Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

ABIN abre concurso para jornalista e
 oferece salário de mais de R$ 10 mil 


Blog com informações de Educacar, Concursos e Graduações
Brasilia - A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) está com inscrições abertas para o concurso que tem uma vaga para o cargo de "Oficial Técnico de Inteligência - área de Comunicação Social - Jornalismo". O sálario oferecido ao jornalista é de R$ 10.216,12
Para concorrer a vaga é necessário apresentar o diploma de conclusão do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. A graduação tem que ser reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
O valor da taxa de inscrição, para a vaga de Jornalista é de R$ 100,00
Mais informações e inscrições no site do concurso.

Rio Solimões volta a secar


Blog com informações do CPRM
Manaus – O rio Solimões atinge nesta semana a marca de 71 centímetros durante uma das secas mais severas registradas no Amazonas. Este ano, o nível mais baixo foi registrado no dia 7 de setembro quando o rio apresentou a cota mínima de 36 centímetros negativos no município de Tabatinga (distante a 1.105 quilômetros de Manaus).
“No último dia 20, o nível começou a subir atingindo 1,17 metros, porém depois desta subida, houve o fenômeno do repiquete e o nível voltou a descer a 71 centímetros. A maior vazante registrada anteriormente foi em 2005, quando o nível havia ficado em dois centímetros”, disse geólogo do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Daniel Oliveira.
Segundo dados divulgados na última semana pela Defesa Civil do município, cerca de seis mil pessoas foram afetadas pela seca em Tabatinga.
Temperatura
Segundo o meteorologista do Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM), Renato Senna, nos últimos meses as temperaturas na região ficaram cerca de 2 º C acima da média.
“O mês de outubro é considerado de transição entre as estações seca e chuvosa e a previsão das temperaturas para o estado do Amazonas é de que se apresentem ligeiramente acima dos padrões climatológicos, no entanto, com o início do período de transição da estação seca para chuvosa, as ocorrências de chuvas deverão torna-se mais freqüentes, e a temperatura sofrerá uma ligeira queda durante a ocorrência da precipitação”, explicou.
Renato Senna disse ainda que em 2010, as chuvas no Estado apresentaram índices normais nos primeiros dois meses do ano, tendo alcançado índices abaixo da climatologia, no sul do Amazonas, nos meses de março e abril.
Eleições
A seca nos rios não deve prejudicar as eleições de domingo (3) no Amazonas, segundo o diretor geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Pedro Batista. Ele disse que a estiagem eleva os custos das eleições, mas não interrompe o processo eleitoral. Isso porque o TRE precisa organizar uma logística diferenciada para garantir a chegada das urnas e dos eleitores nos locais de votação.





AMAZÔNIA NA REDE

ESTÁ CHEGANDO. AGUARDE...
Helicóptero faz pouso de emergência 
em Santa Izabel do Rio Negro


 Régis Goes - TV Amazonas
Santa Izabel do Rio Negro, AM -  – Helicóptero da empresa JVC Táxi Aéreo teve que fazer um pouso de emergência no aeroporto do município de Santa Isabel do Rio Negro, a 630 quilômetros da capital. A aeronave viajava para São Gabriel da Cachoeira, a 1h30 de distância do município, onde iria ajudar no transporte de urnas eletrônicas para comunidades indígenas nas eleições do próximo domingo.
Segundo o piloto, que não quis se identificar, a aeronave apresentou indícios de pane no motor. Ele afirmou ter percebido um barulho estranho durante a viagem, sendo obrigado a pousar em Santa Isabel do Rio Negro. Por causa do problema, há a possibilidade da distribuição das urnas sofrer atraso.
O helicóptero prefixo PT-HNA deveria chegar ao destino às 13h desta quinta-feira (30). Um avião deverá chegar ao município para fazer o reparo na aeronave.



