anunciaram, na manhã de hoje (29), por meio de nota, a paralisação total das atividades no órgão durante todo o dia de amanhã (30).
Eles reivindicam, juntamente com as demais entidades representativas de classe dos policiais federais no País, a correção no enquadramento dos policiais federais que ingressarem pelo concurso realizado em 2004 e que, de acordo com a nota divulgada, “foram lesados pela nomeação na terceira classe, ao invés da segunda classe, da carreira policial federal”.
- Mais de 40% do efetivo da PF, hoje, é de policiais (Delegados, Agentes, Escrivães, Peritos e Papiloscopistas) que se encontram na terceira classe. Quando fizeram o concurso, em 2004, só havia a segunda classe, mas, na hora de tomar posse, foram enquadrados na terceira classe, criada pelo governo federal em 2005 – destaca a nota.
Conforme o comunicado oficial, assinado pelo diretor Regional da Associação dos Delegados de Polícia Federal no Amazonas (ADPF-AM), delegado Eduardo Moreno Izel, as atribuições da terceira classe, criada pela lei 11.095/2005, até hoje não foram regulamentadas por decreto presidencial.
Há quatro meses, representantes classistas dos Delegados, Agentes, Escrivães, Peritos e Papiloscopistas assinaram, juntos, e entregaram ao ministro da Justiça, Tarso Genro, nota técnica pedindo a solução para o assunto. Atualmente, segundo a ADPF-AM, o documento se encontra no Ministério do Planejamento para análise.(Portal Amazonia).

REFORMA AGRÁRIA ALÉM DOS ÍNDICES DE PRODUTIVIDADE


Brasilia - O presidente do Incra, Rolf Hackbart, defendeu que a aplicação da Reforma Agrária vai além dos índices de produtividade. Para ele, o conceito de função social da terra é bem mais amplo do que os aspectos econômicos da propriedade e devem pautar todas as desapropriações de imóveis rurais no Brasil. Hackbart reforçou essa posição durante a instalação do I Fórum sobre Reforma Agrária, Direito e Justiça, na última quinta-feira (24), em Brasília (DF). O Fórum vai propor novos instrumentos jurídicos para fortalecer as políticas de redistribuição de terras.
"Queremos produzir conteúdo doutrinário para demonstrar que a propriedade da terra deve estar condicionada ao cumprimento da função social", adiantou o presidente. A tese sustentada pelo Incra e por vários setores da sociedade é de que um imóvel rural deve atender não somente a uma exigência econômica de produção, mas também as condições sócio ambientais, trabalhistas e de bem-estar social.
É o caso, por exemplo, da desapropriação da fazenda Nova Alegria, no município de Felisburgo (MG). Trata-se da primeira propriedade que um presidente da República destinou à reforma agrária, por meio de critérios que também levaram em conta aspectos ambientais e de bem-estar social. Esta área foi palco de um massacre, em novembro de 2004, quando cinco trabalhadores rurais sem-terra foram assassinados e outros 20 feridos.

Desapropriação Preferencial

A procuradora chefe do Incra, Gilda Diniz, voltou a defender, na abertura do Fórum, a preferência legal das ações de desapropriação no tramite judicial. "Essa é uma das muitas teses que a gente pretende defender no Fórum, discutindo isso com a sociedade construindo estudos sobre isso para aprimorar nosso trabalho nos tribunais", explicou.
O objetivo é que o Fórum seja um espaço específico de reflexão e proposição de metas para o Programa Nacional de Reforma Agrária nos próximos anos, a partir da efetiva aplicação do Direito Agrário.
De acordo com a portaria que institui o Fórum, assinada na solenidade desta quinta (24), ele será composto por dez membros, que se reunirão periodicamente, em intervalos de 45 dias. "Queremos a participação de doutrinadores, juristas, ex-dirigentes do Incra e da procuradoria, além de movimentos sociais e representantes do agronegócio", lembrou Gilda.

Poder Judiciário

O Incra participará do I Encontro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre Conflitos Fundiários, em Campo Grande (MS), a partir do próximo dia 29. Uma das exposições será comandada pelo presidente da autarquia. "Vou mostrar o que é e como funciona um assentamento da reforma agrária para os juízes e magistrados, e sensibilizá-los do que é, efetivamente, o programa de reforma agrária, para que eles decidam de forma prioritária nossos processos", detalhou Hackbart.
A Procuradoria Jurídica do Incra também encaminhará nova lista de processos de desapropriação de terras paralisados na Justiça. A lista, que é constantemente atualizada e monitorada pelos procuradores, será entregue a coordenação do Fórum do CNJ durante o seminário no Mato Grosso do Sul.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

JUSTIÇA NEGA HABEAS CORPUS A ADAIL PINHEIRO


Manaus - A decisão de manter o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, preso no batalhão da Polícia Militar foi determinada hoje em sessão da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), em unanimidade, por três votos a zero. Um dos votos foi do desembargador Rafael Romano, que recebeu o pedido de habeas corpus solicitado pela defesa de Adail.
O ex-prefeito foi preso no último dia 14 em determinação da juíza Ana Paula Braga, da 2ª Vara da Comarca de Coari. A prisão foi feita por agentes da Polícia Federal em Manaus. O pedido de prisão por parte da Juíza, foi fundamentado no fato do ex-prefeito não ter informado à Justiça sua mudança domiciliar para a capital.
O advogado de Adail Pinheiro, Alberto Simonetti Neto, alega ilegibilidade da prisão de seu cliente. Segundo Simonetti, o endereço do ex-prefeito em Manaus foi informado no processo. Ele disse que a defesa vai recorrer da decisão no Supremo Tribunal de Justiça (STJ)
O Tribunal de Justiça entende que as ilegalidades encontradas no pedido de prisão de Adail não são determinantes. Para o desembargador Rafael Romano, a prisão solicitada pela Juíza Ana Paula é legal.
- Depende da juíza verificar a necessidade do julgamento do processo em Coari-, disse o magistrado.
A Câmara Criminal do TJAM se baseou na garantia a ordem pública e andamento mais rápido do processo para negar o habeas corpus ao ex-prefeito.
Adail já responde a processos na Justiça Federal e Estadual por corrupção, sonegação de impostos e exploração da prostituição infantil. Ele está sob investigação na CPI da Pedofilia do Senado Federal.(Ag.Brasil)

COMEÇAM AS DEFINIÇÕES- *Osny Araújo


O prefeito de Manaus Amazonino Mendes (PTB), três vezes governador do Estado, uma senador e pela segunda vez no comando da administração municipal, resolveu desce3r do muro e anunciar publicamente o seu apoio a candidatura do senador-ministro Alfredo Nascimento (PR), ao Governo do Estado nas próximas eleições.
Essa adesão a candidatura de Alfredo Nascimento, que, certamente contará com o irrestrito apoio do presidente Lula, as cosias por aqui, com relação as eleições do ano que vem, começam a clarear.
Para o Senado da República, dois fortes nomes disputarão as eleições, com absolutas chances de vitória, o atual governador Eduardo Braga (PMDB) e o atual senador Artur Virgílio Neto (PSDB), que na opinião dos analistas, deverão sair vitoriosos do pleito, salvo algum contra-tempo, desses que ninguém sabe explicar.
A grande expectativa agora, fica por conta do anuncio da posição política em relação ao Governo do Estado do governador Eduardo Braga, o que está mexendo com as bolsas de apostas no Estado.
Aliado desde o primeiro momento do presidente Lula, de quem se diz amigo pessoal, Braga, que não perde as oportunidades que tem de falar em público sobre as boas ações do Governo Lula para com o Amazonas, ainda não se definiu com relação as eleições de 2010, embora tenha andando muito pelo interior com o vice-governador Omaz Aziz (PMN) e também estado junto do ministro Alfredo Nascimento.
Caso o governador Eduardo Braga, resolva manter a parceria com o Governo Federal e apóie a candidatura de Alfredo Nascimento, aÍ parece que não teremos eleição no Estado e sim uma aclamação, considerando que ninguém vislumbra um nome forte de esquerda para disputar com reais chances de vitória o Governo do Amazonas em 2010, por isso, a grande expectativa em torno da posição a ser assumida por Braga.