STF decide que eleitor só precisa de
um documento com foto para votar




Débora Zampioer - Agência Brasil
Brasília – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (30) que os brasileiros precisarão apresentar apenas um documento com foto na hora de votar. A decisão foi tomada em caráter emergencial, por 8 votos a 2, a partir de ação proposta pelo PT. Para o partido, a exigência de dois documentos era um exagero e poderia representar impedimento ao voto.
O julgamento foi paralisado ontem (29) por um pedido de vista do ministro Gilmar Mendes quando o placar estava em 7 a 0 a favor da ação proposta pelo PT. O julgamento foi retomado hoje com o voto de Mendes pela obrigatoriedade de apresentação dos dois documentos. “Uma nova alteração há três dias das eleições poderá gerar insegurança", disse Mendes.
Mendes ainda destacou que a ampla propaganda institucional feita em favor da apresentação dos dois documentos deixou o eleitor suficientemente informado sobre a exigência. Porém, Mendes afirmou que pode mudar de opinião no futuro, uma vez que os ministros apenas analisaram o pedido de medida cautelar (urgência) feito pelo PT, e não o mérito da questão.
O julgamento seguiu com o voto do decano Celso de Mello, que votou com a maioria. “O Estado não pode agir imoderadamente, pois a atividade governamental está condicionada ao postulado da razoabilidade”, afirmou. Para o ministro, os dois documentos são obrigatórios, mas só a falta daquele com foto pode proibir alguém de votar.
Por fim, o presidente da Corte, ministro Cezar Peluso, votou com Mendes pela apresentação dos dois documentos. “A decisão da maioria acabou de decretar a abolição do título eleitoral. Ele passa a ser um documento de recordação do local de votação”, disse Peluso. Para o presidente, a exigência do título e do documento com foto não é inconstitucional e é uma garantia contra possíveis falhas de identificação que possam ocorrer no local de votação. “Não se pode perder de vista que as máquinas falham, estamos cansados de saber. O registro também pode falhar. Não há excesso de cautela ao se exigir dois documentos”, concluiu Peluso.
A votação a favor da apresentação de apenas um documento com foto foi aberta ontem pela relatora da ação, ministra Ellen Gracie. “Não é cabível que [a não apresentação de dois documentos] se torne um impedimento ao voto do eleitor. Essa análise é ofensiva ao principio da razoabilidade, uma exigência desmedida”, disse a ministra. Ela foi acompanhada pelos ministros Antônio Dias Toffoli, Marco Aurélio Mello, Carlos Ayres Britto, Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski.







Emissão de Passaporte volta a funcionar

Bandnews
Brasília - Após uma falha no sistema da Polícia Federal, que prejudicou a retirada de passaportes nesta terça-feira em todo o Brasil, a emissão do documento já está normalizado segundo anunciou a Polícia Federal.
A informaçlão foi anunciada a poucos instantes pela Bandnews, deixando aliviada muita gente que precisa do documento para viajar.
As causas que mnotivaram a paralização de todo o sisgtema de emissão de Passaporte noi País, ainda estão sendo anlizadas e por isso, ainda não foram oficialmente divulgadas.



,
Dilma sobe 1 ponto na pesquisa e
ainda poderá vencer no 1º turno


Bandnews
S.Paulo - Dilma Rousseff subiu um ponto na nova pesquisa Datafolha. Com o resultado, aumentam as chances da eleição presidencial ser definida no primeiro turno. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos.
Ainda de acordo com a Pesquisa Datafolha, a cadidata Dilma Rousseff tem 52% dos votos válidos. Todos os outros candidatos tem juntos 48%. Com esse resultado, ela venceria a disputa ainda no primeiro turno. A pesquisa foi feita nos dias 28 e 29 de setembro. Foram ouvidos 13 mil e 195 eleitores.

Fiscalização apreende carne de 
caça e pirarucu em Santa Izabel

Fonte: Régis Góes - TV Santa Isabel

Santa Izabel do Rio Negro, AM- Agentes ambientais apreenderam 450 quilos de carne de animal silvestre e 290 quilos de pirarucu no município de Santa Isabel do Rio Negro, a 630 quilômetros de Manaus, capital do Amazonas.
A carga ilegal foi apreendida na comunidade São Francisco, distante 15 quilômetros da sede do município. Três pessoas foram detidas. A apreensão foi feita após denúncia anônima à Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santa Isabel do Rio Negro.
De acordo com Antonio Catarine, coordenador ambiental da Secretaria, o órgão vai oferecer denúncia ao Ministério Público contra as três pessoas detidas por comercialização ilegal de carne de animal silvestre e pirarucu, que podem ser penalizados a pagar R$ 500 e R$ 5 mil, respectivamente, por cada quilo.
O material apreendido foi doado para creches e escolas do município.





,
Rede Globo promove hoje debate com 
candidatos à Presidência da República 

Fonte:Rede Globo
Rio - A Rede Globo realiza nesta quinta-feira, dia 30, na Central Globo de Produção, no Rio de Janeiro, o debate com os candidatos à Presidência da República. A transmissão começa às 22h30, após a novela Passione. Estão convidados os quatro candidatos dos partidos com representação na Câmara: Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL).
Mediado por William Bonner, o debate terá cinco blocos: o primeiro e o terceiro, com temas determinados; o segundo e o quarto, com temas livres; e um último, para considerações finais. O posicionamento dos candidatos no estúdio foi definido por sorteio. Da esquerda para a direita, estarão José Serra, Marina Silva, Dilma Rousseff e Plínio de Arruda Sampaio. Os candidatos terão 30 segundos para perguntas, dois minutos para respostas, um minuto para réplica e um minuto para tréplica. Para o direito de resposta, que será analisado por Bonner e pela equipe de produção, o tempo será de um minuto.
As perguntas serão feitas sempre de candidato para candidato. Para que todos os candidatos perguntem e respondam ao menos uma vez em cada bloco, será seguido o método do matemático Oswald de Souza. Segundo essa regra, na abertura de cada bloco, o mediador sorteia o candidato que faz a primeira pergunta. O candidato sorteado então pergunta para candidato de sua livre escolha. O candidato que respondeu faz a próxima pergunta a qualquer debatedor que ainda não perguntou, nem respondeu, e assim por diante. O último a perguntar no bloco formulará a questão, necessariamente, a quem o iniciou. No bloco de temas determinados, a mecânica é a mesma, mas, antes das perguntas, o mediador sorteia o tema a ser abordado.
Se algum candidato faltar, em cada bloco, um dos candidatos presentes poderá relatar ao público a pergunta que faria ao ausente. Ele terá 40 segundos para fazer isso. Relatada a pergunta, ele deverá escolher um dos candidatos presentes para fazer outra pergunta. A partir desse ponto, seguem-se as regras já descritas. O lugar destinado ao candidato ausente ficará vazio, com uma placa com o nome dele.
Cada participante pode ser acompanhado por até 10 assessores, sendo que apenas dois deles terão acesso ao candidato no estúdio durante o debate. Além disso, cada um pode convidar até 25 pessoas para estar na plateia. Ao término do debate, os candidatos darão uma entrevista coletiva de cinco minutos na sala da imprensa. A ordem das entrevistas foi determinada por sorteio. A candidata Dilma Rousseff será a primeira a falar com a imprensa, seguida de Plínio de Arruda Sampaio, José Serra e Marina Silva.