*Osny Araújo é jornalista e analista político
e-mail: osnyaraujo@bol.com.br

INCRA NA CRUZADA CONTRA O DESMATAMENTO


Manaus - Chamado pelo governo do Estado a participar de uma cruzada contra o desmatamento da região e especialmente do Amazonas, a superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, (INCRA), Maria do Socorro Marques Feitosa, assinou na última sexta-feira, em solenidade realizada no Tropical Hotel de Manaus, assinou juntamente com outras instituições dos Governos Federal e estadual, Termo de Cooperação Técnica com o qual o Governo do Estado, criou uma Força Tarefa de Inteligência para combater o desmatamento e ajudar na preservação da natureza no Amazonas, segundo anunciou o próprio governador Eduardo Braga.
Na solenidade ocorrida na tarde de sexta-feira no Tropical, durante a 21ª Reunião do Grupo de Trabalho da Interpol para Crimes Contra a Vida Selvagem, o Governo do Estado conseguiu reunir representantes de mais de 30 países, que após a assinatura do documento, ouvirão uma bem fundamentada exposição sobre meio-ambiente e o que está sendo feito para melhorar a vida ambiental do planeta pelo governador Eduardo Braga, talvez o mais ambientalistas dos governadores brasileiros.
O INCRA foi chamado a participar dessa Força Tarefa, pelo fato de ser o responsável pela Política Nacional de Reforma Agrária no País e conseqüentemente responsável pela criação de vários projetos de assentamentos para o desenvolvimento da agricultura familiar, esbarrando aí em questões ambientais. Além disso, o INCRA é o gestor das áreas fundiárias federais – o que representa boa parte das terras do Amazonas.
O objetivo dessa Força Tarefa, segundo o governador Eduardo Braga, “é compartilhar informações estratégicas relativas ao desmatamento e focos de calor no Amazonas”. Disse ainda que com esse instrumento “será possível trabalhar ações para uma fiscalização ambiental mais positiva e de forma integrada, trabalhando para a melhoria da vida e do clima no planeta”.
Integram a Força Tarefa em favor do Meio-Ambiente, o Exercito, IBAMA, INCRA, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Instituto Chico Mendes, Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar do Estado, Corpo de Bombeiros, SEFAZ, IPAAM, SDS, Centro Estadual de Unidades de Conservação além da participação futura do 7º Comando Aéreo Regional, Centro Integrado de Defesa e Controle do Trafego Aéreo e 9° Distrito Naval.
NOVO FOCO
Um fator importante, dentro na nova visão do INCRA, é que não se cria mais assentamentos tradicionais, com destinação de lotes individuais, aberturas de estradas e vicinais – que em tese, tem maior impacto.
Segundo a superintendente Maria do Socorro Marques Feitosa, “o INCRA têm assumido o compromisso de mudar a visão da gestão e uso dos recursos naturais de maneira sustentável em seus assentamentos com a criação dos assentamentos sustentáveis - que privilegia as populações tradicionais e ribeirinhas”.
“Nestes casos, - afirma - o impacto é minimizadas e privilegiadas as práticas ambientalmente corretas sem prejuízo a agricultura familiar e a própria reforma agrária”.
Além disso, o INCRA assinou Termo de Ajustamento de Conduta Ambiental (TACA) com o IPAMM, para regularizar os assentamentos ambientalmente – por meio da obtenção das licenças; assinatura de convênio com a SDS para recuperação de áreas degradadas e investimento em planos de manejo florestal comunitário.(Fonte:Ascom-INCRA-AM)

AGRONEGÓCIO: COARI- *Thomaz Meirelles


Em atendimento ao convite formulado pelo gerente do escritório do Idam do município de Coari, Marildo Ximenes, participei do I Encontro de Castanheiros daquela região com a tarefa de levar informações sobre o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), o Provb (Programa de Vendas em Balcão) e, também, sobre a Política de Garantia de Preços Mínimos da sociobiodiversidade, que ampara os extrativistas de açaí, castanha-do-brasil, borracha e piaçava. Por medo de avião, mas também amante da paisagem amazônica optei em me deslocar na lancha “Ajato” de propriedade do competente Aguiar. Foram oito horas de uma viagem tranqüila, almoço caseiro pra ninguém botar defeito e algumas constatações, com destaques para o excessivo esforço de pesca, áreas de várzea totalmente improdutivas, produtores rurais desinformados e desorganizados e uma Coari extremamente movimentada (hotel lotado, “macacão laranja” da Petrobrás em todas as direções e um porto que, brevemente, deverá ter o tráfego disciplinado). Enfim, os efeitos de Urucu causam saudável inveja ao crescimento econômico de qualquer outro município amazonense, inclusive da minha Parintins. Quem conhece o trecho Manaus/Coari sabe que a viagem permite a visão frontal das cidades de Iranduba, Manacapuru e Codajás. A diferença de movimentação nos portos desses três municípios é incomparável com a situação que presenciei ao chegar a Coari. São realidades totalmente distintas. Espero, sinceramente, que o povo de Coari tenha acertado na escolha do novo prefeito (eleição foi no último domingo), pois o município merece e tem todas as condições para crescer e proporcionar dias melhores aos seus habitantes.

Comer e Vender

Fiquei impressionado com o número de redes de pesca ao longo da viagem. É muita rede, e em todo o trecho Manaus/Coari. E tem mais um detalhe, elas são estendidas nas margens e no meio do rio. E não tem jeito, pois, hoje, e infelizmente, é a única forma do caboclo comer e conseguir algum trocado. Senão vejamos: as casas foram alagadas na última enchente e a produção de alimentos básicos ainda não atingiu os patamares desejados. Comer somente “peixe com farinha” é dizer que tá bom, é pura brincadeira. Cadê o feijão, arroz, leite e a carne? Os programas de governo, dos três níveis, atendem uma pequena parcela desse público. E os outros? Para reverter este quadro é preciso mais crédito (maior número de bancos oficiais), mais sementes (preferencialmente produzidas no Amazonas), mais assistência técnica (Idam maior e com PCCS aprovado), mais informação (usar canais públicos de rádio e TV) e escoamento da produção (barcaças com área de estocagem e frigorífico) para as grandes calhas de rios. No atual estágio do setor primário regional a participação do poder público ainda é imprescindível.

Primeiro Encontro?

Pela importância econômica e social que representa o extrativismo de castanha-do-brasil jamais poderia estar sendo realizado o “primeiro” encontro de castanheiros. No mínimo, deveria ser o décimo, vigésimo, trigésimo e por aí vai. Tal fato comprova a total desarticulação do setor rural naquele município. Lá, todas as “fichas” estão sendo jogadas em Urucu, mas não pode ser assim. “Urucu” deve servir de instrumento para desenvolver outras atividades, entre elas, viabilizar o crescimento sustentável do setor rural com o cacau, borracha, açaí, castanha-do-brasil entre tantas outras riquezas naturais. Em conversa com alguns extrativistas pude observar que a negociação da atual safra de castanha ocorreu abaixo do preço mínimo fixado pelo governo federal, ou seja, entre R$ 30 e R$ 35 o hectolitro (o governo federal garante R$ 52,49 o hectolitro). Numa conta matemática simples, os extrativistas deixaram de acessar aproximadamente R$ 22,49 p/hl em subvenção (diferença do valor negociado com o preço mínimo) por falta de informação, desarticulação e de comprometimento dos gestores municipais. Se a subvenção chegou a Itacoatiara, Carauari, Manicoré e Canutama, qual seria o motivo de não ter beneficiado os agricultores de Coari? O município do “gás” está na lista dos municípios sem qualquer tipo de ação por meio do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA. De acordo com o secretário de produção o município possui mais de mil extrativistas de castanha e, em 2008, a produção alcançou 36 mil hectolitros. Não poderia deixar de fazer este registro. Durante a viagem de ida, ao meu lado, fui conversando com um comprador de produtos regionais (castanha e cacau), ou seja, nossos produtos, em certos casos, continuam sendo levados e beneficiados no vizinho Estado do Pará. O preço pago ao nosso caboclo? Só o “atravessador” sabe!

Parceiros

Finalizando a coluna de hoje, quero agradecer o convite e parabenizar a iniciativa do amigo Marildo Ximenes, gerente do Idam/Coari, pela iniciativa do evento. Não tenho dúvida que as ações irão acontecer, pois contarão com a boa vontade do Banco do Brasil/Agência Coari (Ludmilson, Junior e Lyzandra), OCB/Sescoop (o botafoguense Petrúcio), Jorge Campos (Professor da Ufam), Nadielle (técnica do Idam/Central), Manuel Cunha (CNS) e de toda a equipe da Conab. Até a próxima semana, e boa Expoagro.

*Thomaz A P Silva Meirelles – administrador, funcionário público federal, especialista na gestão da informação do agronegócio. E-mail: superbox@argo.com.br / thomaz.meirelles@hotmail.com

AUTORIDADES E EMPRESÁRIOS PEDEM A RECUPERAÇÃO DA BR-319


Manaus - Almoço na Federação do Comércio do Amazonas (Fecomércio) reuniu recentemente representantes da Indústria, Comércio e Agricultura em Manaus. Durante o encontro, foram discutidas a logística de exportação do Estado para o Pacífico.
Participaram do almoço, a Superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Flávia Grosso, o Cônsul Honorário do Chile, Raul Echenique, o Presidente da Rede Amazônica de Rádio e Televisão, Phelippe Daou e os representantes dos setores agropecuário, agroindustrial, do Comércio e da Indústria do Estado do Amazonas.
Sobre a Conclusão da BR 319 (estrada Manaus-Porto Velho), Flávia Grosso informou que enviou uma moção à Casa Civil da Presidência da República solicitando a conclusão da rodovia, fundamental para o escoamento de produtos fabricados no Polo Industrial de Manaus (PIM).
Para o Cônsul Honorário do Chile, Raul Echequine, presente no encontro, é preciso resolver o quanto antes a logística de exportação. Segundo ele o Corredor Bioceânico que vai ligar o Sudeste do Brasil, passando pela Amazônia até chegar ao Pacífico, vai viabilizar o tráfego de produtos industriais brasileiro , além de aquecer o turismo entre os dois países.