Shopping Ponta Negra é lançado em Manaus

Portalamazonia
Manaus - O Shopping Ponta Negra, novo empreendimento comercial do Amazonas, foi lançado  em Manaus, em café da manhã para convidados e imprensa.
Durante o evento, os executivos da JHSR e incorporadora FPAR, sócios no projeto, apresentaram o conceito da obra. Localizado no bairro de mesmo nome, o shopping será construído em um local de forte apelo turístico, numa das regiões de maior crescimento imobiliário da cidade. De acordo com a assessoria, o empreendimento, previsto para ser inaugurado no 2º semestre de 2012, trará ao mercado de Manaus um conceito inovador.
Com projeto desenvolvido pelo escritório André Sá e Francisco Mota Arquitetos,o shopping contará com um mix de lojas, contemplando moda, lazer, entretenimento, gastronomia e serviços. Reunirá 12 salas de cinema , sendo uma em 3D e outras quatro vips da Rede Cinépolis, ao lado de praça de alimentação e restaurantes.
Fachada do Shooping Ponta Negra
O projeto do novo shopping de Manaus, prevê uma construção distribuída em 170 lojas. Os espaços comerciais estarão em três pisos, com área de 32 mil metros quadrados, com projeto de expansão de mais 46 mil metros.
O empreendimento também contará com 7 torres residenciais e um flat.
Entre as marcas de destaque do shopping estão a Etna, a Livraria Cultura, Bemol e a rede Cinépolis Vip, e outras importantes, como Riachuelo, Renner, C&A, Luigi Bertolli, Paquetá Esportes, Santa Lolla, Hitech, Vivara e Richards.
Segundo o Diretor de Expansão das lojas Etna, Heitor Soubihe, o entorno e a área de influência do empreendimento apresentam grande potencial de consumo. “É inegável o extraordinário potencial de mercado que o Shopping Ponta Negra terá para ser explorado", enfatiza.
Para o presidente da Livraria Cultura, Pedro Herz, o centro de compras nasce com um formato novo, completo e de grande qualidade para a cidade. “Somos muito exigentes quando escolhemos onde vamos abrir uma Livraria Cultura, pois procuramos locais únicos e projetos com elementos de diferenciação, que não sejam a repetição de um padrão comercial. Vamos fazer uma Livraria muito especial e um teatro que vai apresentar eventos constantemente, peças e tudo que for interessante para Manaus”, ressalta.
A inauguração do centro de compras está prevista para o 2° semestre de 2012 e comercialização será realizada pela JHSF e a Metro, especializada no desenvolvimento, planejamento e comercialização de shoppings e com atuação em importantes empreendimentos do País.
Durante as obras serão criados 2 mil empregos diretos e indiretos, sendo 2.500 após a inauguração.















,
Propaganda gratuita termina hoje

Blog -Agencia Brasil
Manaus  – O horário da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão termina nesta quinta-feira (30) em todo o país.
Além do tempo utilizado na campanha política, termina também amanhã o período para pedido da segunda via do documento eleitoral.
De acordo com a Lei, as campanhas nos veículos de comunicação de TV e rádio ficam suspensas a partir desta quinta-feira até o dia 3 de outubro. Caso haja segundo turno das eleições presidenciais ou ao Governo dos estados, a propaganda será retomada na próxima terça-feira (5).



ÚLTIMO DIA PARA A SEGUNDA
 VIA DO TÍTULO ELEITORAL
Blog com informações do TRE
Manaus - Desde as primeiras horas da manhã a concentração de eleitores em frente a sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no Aleixo, de eleitores em busca da segunda via do T´titulo de Eleitor, já era grande, neste último dia de atendimento para os retardatários.
Os plantonistas do TRE, esperam imprimir hoje mais de doismikl títulos. Nos últimosdias, segundo fotentes do TRE, mais de dois mil documentos foram expedidos. Hoje, o TRE atende até as 17 horas.
O eleitor que não votar e não tiver uma justificativa para o não comparecimento as urbas, se for servidor público, terá o recebimento do seu salário prejudicado, não poderá tirar documentos como Passaporte, participar de concursos públicas ou ingressar em universidades públicas.
Est ano, o eleitor terá que comparecer a sessão eleitoral munido do T´titulo e de um docuimento de identidade com foto, caso o Supremo não tornenula essa exigência de uma lei do ano passado, que deverá ser apreciado aianda no dia de hoje.
Emissão de passaportes continua
com problemas no país


Fonte: Agência Brasil - Daniella Jinkings

Brasília – A Polícia Federal (PF) informou ho que a falha técnica que deixou todas as suas superintendências no país sem o sistema de emissão de passaporte, desde o dia 27, ainda não tem previsão para ser resolvida.
Segundo a assessoria da PF, não houve prejuízos para as pessoas que haviam agendado atendimento, já que conseguiram tirar o documento. Mas novos agendamentos foram cancelados.
As causas do problema ainda estão sendo apuradas por técnicos da Divisão de Tecnologia da Informação do órgão. A PF disse que não comunicou o problema aos usuários com antecedência porque não esperava que o reparo fosse demorar.
Ainda não há um balanço sobre quantos passaportes deixaram de ser emitidos por causa do problema, mas a PF garantiu que as pessoas que têm urgência para tirar o passaporte não serão prejudicadas. Quem precisa do documento com urgência deve procurar a unidade da PF do estado com todos os documentos necessários, inclusive comprovantes dos compromissos no exterior, como passagens e inscrições em eventos. A PF garantiu que o documento será emitido na hora.
Desde o início do ano, a PF tem enfrentado problemas para normalizar o serviço de emissão e renovação de passaportes. Em março, a troca da empresa responsável pela coleta de dados para a emissão de passaportes provocou atrasos para a confecção do documento. No mês de julho, o crescente aumento da demanda contribuiu para atrasos de 80 dias para emissão do documento no estado de São Paulo.
A PF no Rio informou que hoje não é possível retirar os passaportes prontos, nem agendar a sua emissão, porque todas as etapas, desde a confecção à entrega, dependem do restabelecimento do sistema.





,
STF extingue recurso de Roriz contra ficha limpa


Fonte: G1
Brasilia - Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram nesta quarta-feira (29), por 6 votos 4, extinguir o recurso do ex-candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz, sem julgamento do mérito da questão. Barrado com base na Lei da Ficha Limpa pela Justiça Eleitoral, o ex-governador do DF recorreu ao STF.
A maioria dos ministros entendeu que, diante da renúncia de Roriz à disputa pelo governo do DF, a ação perdeu o objeto de debate. A Lei da Ficha Limpa veta a candidatura de políticos condenados em decisões colegiadas e que renunciaram a mandato eletivo para escapar de cassação.
Com a decisão do STF, a análise sobre a validade da ficha limpa para as eleições deste ano e sua aplicação será feita em outro recurso de candidato “ficha suja” que chegar ao Supremo.
Depois de dois dias de sessão na semana passada, o julgamento do recurso de Roriz no STF foi interrompido diante do impasse criado pelo empate em 5 votos a 5.
Antes de interromper a sessão, os ministros do STF aprovaram a chamada repercussão geral, determinando que a decisão sobre o caso servirá de precedente para processos semelhantes em instâncias inferiores. Na sessão desta quarta, os ministros mantiveram essa decisão por unanimidade.
Caso
A candidatura de Roriz foi impugnada porque ele renunciou ao mandato de senador, em 2007, para evitar um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética do Senado.
Na última sexta-feira (24), a falta de definição do STF levou o ex-governador a renunciar à candidatura ao governo do Distrito Federal. A coligação “Esperança Renovada” indicou como candidata, para substituir Roriz, a mulher dele, Weslian Roriz.
Com base na Lei da Ficha Limpa, Roriz estaria inelegível durante o restante do mandato e nos oito anos seguintes. Dessa forma, o ex-governador não poderia se candidatar até 2023, quando terá 83 anos.
O arquivamento do processo de Roriz permite que o STF ganhe tempo para resolver o impasse gerado pela divisão de opiniões no plenário. Metade dos ministros defendeu a aplicação imediata da lei e sua validade para condenações anteriores, conforme entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O restante entendeu que a lei não poderia retroagir e deveria obedecer ao princípio constitucional da anualidade, segundo o qual uma lei que modifica o processo eleitoral deve entrar em vigor um ano antes do pleito.
Recursos
Com o adiamento da discussão, há expectativa que o Supremo só volte a tratar o assunto depois da nomeação de um novo ministro para ocupar a vaga deixada por Eros Grau, que se aposentou em agosto.
Há outros dois recursos de candidatos barrados pela ficha limpa que já tramitam no STF, além de outras ações com pedidos de liminares contra a lei.
Condenado por compra de votos nas eleições de 2004, quando concorreu a vereador pelo município de Itapipoca (CE), o candidato deputado federal pelo Ceará Francisco das Chagas (PSB) foi barrado pelo TSE e recorreu ao Supremo.
Outro caso que pode significar a retomada do debate no STF é o recurso da candidata ao Senado pelo DF Maria de Lourdes Abadia (PSDB). Ex-governadora do DF, ela teve o registro negado pelo TSE por ter sido condenada, em 2006, por suposta compra de votos. Ela não teve o diploma cassado porque não se elegeu.