PTdoB anuncia apoio a Nascimento

Manaus - O Partido Trabalhista do Brasil (PTdo B) confirmou ontem (26) o apoio ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, caso ele venha a concorrer nas eleições de 2010, ao cargo de governador do Amazonas. A declaração foi feita durante a homologação dos diretórios municipal e estadual do partido, no auditório da Prefeitura de Manaus, no bairro da Compensa, zona Oeste de Manaus.
Por outro lado, o ministro Alfredo disse que nada está definido sobre o pleito do ano que vem. - Não sou candidato de nada, vou deixar isso nas mãos de Deus-, declarou o ministro.
Na semana passada, o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, declarou que seu candidato ao cargo é Alfredo Nascimento.
- Alfredo está preparadíssimo para ser governador do Estado. É meu candidato ao Governo, já deixei claro para todo mundo-, disse o prefeito na saída da audiência de mais de duas horas com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, no último dia 23.

DESABAMENTO MATA NO EDUCANDOS


Manaus – Um novo desabamento ocorrido ontem (27), no bairro de Educandos, zona Sul de Manaus, soterrou e matou Socorro Alves Mesquita, de 52 anos. Ela estava no banheiro da casa onde morava, quando o teto desabou, por volta das 14h.
De acordo com o irmão da vítima, Emanuel Mesquita, a casa já apresentava diversas rachaduras e sinais de desabamento, mas Socorro voltou ao local para tentar retirar alguns pertences, quando o teto do banheiro, único cômodo de alvenaria da casa, desabou sobre ela.
O Corpo de Bombeiros esteve no local para remover o corpo da vítima para o Instituto Médico Legal (IML).
No último dia 22, uma adolescente de 15 que estava grávida e uma irmã dela, de 4 anos, ficaram gravemente feridas durante um desabamento ocorrido em um barranco às margens do Rio Negro, também no bairro Educandos. A adolescente perdeu o bebê e continua internada em estado grave, respirando com a ajuda de aparelhos. A irmã dela também permanece em estado grave.

Obras

Vizinhos do local do incidente ocorrido ontem acreditam que as obras do Programa de Recuperação Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) podem ter provocado o desmoronamento.
Selma Benevides, vizinha da vítima, afirmou que a estrutura da casa dela também apresentou rachaduras e outros problemas estruturais depois que as obras começaram.
Segundo o tenente França, do Corpo de Bombeiros, o terreno onde ocorreu o incidente é propício a deslizamentos, devido à natureza do terreno, mas as obras no local podem ter desencadeado o desabamento que matou Socorro Mesquita.
O diretor do Departamento de Operações da Defesa Civil, Cláudio Belém, ressaltou que a área foi isolada por ser considerada de risco e adiantou que o órgão deverá realizar, nos próximos dias, um estudo técnico para analisar a estrutura das casas próximas ao terreno.(P.Amazonia)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

GOVERNADOR EDUARDO BRAGA É RECEBIDO PELO PAPA


Cidade do Vaticano -O governador do Amazonas, Eduardo Braga participou de uma audiência pública com o Papa Bento XVI, hoje (23), na Itália. Também participaram da audiência, a presidente do Conselho de Desenvolvimento Humano (CDH), Sandra Braga, e autoridades de diversos países. Durante o encontro, o papa Bento XVI enviou bênçãos especiais ao povo amazonense.
Entre os assuntos abordados na reunião, Bento XVI falou sobre meio ambiente e preservação da floresta amazônica, alertando para que cada morador do Amazonas deve ser agente da conservação da floresta. O papa disse ainda que o estado é de grande importância para o mundo.
- O encontro foi fraterno e agradável. Sua Santidade nos enviou bênçãos especiais e reforçou ser preciso empenho para não sucumbir e manter preservada a floresta que é importante não só para o Brasil, mas para o mundo-, disse o governador.

Projetos

O governador falou sobre projetos desenvolvidos no Amazonas, a lei de mudanças climáticas e sobre o programa Bolsa Floresta. Braga lembrou ainda o pedido de apoio à tese de pagamentos por serviços ambientais que será defendida pelo Brasil na Conferência das Partes das Nações Unidas (COP-15), na Dinamarca.

Ópera

Na ocasião, Bento XVI fez referências ao Teatro Amazonas e ao Festival de Ópera realizado anualmente no Estado, citando a edição em que foi encenada a trilogia do compositor alemão Richard Wagner, cujo prólogo é O Anel dos Nibelungo.(Agecom)

PEDIDA A CASSAÇÃO DE WALLACE SOUZA


Manaus - A Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) decidiu na manhã de hoje (22), por unanimidade, pela cassação do mandato do deputado estadual Wallace Souza (PP) por quebra de decoro parlamentar. Ele é acusado de vários crimes, como ligações com o crime organizado e fazer uso ilegal de armas, dentre outros delitos, que ele nega.
O parecer final será agora projeto de resolução Legislativa que vai ser encaminhado à mesa diretora da casa até esta sexta-feira. Na semana que vem os parlamentares devem decidir, no plenário, pela cassação ou não do deputado Wallace Souza.
Quando soube do resultado, o parlamentar precisou ser atendido pela equipe médica da Assembleia. Ao conversar com a imprensa chorou e disse que não vai prorrogar a votação.O deputado disse ainda que até poderia entrar de licença, mas não o fará.
- Não sei porque me condenaram se não há provas contra mim, espero que no plenário haja justiça, declarou à imprensa.

TRE MANTEM H.OLIVEIRA NA CMM


Manaus - O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), Ari Jorge Moutinho, disse ontem (22), após a reunião do Pleno do tribunal, que não deve acatar o pedido do Ministério Público Eleitoral para executar imediatamente a decisão de cassação e afastamento do vereador Henrique Oliveira (PP).
Segundo o desembargador Ari Moutinho, o parlamentar cassado deve permanecer ocupando uma das cadeiras da Câmara Municipal de Manaus (CMM) até que o Tribunal Superior Eleitoral julgue todos os embargos apresentados pela defesa do vereador.
– Vou deixar bem claro no meu despacho que ele só deve ser afastado após esgotados todos os recursos possíveis – destacou Moutinho.
Henrique Oliveira foi cassado por omitir, na ocasião do registro de candidatura, ser funcionário afastado da Justiça Eleitoral, prática proibida pelo Código Eleitoral.

ADAIL PINHEIRO CONTINUA PRESO


Manaus - O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) negou o pedido de habbeas corpus ao ex-prefeito de Coari (a 368 quilômetros de Manaus), Adail Pinheiro (PP). O advogado de Adail, Alberto Simonetti Neto, disse que vai entrar com a mesma solicitação, hoje (23), no Superior Tribunal de Justiça (STJ).
O pedido de habbeas corpus foi apresentado na tarde de ontem (22), ao procurador de Justiça Flávio Ferreira Lopes, do Ministério Publico do Estado (MPE), após analise dos argumentos apresentados pelo advogado do ex-prefeito, o procurador negou a liberação de Adail Pinheiro. A solicitação já foi encaminha ao TJAM.
De acordo com a assessoria de comunicação do TJAm, o desembargador Raphael Romano também negou o habbeas corpus a Adail. Está marcada para hoje (23) uma coletiva de imprensa para falar sobre o assunto.

Prisão

Adail Pinheiro foi preso pela Polícia Federal no Amazonas (PF), na manhã do último dia 14, na casa dele, em Manaus, por determinação da juíza da 2ª Vara da Comarca de Coari, Ana Paula Braga.
Na ocasião, o superintendente da Polícia Federal, delegado Sérgio Fontes, preferiu não dar detalhes sobre o motivo da prisão de Adail, se restringindo a informar que a PF apenas cumpriu um mandato solicitado pelo Ministério Público do Estado (MPE) e determinado pela Justiça.
O superintendente da PF em exercício, delegado Marcelo Rezende, informou que o cumprimento do mandado de prisão foi realizado pela Polícia Federal, apesar de o processo ser da Justiça Estadual, porque os agentes federais já conheciam os endereços do ex-prefeito em Manaus. "Como a PF cumpriu os mandados de busca e apreensão durante a operação Vorax, realizada em 2007, nossos agentes já conheciam os locais que ele frequenta", disse.
O desembargador Raphael Romano determinou, no último dia 18, a transferência de Adail Pinheiro, do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), para um Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM), por considerar que Adail poderia estar correndo risco no presídio por falta de segurança.(P.Amazonia)