,

Servidor do Incra lança livro sobre
a estrutura fundiária de Rondônia

Blog com informações Ascom, INCRA-RO
Porto Velho, RO -O servidor do Incra/RO, engenheiro agrônomo José Lopes de Oliveira, publicou seu livro intitulado "RONDÔNIA - Geopolítica e Estrutura Fundiária" que aborda a atuação do órgão na criação do estado e de 50 dos atuais 52 municípios, e sua transformação sócio-econômica baseada na estrutura fundiária organizada a partir de 1970.
O autor evidencia a participação do Incra na atual conformação geopolítica de Rondônia, resgatando a história dos grandes projetos de colonização ou assentamentos que geraram os municípios, desde o pioneiro PIC Ouro Preto ao PA Buritis. Além disso, aborda a estrutura fundiária rural do estado constatando que Rondônia tem o menor índice de concentração de terras do país, com base nos registros do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR) acumulados até dezembro de 2007, comparando os dados de Rondônia com os da região Norte e do Brasil.
“Este resultado favorável a Rondônia tem como principal causa a política fundiária adotada pelo Incra, via assentamento de trabalhadores rurais sem terra, através dos projetos de colonização e assentamento, legitimação de posses e regularização fundiária, quer nas terras devolutas arrecadadas e retiradas da detenção dos antigos seringalistas, quer das terras particulares tituladas pelos estados do Mato Grosso e Amazonas desapropriadas para fins de reforma agrária”, afirmou o autor.
Devido a essa atuação do Incra, José Lopes demonstra que o estado possui atualmente em média 25% de suas terras destinadas a trabalhadores rurais sem terra, 6% destinadas à concorrência pública, 34% são áreas de regularização fundiária e 35% áreas indígenas e unidades de conservação.
O autor está há 33 anos no quadro de servidores do INCRA. Ingressou na autarquia no Projeto Integrado de Colonização Gy Paraná, cuja sede ficava na então Vila de Cacoal, hoje sede do município de Cacoal, onde atuou por seis anos (1977 a 1983) como técnico e também dirigente.
O livro possui 346 páginas, é uma publicação independente e pode ser adquirido diretamente com o autor (lopes.oliveira@pvo.incra.gov.br) ou na livraria Exclusiva, do Shopping Porto Velho.










,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Transporte Coletivo gratuíto
no domingo das eleições 

Blog com informações da CMM
Manaus - A exemplo das eleições anteriores, a população não pagará passagem de ônibus na capital. Hoje a  Câmara Municipal, aprovou  projeto de lei que garante a gratuidade do transporte coletivo no dia das eleições, 3 de outubro. Diante disso,  a Prefeitura de Manaus determinou que toda a frota de ônibus convencional permaneça em operação para atender aos usuários. A circulação dos coletivos será fiscalizada pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), nova denominação do IMTT.
A gratuidade nos coletivos começa às 4 da manhã de domingo e se estende até às 23h59 do mesmo dia. Mil e duzentos ônibus das sete empresas operadoras do sistema coletivo convencional vão circular na cidade, cumprindo as rotas tradicionais. Os veículos dos sistemas Executivo e Alternativo não fazem parte do programa da gratuidade no dia das eleições.
Sessenta fiscais da SMTU acompanharão a saída dos ônibus desde as garagens até a circulação dos veículos nos terminais e principais corredores, observando o cumprimento da frota e dos itinerários. Uma equipe do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai atuar em parceria com a Prefeitura de Manaus para verificar o cumprimento da gratuidade.
No dia 3 de outubro, os usuários do transporte coletivo convencional vão passar normalmente pela catraca. Grávidas, idosos e portadores de necessidades especiais entram pela porta dianteira. A gratuidade será repetida caso ocorra eleição no segundo turno.