IMIGRAÇÃO JAPONESA FESEJADA NO PA VILA AMAZÔNIA




Parintins AM - Café da manhã,apresentações culturais, inaugurações, homenagens, emoção e festa, marcaram as comemorações dos 80 anos da imigração japonesa na Amazônia, dentro do Projeto de Assentamento Vila Amazônia, município de Parintins, berço dessa imigração no Estado.
Com as bandeiras do Brasil, Japão, Amazonas e do município de Parintins hasteadas a solenidade onte contou com a participação de autoridades, entre as quais o cônsul geral do Japão no Amazonas, Jiro Shinasaki, prefeito de Parintins Bi Garcia, superintendente do INCRA no Amazonas, Maria do Socorro Marques Feitosa, Mário Taketomi, presidente da Associação Nipo--brasileira, em Parintins.
Por se tratar de um dos maiores assentamentos de reforma agrária no Estado, a superintendente Socorro Feitosa, foi muito citada durante os discursos, considerando ser a reforma agrária na Vila, historicamente ser o terceiro ponto importante da sua própria história, que começou com a imigração japonesa, passou pela posse da terra do comerciante português radicado em Manaus, Ageslilau de Araújo, com a firma J.G.Araújo e finalmente a chegada do INCRA em 1988 com a criação e implantação do Projeto de Assentamento Vila Amazônia, com capacidade para assentar 1.900 famílias.
Falando durante a inauguração do Monumento à Juta do Amazonas, com um busto do “pai da juta” Ryota Oyama e um belo painel representando essa cultura, no centro urbano da Vila, a superintendente Socorro Feitosa, após congratular-se com os japoneses pela comemoração dos 80 anos da imigração, mostrou o trabalho que o INCRA vem realizando na Vila Amazônia, desde 1988 quando o assentamento foi criado.
Falou da infra-estrutura do assentamento, como a construção e recuperação de quilômetros de estradas e vicinais, da construção e recuperação de casas para assentados através o crédito habitação, dos recursos que foram liberados na forma do crédito inicial, dos poços artesianos construídos, das escolas, centros comunitários, da assistência técnica e da parceria oficiais, envolvendo principalmente o Governo do Estado e a Prefeitura de Parintins, tudo objetivando apoiar e levar mais benefícios aos assentados do PA Vila Amazônia, local que serviu de berço da imigração da japonesa no Estado.
No PA Vila Amazônia que caminha para a sua consolidação, Socorro Feitosa, aproveitou a oportunidade para anunciar para os próximos dias à assinatura de convênio no valor de R$ 7 milhões com a Prefeitura para trabalhar o saneamento no projeto, melhorando com isso as condições de vida dos assentados.
PEDIDO DE DESCULPAS
Na solenidade que teve ainda o lançamento do livro a Fibra e o Sonho – A saga da colonização japonesa, de autoria do sansey Antão Shinobu Ikegomi e do lançamento da pedra fundamental para a reconstrução do Kokko Kaikan (antigo pagode) uma espécie de centro cultural, em área que o INCRA está destinando o prefeito BI Garcia, num emocionado discurso falou da importância que teve e tem a imigração japonesa para a socioeconomia do município e do Estado, especialmente através das culturas da juta e pimenta-do-reino.
O prefeito rememorou um pouco da história da Vila com a participação dos nipônicos, de J.G.Araújo e do atual momento, onde o Governo Federal através o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária tem intensa participação através o assentamento de reforma agrária.
O prefeito aproveitou a oportunidade para enaltecer a boa parceria estabelecida com o INCRA e fez algumas promessas para os assentados na presença do cônsul japonês Jiro Shibasaki, como uma biblioteca, além de um tele-centro com internet banda larga, que será a primeira comunidade rural do município a contar com o sistema, considerando ser esse avanço na comunicação uma busca incessante do conhecimento.
Por fim, o prefeito Bi Garcia, ainda fundamentado na história da imigração, que em função da II guerra mundial acabando sofrendo represálias em todo o mundo e no Brasil, fez um emocionante pedido (Ascom-INCRA-AM)

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A VEZ DA OPOSIÇÃO - *Osny Araújo


O município de Coari, na calha do Solimões, terra do petróleo e por isso o segundo mais rico do Amazonas, viveu ontem um dia tenso e nervoso, com a eleição suplementar para prefeito, em face de cassação do ex-prefeito imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral – TRE.
Sofrendo há algum tempo com desmandos políticos, com uma administração comprovadamente corrupta, ainda comandada pelo ex-prefeito Adail Pinheiro, com um elenco de acusações na Justiça, incluindo-se aí, crimes de pedofilia e formação de quadrilha, entre outros, a população foi às urnas e desta feita votou na oposição, com a esperança de que a partir de agora as cosias comecem a mudar para melhor no município.
Arnaldo Almeida Mitoso, do PMN, partido comandado no Amazonas pelo vice-governador Omar Aziz, foi eleito com mais de 51% dos votos. Ele toma posse no próximo dia 17, prometendo grandes mudanças, até porque, o município passará a ser governado pela oposição.
A vitória de Arnaldo Mitoso, além de decretar a derrota do grupo político de Adail Pinheiro no município, fortalece ainda mais politicamente o vice-governador Omar Aziz, um dos possíveis candidatos à sucessão do governador Eduardo Braga (PMDB) nas eleições do próximo ano.
Com o slogan alá Obama “credite: Nós ´podemos mudar”, a oposição fez o que parecia impossível para muitos observadores políticos. Derrotar o forte grupo político de Adail Pinheiro, que politicamente parece ter acabado na região.
Apesar das investidas da turma de choque do ex-prefeito, inclusive com a divulgação de uma carta na rádio Coari FM, o que lhe rendeu uma multa pelo TER, pedindo para que os coarienses não o abandonassem e votassem no candidato do grupo, de nada adiantou o apelo e a derrota foi decretada.
O prefeito eleito promete uma administração transparente e logo de início tomará algumas medidas de impacto, como por exemplo, bloquear todos os pagamentos a empresas, a fim de fazer uma auditória para saber realmente quais as principais prioridades do município, mas garantiu o pagamento dos servidores durante esse período.
Como interiorano que sou, filho de Urucurituba, no baixo Amazonas, torço para que essa mudança de rumo na política de Coari, um dos cinco mais importantes municípios do Estado, possa retomar o seu rumo e caminhar de forma objsti9vo rumo ao futuro, deixando de lado as mazelas do passado, onde o nepotismo e a corrupção imperaram e ingresse num processo político-administrativo de respeito à sociedade e a democracia.
Quando as cosias não vão bem, o caminho é mudar e num país democrático como o Brasil, as mudanças nos comandos de Governo, no caso de Coari a Prefeitura, são de inteira responsabilidade da população eleitoral, que tem o direito e o dever de mudar quando as coisas não estão dando certo, como era o caso de Coari.

*Osny Araújo é jornalista e analista político.
e-mail: osnyaraujo@bol.com.br

MANAUS FAZ PASSEATA EM PROTESTO PELO ASSASSINATO DO PADRE

Manaus - A missa de corpo presente do, em homenagem ao padre italiano Ruggero Ruvolletto, assassinado na manhã de sábado (19) com um tiro na cabeça em seu quarto, no bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus, foi realizada na manhã de domingo (20), na quadra de um centro social (CCA),no mesmo bairro.
Os fiéis fizeram suas homenagens ao religioso que, nos últimos dois anos, dedicou sua vida à comunidade de Santa Etelvina, organizando projetos sociais e passeatas em favor de melhorias no bairro.
O corpo do "padre Rogério", como era conhecido em Manaus, será transladado para a Itália ainda hoje, onde deverá ser enterrado.
Padre Ruggero Ruvoletto chegou ao Brasil em 2003. Depois de ter trabalhar como missionário em Pernambuco, ele foi mandado para Manaus. Ele vivia em uma casa com outro padre e um diácono, também missionários da igreja.
Por volta de 7h10 da manhã de sábado foi ouvido um estrondo. No momento os moradores não conseguiram identificar de onde o barulho vinha.
- Quando cheguei a porta estava entreaberta, com o padre de joelhos, com a cabeça, o resto do corpo sobre o travesseiro e a face suja de sangue”, diz o padre Sandro Sebastião Filho.
Vizinhos viram dois homens pularem o muro.
- Estamos trabalhando com a hipótese de que essas pessoas que invadiram o local buscavam algum dinheiro que estava no cofre, que há muito tempo não era usado”, diz o delegado Divanilson Cavalcanti.
Segundo a arquidiocese de Manaus, padres e freiras enfrentam uma onda de violência na cidade. Só nos últimos dois meses houve a invasão de um convento, cinco igrejas foram assaltadas e um bispo e um padre sofreram sequestro relâmpago.
- A sociedade tem que se movimentar para tentarmos encontrar caminhos porque daqui a pouco não poderemos sair de casa, disse o arcebispo D. Luís Soares Vieira, vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Investigação

A polícia ainda busca os responsáveis pelo crime. Segundo a Polícia Civil, que trabalha com a hipótese de latrocínio, o crime foi cometido por dois homens. Existe um testemunha que viu dois homens fugindo, e os investigadores trabalham para fazer o retrato-falado dos suspeitos. Para solucionar o caso, foi criada uma força-tarefa entre as polícias Civil e Militar
Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas, três pessoas foram presas no sábado nas investigações da morte do padre italiano, mas concluiu-se que nenhum deles tem ligação com o caso.
Um deles foi liberado, enquanto outros dois foram mantidos sob custódia por envolvimento em outros crimes.


Fonte: Portal Amazônia

Colônia Antonio Aleixo recebe títulos de terra

Manaus - Moradores da Colônia Antônio Aleixo, na zona Leste de Manaus, receberam ontem (19), do governador do Amazonas em exercício, Omar Aziz, 2.050 títulos definitivos de terra, como parte do programa de regularização fundiária nos municípios do inteiror e na capital.
A próxima ação de regularização de terra na capital vai beneficiar os moradores dos bairros Armando Mendes e Zumbi, também na zona Leste de Manaus.(Agecom)

Manaus tem a 8ª tarifa de ônibus mais cara do país

Manaus - A cidade de Manaus tem a oitava tarifa de ônibus mais cara do País, no ranking das 26 capitais brasileiras. O valor foi reajustado de R$ 2 para R$ 2,25 em 31 de julho deste ano.
Em entrevista no último dia 1º de setembro, o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), disse à imprensa que só permitiu o aumento no valor da tarifa para corrigir erros de administrações passadas, e que, segundo ele, começaram a ser consertados com o “Choque de Ordem” implementado pela nova gestão da prefeitura, com a regulamentação da meia-passagem estudantil.
As outras cidades que aparecem no topo da lista com o valor do transporte coletivo mais caro são: Florianópolis com R$ 2,80; Campo Grande com R$ 2,50; Belo Horizonte, Porto Velho, Porto Alegre, Cuiabá e São Paulo, que aparecem com R$ 2,30.
O prefeito de Manaus disse, ainda, que o valor da tarifa na cidade pode ser reduzido, mas não informou quando o reajuste pode ocorrer.
Belém do Pará tem a passagem mais barata entre os seis estados da região Norte, com a tarifa de R$ 1,70. (RC)

Morre a jornalista Joaquina Marinho

Manaus - O corpo da jornalista Joaquina Marinho foi sepultado na tarde de ontem ( 20) após falecer durante a madrugada. Formada em Jornalismo na Universidade Federal do Pará, Joaquina trabalhou na Rede Amazônica e nos jornais Em Tempo, Diário do Amazonas e Correio Amazonense.
A jornalista foi uma das fundadoras do semanário " Repórter".
Joaquina lutou intensamente contra o câncer que a consomia nos últimos cinco anos. O velório, na Funerária Almir Neves, contou com a presença de amigos e jornalistas.
Joaquina era casada com o jornalista Castelo Branco e deixou três filhos.(P.Amazonia)

MITOSO É O NOVO PREFEITO DE COARI



Coari - O Candidato da oposição, Arnaldo Mitoso (PMN), venceu a eleição suplementar no muncípio de Coari, a 370 quilômetros de Manaus, com 51,99% dos votos válidos, o equivalente a 16.250 votos. O pleito ocorreu tranquilamente, apesar de algumas prisões por boca de urna.
A eleição em Coari contou com três candidatos, mas apenas um, Arnaldo Mitoso estava apto a concorrer e ter seus votos contabilizados pelo TRE. Vicente Lima (PR) e José Lobo (PCdoB) tiveram suas candidaturas impugnadas pelo TRE, mas conseguiram liminares para concorrer sob risco e "sub judice".
Com a abertura das urnas, Arnaldo Mitoso - favorito para vencer o pleito -- foi aclamado novo prefeito por ter mais votos que os outros candidatos.
A eleição fora de época na cidade foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), depois que Rodrigo Alves (PP) e Leondino Mendes (PTB) – prefeito e vice eleitos em 2008, respectivamente – foram cassados pela Justiça por abuso de poder econômico, em julho deste ano.
O candidato Manoel Vicente (PR), teve sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e entrou, ontem (18), com recurso na Corte amazonense para reaver sua candidatura. Ele ficou inelegível depois que a Justiça Eleitoral deu parecer irregular para as contas do candidato relativas ao pleito de 2008.
O candidato José Lobo (PCdoB) que também teve o registro de candidatura indeferido pelo TRE, também entrou com recurso para tentar disputar a eleição municipal.
A eleição suplementar deste domingo é a segunda no Estado, este ano. A primeira ocorreu, em fevereiro, na cidade de Juruá – cerca de mil quilômetros de distância de Manaus.

Segurança

A eleiçao em Coari transcorreu sob forte esquema de segurança, uma vez que, durante toda a semana, grupos políticos rivais promoveram brigas na cidade.
Além do deslocamento de mais de 90 policiais militares de Manaus, o superintendente da PF informou que foram enviados 20 agentes federais para o município.
A cidade de Coari têm 67 mil habitantes e nos últimos seis anos recebeu aproximadamente R$ 305 milhões em royalties da Petrobras. A cidade é sede das obras de construção do gasoduto Coari-Manaus. (GC)

Agroneócios: Programas de Investimento - *Thomaz Meirelles


O plano safra 2009/2010 está disponibilizando 14 bilhões para financiar operações de investimento com recursos provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Quem acompanha esta coluna já sabe que o Amazonas ocupa uma das últimas posições no acesso a esses bilhões, o que é lamentável e inaceitável para um estado importador de alimentos básicos. As causas também são velhas conhecidas, mas é sempre bom relembrar. Excessivo foco político e econômico no Pólo Industrial de Manaus (por mais de 40 anos), estrutura das instituições públicas (dos três níveis) incompatível com nossa dimensão geográfica, com maior ênfase no baixíssimo número de bancos oficiais e na atual capacidade de prestar assistência técnica e extensão rural ao caboclo. Reconheço os avanços dos últimos anos, contudo, insuficientes para a construção de um novo modelo econômico capaz de substituir a total e perigosa dependência do PIM. Voltando ao assunto de hoje, e sempre com o propósito de ampliar a informação sobre os benefícios do plano safra, esclareço que, do orçamento de R$ 14 bilhões para investimento, R$ 10 bilhões estão disponíveis nos programas do BNDES, R$ 3,5 bilhões são dos Fundos Constitucionais e R$ 500 milhões para financiamentos de investimentos no âmbito do Proger Rural.

Médio agricultor e cooperativismo
Na safra 2009/2010, cujo foco está no apoio ao médio agricultor, ao cooperativismo e ao desenvolvimento sustentável, são destinados R$ 1,5 bilhão ao Proger Rural (inclusive ao amparo do Moderfrota), R$ 2 bilhões para o Prodecoop, R$ 2 bilhões para o Procap-Agro e R$ 1,5 bilhão para o Produsa. Para garantir a continuidade da tomada de financiamento na transição entre os anos-safra, o governo, segundo publicado no PAP 2009/2010, estipulou que programas com saldo de recursos podem atender os produtores que buscam financiamento no intervalo entre a antiga e a nova safra.

Irrigação e Armazenamento
O Prodecoop (Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária) visa aumentar a competitividade do complexo agroindustrial das cooperativas brasileiras por meio da modernização dos sistemas produtivos e de comercialização, o volume de recursos alocado passa a ser de R$ 2 bilhões, sendo R$ 1 bilhão para capital de giro dissociado de investimento. O Moderinfra (Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem) visa apoiar o desenvolvimento da agropecuária irrigada sustentável, econômica e ambientalmente, além de ampliar a capacidade de armazenamento nas propriedades rurais. Para a safra que está iniciando há um novo item financiável: implantação e/ou recuperação de equipamentos e instalações para proteção de pomares contra a incidência de granizo.

Hortículas e Manejo
O Moderagro (Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais) tem como objetivo principal promover a modernização da agricultura no que diz respeito à melhoria da qualidade de produtos in natura e beneficiados. Nessa safra são incluídos como beneficiários os setores da cunicultura e chinchilocultura. Há possibilidade de financiamento de unidades de beneficiamento e armazenamento de produtos hortícolas, bem como de estruturas e equipamentos para manejo de animais cujas criações são beneficiados pelo programa. No Moderagro o crédito individual é de até R$ 500 mil, respeitando o limite de R$ 250 mil por modalidade discriminada nas condições do programa. Quando se tratar de financiamento para reposição de matrizes bovinas ou bubalinas no âmbito do PNCEBT, o limite de crédito é de até R$ 100 mil por beneficiário e de até R$ 2 mil por animal.

Médio Produtor
O Proger Rural (Programa de Geração de Emprego e Renda), com nova configuração, tem aumento significativo na disponibilidade de recursos. Estão destinados R$ 5 bilhões, o que corresponde a um acréscimo de 72% em relação à safra passada. Entre os avanços introduzidos no Programa destacam-se: o estabelecimento de maior limite de renda do produtor para fins de enquadramento, passando de R$ 250 mil para R$ 500 mil; o aumento dos limites de financiamento de custeio e investimento para R$ 250 mil e R$ 200 mil, respectivamente; introdução da modalidade de crédito rotativo. Outra novidade importante, segundo o governo, é o direcionamento, direto para o Proger, de no mínimo 6% dos recursos dos depósitos à vista que devem ser aplicados no setor rural. Em outra oportunidade, falarei sobre o Procap-Agro (Programa de Capitalização das Cooperativas de Produção Agropecuária) e, também, sobre minha recente viagem até o município de Coari.

*Thomaz A P Silva Meirelles – administrador, funcionário público federal, especialista na gestão da informação do agronegócio. E-mail: superbox@argo.com.br / thomaz.meirelles@hotmail.com

domingo, 20 de setembro de 2009

CORPO DO PADRE ASSINADO EM MANAUS VAI PARA A ITÁLIA

Manaus - Um padre italiano que morava havia seis anos no Brasil foi assassinado neste sábado (19) em Manaus. O corpo começará a ser velado agora à noite e seguirá para a Itália no domingo (20).
Ruggero Ruvoletto chegou ao Brasil em 2003. Depois de ter trabalhar como missionário em Pernambuco, ele foi mandado para Manaus.
Ruvoletto vivia em uma casa com outro padre e um diácono, também missionários da igreja. Eram 7h10 quando foi ouvido um estrondo, que os outros moradores não conseguiram identificar de onde o barulho vinha.
“Quando cheguei a porta estava entreaberta, com o padre de joelhos, com a cabeça, o resto do corpo sobre o travesseiro e a face suja de sangue”, diz o padre Sandro Sebastião Filho.
Vizinhos viram dois homens pularem o muro. “Estamos trabalhando com a hipótese de que essas pessoas que invadiram o local buscavam algum dinheiro que estava no cofre, que há muito tempo não era usado”, diz o delegado Divanilson Cavalcanti.
Segundo a arquidiocese de Manaus, padres e freiras enfrentam uma onda de violência. Só nos últimos dois meses houve uma invasão de um convento, cinco igrejas foram assaltadas e um bispo e um padre sofreram sequestro relâmpago.
“A sociedade tem que se movimentar para tentarmos encontrar caminhos porque daqui a pouco não poderemos sair de casa”, diz o arcebispo d. Luís Soares Vieira, vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB-(G-1)

BRAGA QUER INCREMENTAR TURISMO RUSSO NO AMAZONAS


Manaus - O governador do Amazonas, Eduardo Braga, estará reunido hoje (20) e amanhã (21), na Rússia, com representantes do empresariado daquele País discutindo a abertura do mercado de turismo russo para o Amazonas e a Amazônia.
A informação foi dada durante participação no programa 'Fala Governador' deste sábado (19).
Direto de Moscou, Braga disse que também avaliará perspectivas de cooperação nas áreas de desenvolvimento de fertilizantes, distribuição de gás e transporte aéreo e aeroviário.
- Estou muito feliz por poder trabalhar em defesa da Amazônia e do povo do nosso estado. Estamos empenhados na identificação e abertura de novas oportunidades para a Amazônia e o Amazonas - explicou.
Braga disse, ainda, que o Estado vai continuar trabalhando para valorizar a floresta em pé e fortalecer o programa “Bolsa Floresta’’, para fazer com que os verdadeiros guardiões da floresta passem a ganhar pelos serviços prestados ao mundo.
O governador também falou sobre a participação do governador em exercício, Omar Aziz, no encontro dos chefes dos executivos da Amazônia Legal com o presidente Lula, na última quinta-feira, dia 17, para discutir propostas da inclusão das florestas nativas no mercado de pagamento de carbono, que serão apresentadas em dezembro durante o encontro de Copenhague.
- Estamos ajudando o presidente Lula a construir uma proposta do Brasil para o mundo, na certeza de que dessa maneira vamos conseguir valorizar a nossa floresta em pé e fazer com que os verdadeiros guardiões passem a ganhar pelos serviços prestados. A fazer com que o ‘Bolsa Floresta’ seja uma política nacional de valorização do homem da Amazônia - completou.
O governador finaliza a sua viagem pela Europa em Roma, onde vai pedir o apoio do Papa Bento 16 para o trabalho que vem sendo realizado, com o objetivo de fortalecer os projetos de desenvolvimento sustentável e a efetiva inclusão sócio-econômica de milhares de amazônidas que habitam as regiões mais distantes do Estado.(Agecom).

PUBLICO PRESTIGIA ABERTURA DA EXPOAGRO


Manaus - Com muita festa, shows, comidas típicas, animais expostos, atrações artisticas e um grande pública, foi aberta ontem a noite, noParque de Exposições "EWurípedes Ferreira Lins ", 36ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), começou na manhã de hoje (19) e vai até do dia 27 de setembro, no Parque de Exposições Angelino Beviláqua, na capital. O evento contará com shows locais, nacionais, rodeios, vaquejadas e a participação dos bumbás de Parintins, Garantido e Caprichoso. A entrada é gratuita.
A maior atração da feira acontece no encerramento, no dia 27 (domingo), com o show da dupla Edson & Hudson. Os cantores estão fazendo sua despedida dos palcos brasileiros após 29 anos de carreira e muitos sucessos populares.
O evento deste ano está sendo promovido pela Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), Associação de Criadores de Ovinos e Caprinos do Estado do Amazonas (Acocam), Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Amazonas (Fettagri) e Governo do Estado.

Rodeios

Além das exposições de animais, praça de alimentação e feira de agronegócios, de acordo com o titular da Sepror, deputado Eron Bezerra, também já estão programados os tradicionais rodeios e vaquejadas, provas que atraem atletas rurais de toda a região norte.
Uma novidade para este ano será a realização da prova do tambor, uma modalidade do hipismo em que o cavaleiro deve contornar três tambores no menor tempo possível. Além disso, será repetida este ano uma experiência que deu certo na edição anterior da feira: o leilão de ovinos da raça Santa Inês.

Conscientização Ambiental

Durante a exposição o público vai receber mudas retiradas do viveiro da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp) e esclarecer dúvidas sobre o funcionamento da limpeza pública.
Segundo informações do Secretario Municipal de Limpeza e Serviços Públicos, Paulo César Cavaletti, a Expoagro vai receber pela primeira vez, a implantação de 100 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), locais onde a população poderá entregar as garrafas vazias e demais materiais recicláveis.

Cursos

Haverá também os cursos de retirada de espinha e salga artesanal de pescado. As inscrições são gratuitas e limitadas e podem ser feitas por meio do telefone 3237-2045.
Os cursos começam na manhã do dia 22 de setembro e vão até o dia 26, no estande da Pesca e Aqüicultura, que a Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) terá durante o evento.
Serão disponibilizadas gratuitamente 24 vagas por dia, distribuídas em cinco turmas, cada uma com duração de uma hora. O curso será oferecido somente no turno da manhã, com turmas se alternando até o meio dia.
Todo o material a ser utilizado durante o treinamento estará disponível no próprio local, inclusive o pescado. O curso é totalmente prático e não possui material didático.
O engenheiro de pesca André Gandra, um dos instrutores do curso, explica que o curimatã foi o peixe escolhido para a prática da retirada de espinhas por ser mais barato e mais fácil de ser manuseado.
Além da retirada de espinha de peixes, também serão oferecidos cursos sobre “qualidade do pescado para consumo”, no período de 22 a 26 de setembro e “boas práticas da piscicultura familiar”, somente no dia 23. No total, serão oferecidas 410vagas para todas as atividades.(P.Amazonia)

GARANTIDO EXPULSA DAVID E SAGRADO


Parintins AM -Tadeu de Souza – A saída do puxador de toada David Assayg, qdo Garantido e se transferindo para o rival Caprichoso, deixou os ânimos dos torcedores dos dois bumbás de Parintins muito acirrados e hoje na cidade só se fala nisso.
Aborrecida com a saída inesperadaa do seu puxador e mais ainda pelo fato de ter assinado contrato com o "boi contrário", a diretoria do Garantido resolveu fazer uma limpesa nos "traidores" ecomeçou umprocesso de expulsão, tendo como ponto de partida o próprio Assayg, que apesar de ter assinado contrato com o Caprichoso, continuava associado do Grantido.
Na "guerra dos bois" em Parintins, um Caprichoso e Garantido pode perfeigtamente ser comparado no futebol como um Vasco e Flamento, Internacional e Grêmio, Conthians ePalmeiras, Brasil e Argentina e por aí ví, onde a paixão e rivaldiade sempre falam mais alto.
Hoje as s 09:45 minutos a Assembléia do Boi Garantido aprovou por unanimidade a exclusão do quadro de sócios do boi Garantido o ex-levantador de Toadas David Assayag, o compositor Paulinho Du Sagrado e o ex-presidente Vicente Matos. A Assembléia, primeira presidida por Telo Pinto, mostra a reação da diretoria do boi e dos associados à decisão de David Assayag que hoje defende o ítem levantador do boi Caprichoso.(Osny Araújo con informações doSite Tadeu de Souza e foto de: Ataíde Tenório

Padre assinado com tiro em Manaus


Manaus - O Padre italiano Rogério Ruvoletto, 52, foi assassinado na manhã de hoje (19), por volta das 7h30, com um tiro na cabeça, no bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus. Ele foi encontrado morto no quarto dele, na Casa Paroquial da Igreja.
O Diocesano pertencia à área missionária Imaculado Coração de Maria da Arquidiocese de Manaus, localizada na Rua Amazonino Mendes, 79, do mesmo bairro e estava na capital há dois anos.
Segundo Informações do Bispo auxiliar de Manaus D. Mário Pascoalotto, o Padre Rogério foi encontrado em seu quarto com a cabeça no travesseiro e de joelhos apoiados em um armário, por volta de 7 horas.

DOMINGO COM ELEIÇÃO TENSA EM COARI



Coari - O segundo município mais rico do Amazonas, Coari, vive hoje um clima tenso com as eleições suplementares para prefeito e vice-prefeito. Aproximadamente 4º mil eleitores começam a comparecer às urnas.A cidade localizada a 370 Km da capital, na calha do Solimões, vive um clima de muita tensão provocando pelos grupos políticos que atuam na cidade do gás, fato que levou a Justiça Eleitoral adotar várias medidas para manter a ordem pública a lisura do pleito, como o envio de forças federais.Pelas ruas, estão policiais militares, federais, Exercito e civil, vigilantes para que o pleito possa transcorrer com tranqüilidade e a vida do município possa retornar a normalidade.
A eleição fora de época na cidade foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), depois que Rodrigo Alves (PP) e Leondino Mendes (PTB) – prefeito e vice eleitos em 2008, respectivamente – foram cassados pela Justiça por abuso de poder econômico, em julho deste ano.
Um dos candidatos do eleição de amanhã, Manoel Vicente (PR), teve sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e entrou, ontem (18), com recurso na Corte amazonense para reaver sua candidatura. Ele ficou inelegível depois que a Justiça Eleitoral deu parecer irregular para as contas do candidato relativas ao pleito de 2008.
O candidato José Lobo (PCdoB) que também teve o registro de candidatura indeferido pelo TRE, já entrou com recurso para tentar disputar a eleição municipal. Os dois candidatos aguardam para hoje, uma decisão favorável da Justiça para concorrerem ao cargo.
Até o momento, a eleição para prefeito de Coari terá um candidato, Arnaldo Mitouso (PMN).

CUSTO

O diretor-geral do TRE do Amazonas, Renato Frazão, informou à Agência Brasil que o novo pleito em Coari deve custar em torno de R$ 70 mil.
- Nesse caso, precisamos recorrer ao TSE [Tribunal Superior Eleitoral], para poder arcar com os custos fora de época. O tribunal faz o repasse do recurso mediante as estimativas apontadas pelo próprio TRE - explicou.
O montante em dinheiro será usado com transporte, alimentação e diárias dos servidores do tribunal, além do custeio do transporte das urnas, dos mesários e da contratação de serviços de tecnologia para contagem dos votos. Segundo o diretor-geral do TRE, serão usados dois helicópteros, voadeiras (espécie de embarcação) e um hidroavião no transporte das urnas.
A eleição suplementar do próximo domingo é a segunda no Estado, este ano. A primeira ocorreu, em fevereiro, na cidade de Juruá – cerca de mil quilômetros de distância de Manaus.

ORDEM PÚBLICA

O superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Sérgio Fontes, garantiu que a um grupo de parlamentares, que a Polícia Federal (PF) participará ostensivamente da eleição municipal de Coari.
Sérgio Fontes informou aos deputados Praciano (PT), ao deputado estadual Luiz Castro (PPS) e o vereador José Ricardo (PT), que a PF no Amazonas enfrenta falta de recursos para pagar diárias dos agentes, mas que tomará todas as medidas possíveis para que a eleição ocorra sem manipulação.
O superintendente da PF informou que serão deslocados 20 agentes para o município, além de um helicóptero que virá de Brasília para dar suporte ao trabalho da Polícia.
O município de Coari têm 67 mil habitantes e nos últimos seis anos recebeu aproximadamente R$ 305 milhões em royalties da Petrobras. A cidade é sede das obras de construção do gasoduto Coari-Manaus. (P. Amazônia e informações de Coari).

sábado, 19 de setembro de 2009

VASCÃO VENCE GUARANI E DISPARA NA LIDERANÇA


Rio-O Vasco está cada vez mais perto de carimbar seu passaporte para a primeira divisão. Em partida disputada na tarde deste sábado, no Maracanã, a equipe de São Januário derrotou o Guarani por 1 a 0, gol de Elton. Com a vitória, o time chegou aos 52 pontos e abriu seis de vantagem sobre o Bugre que ocupa a segunda posição do Campeonato Brasileiro da série B.
A partida foi monótona no primeiro tempo e vibrante no segundo, quando os dois times passaram a jogar em busca do gol. Mesmo atuando com um jogador a menos durante boa parte da segunda etapa, a equipe campineira não se intimidou e chegou a criar muitas chances de empatar o jogo, mas o Vasco usou a experiência e o apoio da torcida para sair de campo com mais um resultado positivo.
Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Duque de Caxias, em jogo previsto para o Maracanã, enquanto o Guarani receberá a Ponte Preta no clássico campineiro.
O jogo - A partida começou em ritmo lento. Vasco e Guarani atuavam de forma cautelosa, privilegiando a marcação enquanto os atacantes dos dois times ficavam isolados na frente. O volante Mateus, aos três minutos, ainda arriscou um chute de fora da área que encobriu o arco de Douglas. Depois desse lance, o grande público presente ao Maracanã passou alguns minutos sem presenciar qualquer jogada de emoção. Só aos 18 minutos os torcedores voltaram a vibrar. Paulo Sérgio cruzou da direita e o atacante Elton ganhou da zaga e tentou deslocar o goleiro do Bugre, mas a bola passou bem ao lado da trave esquerda.
O Guarani continuou mais interessado em prender a bola e evitar que o jogo ficasse muito rápido. No ataque só Ricardo Xavier, que mesmo isolado dava muito trabalho aos zagueiros da equipe carioca. Aos 22 minutos, Alan fez ótima jogada individual pela esquerda, driblou o lateral Maranhão e cruzou rasteiro. Robinho tentou desviar de letra, mas a bola foi parar nas mãos do goleiro Douglas.
O time visitante voltou a dar sinal de vida aos 28 minutos em arrancada de Walter Minhoca, que chutou para fora e não assustou o goleiro vascaíno. A partida voltou a ficar truncada e vários jogadores dos dois times foram advertidos por entradas mais duras.
Aos 41 minutos o Vasco voltou a ter a chance de marcar. Carlos Alberto iludiu a marcação e chutou cruzado. A bola sobrou para Elton, que bateu, mas a zaga campineira aliviou o perigo. O Guarani respondeu com Eduardo, que penetrou pela esquerda e cruzou, mas Fabinho chegou atrasado. No último lance do primeiro tempo, Ramon entrou pelo meio e tentou duas vezes, mas a zaga do Guarani aliviou o perigo.
O Vasco voltou para o segundo tempo com o mesmo time, mas com outra disposição. Logo aos dois minutos, Paulo Sérgio cruzou para a área, o goleiro Douglas defendeu parcialmente e Elton concluiu o rebote para fora. Aos quatro minutos, o zagueiro Eduardo salvou em cima da linha a conclusão de Carlos Alberto de dentro da pequena área depois de bela jogada de Robinho.
Aos nove minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Carlos Alberto arrancou pela meia e descobriu Elton sem marcação. O atacante virou rápido e bateu forte para vencer o goleiro Douglas e anotar seu 13º gol na competição.
Depois de sofrer o gol, o Guarani partiu para o ataque e aos 11 minutos o goleiro Fernando Prass saiu, mas a conclusão de Léo Mineiro passou por cima do travessão. Aos 22 minutos, Ricardo Xavier se livrou da marcação e bateu fraco para a defesa de Fernando Prass. Aos 24, Bruno Aguiar cobrou falta na entrada da área e o goleiro vascaíno fez uma defesa difícil. Um minuto depois, o zagueiro Márcio Alemão simulou pênalti na área vascaína, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Mesmo com dez jogadores, o Guarani seguiu pressionando o Vasco, que não conseguia mais se organizar dentro de campo para aproveitar a vantagem numérica.
O time comandado por Vadão seguiu pressionando em busca do empate e o técnico Dorival Júnior decidiu defender o resultado colocando o zagueiro Fernando no lugar do meia Alan. Mesmo assim, o Guarani seguia no ataque enquanto o Vasco apenas se preocupava em afastar o perigo da sua área. O Guarani voltou a ter chances de empatar aos 35 minutos, quando Mário Lúcio chutou, Ricardo Xavier desviou e Fernando Prass salvou parcialmente. No rebote, Luciano isolou a bola.
Nos últimos minutos, o Guarani cansou de tanto correr e o Vasco conseguiu respirar e até perder chances para ampliar como aconteceu com Elton aos 43 minutos. O artilheiro recebeu de Carlos Alberto e chutou forte para grande defesa de Douglas no último lance importante da primeira etapa.(Gazeta Esportiva)

GREVE CONTINUA NOS CORREIOS DO AMAZONAS


Manaus - Servidores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) no Amazonas permanecem por tempo indeterminado com a paralisação das atividades iniciadas nesta quarta-feira (16). Os grevistas reivindicam aumento real linear de R$ 100, além de um plano de cargos, carreiras e salários.
De acordo com o diretor administrativo e financeiro do Sindicato dos Correios no Amazonas, Álvaro da Silva Agostinho, até o momento não existe nenhum acordo com a diretoria regional.
- Estamos com cerca de 300 trabalhadores que aderiram à greve, com objetivo de resolver esta questão salarial. A divisão regional dos Correios repassou uma proposta que prevê reajuste de até 9% para todos os empregados. Porém, isto somente para 2010 e isso para nós é um desrespeito, destaca Álvaro.
Em nota, a assessoria de comunicação dos Correios/AM informou que o diretor de Gestão de Pessoas, Pedro Magalhães, se reuniu na última quarta-feira com a Comissão de Negociação da ECT e da Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios (Fentect) para anunciar a nova proposta, válida por dois anos.
A divisão regional informou ainda que as vantagens econômicas e sociais oferecidas pela empresa contemplam os anseios dos trabalhadores. A proposta apresentada por eles prevê ainda reajustes nos valores dos Vales Refeição/Alimentação e Cesta Básica que, a partir da assinatura do acordo, passam de R$ 20 para R$ 21,50 e de R$ 110 para R$ 120, respectivamente, com pagamento retroativo a agosto de 2009. Em agosto do próximo ano, esses valores sobem para R$ 23 e R$ 130.
O diretor do Sindicato disse que a paralisação será mantida enquanto não houver negociação satisfatória entre as partes.
Segundo balanço divulgado pela Federação, somente o Sindicato de Bauru (SP) votou pelo fim da greve. A proposta da ECT foi rejeitada pelos sindicatos do Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Campinas (SP), Ceará, Espírito Santo, Goiás, Juiz de Fora (MG), Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins e Vale do Paraíba (SP).

POR DO SOL NA VILA



O site do amigo Tadeu de Souza, registrou uma imagem belissima da Amazonia, durante uma visita feita a Vila Amaônia, um lugar de muita história no município de Parintins. O Por do Sol na Vila, um espetáculo para os olhos.
Na Vila Amazônia, distante 20 minutos da cidade de Parintins de voadeira, é um lugar de muita história, passando pela imigração japonesa, entrando pela participação na comunidade da família comerciante de Manaus J.G.Araújo, até a chegada por Lá do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária.
Hoje a Vila Amazônia, onde está situado oProjeto de Assentamento Vila Amazônia, um dos maiores do Estado, é um distrito com bom centro urbano, escolas, com mais de mil famílias assentadas, produção diversificada, artesanato, farinha, banana, e turismo, além desse por do sol espetacular.

GUERRA CONTRA QUEIMADAS EM MANAUS


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) deflagrou, nesta manhã (18), a primeira campanha de prevenção às queimadas urbanas chamada de ‘Força-Tarefa’. Segundo o secretário Marcelo Dutra, para o desenvolvimento das ações um mapeamento foi feito em todas as zonas com base nas denúncias feitas ao órgão. Até a última quarta-feira (16), a secretária recebeu 415 denúncias de focos de queimada, sendo atendidas 336. O restante foi atendida durante a manhã e à tarde de hoje. As zonas Norte e Leste foram as que receberam maior número de denúncias. Marcelo Dutra informou que durante as ações, ficais da Semmas divididos em oito equipes, formaram um mutirão de atendimento às denúncias e prestaram informações educativas por meio da distribuição de folhetos, cartazes e abanadores, com dicas e orientações sobre como proceder para denunciar a existência de focos de queimada. De acordo com a gerente de fiscalização da Semmas, Nelcinda Fernandes, a maioria das denúncias se refere às queimadas de lixo doméstico e folhas, o que gera apenas notificações de orientação para os responsáveis. “Em casos de reincidência e sendo comprovada a prática da infração, o responsável é autuado”.
Além da campanha de conscientização de prevenção às queimadas urbanas, a Força-Tarefa, criada para intensificar a fiscalização deste tipo de crime, também atuará com trabalho educativo junto às escolas e associações comunitárias pela equipe de educação ambiental da Secretaria.(Semcom)

HOJE É DIA DE VACINAÇÃO INFANTIL


Manaus - A Prefeitura de Manaus realiza neste sábado (19) a 2ª Etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (Paralisia Infantil), com o tema “Não dá pra vacilar. Mais uma vez tem que vacinar”. A abertura será às 8h30, no Clube do Trabalhador do SESI, na Alameda Cosme Ferreira, São José, Zona Leste, com programação cultural para a criançada. Nos postos, a vacinação começa às 8h e vai até às 17h, sem intervalo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, uma estrutura gigantesca foi montada para garantir que todas as crianças de zero até cinco anos, em qualquer lugar da cidade, tenham acesso às gotinhas.
“O reforço é muito importante. Mesmo quem vacinou na primeira etapa não pode deixar de tomar a segunda dose. Por isso, estamos mobilizando mais de 4 mil servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que estarão divididos em 1.050 postos de vacinação, incluindo a área rural”, observou Deodato. Segundo ele, o objetivo da Semsa é repetir o sucesso da primeira fase da campanha, em junho, quando o município de Manaus conseguiu ultrapassar a meta de vacinação, imunizando 166.121 crianças. O número representa 98,77% da população alvo do município, que é de 168.188 crianças. “Vamos trabalhar para atingir 100%”, declarou o secretário.
Cada Distrito de Saúde (Disa) tem uma meta a ser cumprida. No Disa Leste devem ser vacinadas 43.325 crianças, no Norte, 45.554, no Oeste, 39.889, no Sul, 37.825 e no Disa Rural, onde foi realizada a pré-campanha de vacinação, devem ser imunizadas 1.595.
Haverá postos de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), Serviço de Pronto Atendimento (SPA), Policlínicas e Centros de Atenção Integral à Criança. As gotinhas também estarão disponíveis em locais de grande circulação de pessoas – terminais de ônibus, shoppings, supermercados, drogarias, igrejas, associações comunitárias e escolas. Equipes volantes estarão vacinando as crianças internadas em hospitais e estarão circulando nos bairros. A sede da Semsa, na rua Recife, também será posto de vacinação.
De acordo com a coordenadora da Divisão de Imunização da Semsa, Kássia Veras, a campanha nacional de vacinação foi criada para impedir que o vírus da pólio volte a circular no Brasil. “O vírus da poliomielite foi erradicado, mas a vacinação em massa é a única forma de evitar a reintrodução, uma vez que países da África e da Ásia ainda apresentam a doença”, destaca Kássia. Crianças de até cinco anos devem tomar todos os anos as duas doses de vacinação. “É muito importante levar a carteira de vacinação para o acompanhamento das doses”, completou.(Semsa)

DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS NO DIA DA ÁRVORE


Manaus - A Prefeitura de Manaus estará realizando a distribuição recorde de 25 mil mudas e uma grande festa na Avenida Grande Circular, na Zona Leste, para marcar a passagem, na próxima segunda-feira (21), do Dia da Árvore. A data terá como marco também o plantio de 600 mudas de espécies nativas ao longo da Avenida Grande Circular, entre a Bola do São José e a Bola do Produtor, no Jorge Teixeira, um trecho de aproximadamente 4,6 quilômetros que ganhará mudas com mais de 1,5 metro de altura de espécies nativas como a jutairana, açaí e pau pretinho. A primeira muda, de jutairana, será plantada de forma simbólica pelo prefeito Amazonino Mendes, marcando o início de uma nova fase naquela via, que tem como principal característica a ausência de verde.
Além do plantio, o prefeito fará também a entrega do Certificado Amigo do Verde, a algumas das 170 pessoas identificadas pela equipe de educação ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) como defensoras do verde tanto na Avenida Grande Circular como no entorno. Receberão o certificado José Wilson Alencar,morador do jardim Primavera, Marlene Lopes Campos, residente no Aleixo, Delcio Canuto Coelho, morador da Grande Circular. Um palco será armado na altura da Rua J15, São José 2, para concentrar as festividades. A distribuição das mudas acontecerá no local e também em 22 pontos diferentes da cidade, a exemplo das lojas do DB da Cidade Nova, Ponta Negra e Avenida Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba), escolas e universidades parceiras da Semmas, e em plena rua, em pontos de engarrafamento como nas avenidas Djalma Batista, Constantino Nery, Bola do Coroado e Avenida André Araújo. “O objetivo é sensibilizar o cidadão para a importância do verde e de se plantar e manter uma árvore”, explica o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Marcelo Dutra.(Semcom)