 Camargo Correa divulga nota acidente da Ponte 

Com informações da Camargo Correa
Manaus A Construtora Camargo Correa lamenta informar o falecimento do colaborador Josias dos Santos Vieira, ocorrido na tarde desta terça-feira (28/09), quando uma viga da estrutura da ponte sobre o Rio Negro, durante a operação de posicionamento, caiu na água. A empresa está prestando total assistência à família do falecido e já deu início à investigação das causas e circunstâncias do acidente, em colaboração com as autoridades.
A Camargo Corrêa informa também que três colaboradores sofreram ferimentos sem gravidade, tendo sido atendidos e medicados.

CRESCE A MOVIMENTAÇÃO
TURÍSTICA  NO ESTADO

Blog com informações da Amazonastur
Manaus - Cresce o número de turistas que visitam o Amazonas. A informação é da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (AMAZONASTUR) divulgada nesta terça-feira ( 28). De acordo com os dados, 411.935 turistas visitaram ao Amazonas nos oito primeiros meses de 2010, conforme as Fichas Nacionais de Registros de Hóspedes (FNRH) e os Boletins de Ocupação Hoteleira(BOH), superando o mesmo período de 2009, que foi de 395.758, obtendo um crescimento de 4,09%.
“Com esses dados estamos comemorando essa data tão importante para este setor que é uns dos que mais emprega no mundo, deixando até a indústria do petróleo para trás”, disse a presidente da AMAZONASTUR, Oreni Braga.
Segundo Oreni, esses números apontam para um crescimento vertical do fluxo turístico estrangeiro que visitou o Amazonas nos últimos meses, apresentando uma participação de 41% no fluxo total que foi de 411.935. “Se comparando com o perce atual apresentando pelo fluxo internacional no ano de 2003, que foi de 25,33%, houve um crescimento
de 61,78%. Esse crescimento é reflexo das ações de promoção do Amazonas como o ‘Destino Verde do Brasil’ no mercado internacional, de forma profissional e efetiva”.
Até agosto deste ano cerca de 186.141 turistas residentes no Brasil e 170.107 residentes no exterior visitaram o Estado. “Houve também um fluxo de 55.687 pessoas que não especificaram sua procedência”, informou a titular da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas.
Oreni informa ainda que até o final de 2010 mais de 620 mil turistas devem visitar o Amazonas. “Mantendo a média mensal de turistas do período de janeiro a agosto de 2010, que é de 51.492 turistas, no último quadrimestre do ano, o fluxo final de turistas será de 629.161. Esse volume representará um crescimento de 12% do volume de turistas em relação a 2009, quando o volume final totalizou 561.751”, explicou.











,
Eleitor tem até amanhã para
pedir segunda via do título

Agência Brasil
Brasilia - Os eleitores que perderam o títulode eleitor têm até amanhã (30) para pedirem a segunda via do documento eleitoral. Para isso, a pessoa tem que ir a um cartório eleitoral com um documento oficial de identificação com foto. A Justiça Eleitoral não aceita as certidões de casamento ou de nascimento.
Resolução do Tribunal Superior Eleitoral determina que na hora de votar o eleitor apresente, além do título, um documento oficial com foto.
A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão também termina amanhã. De acordo com a Lei Eleitoral, a propaganda será retomada na próxima terça-feira (5) em todo o Brasil caso haja segundo turno das eleições presidenciais ou apenas nos estados onde houver segundo turno para governador.

,
AMAZÔNIA NA REDE

ESTÁ CHEGANDO. AGUARDE... 
Perda de sede da Copa de 2014 para o
Amazonas agitou  o debate eleitoral no Pará

D24am
Belém, PA - A governadora Ana Júlia Carepa (PT), que disputa a reeleição, atribuiu a perda a "critérios da Fifa".
A  Governadora Ana Júlia Carepa tenta a reeleição no Pará. Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil Belém - A perda pelo Pará da subsede da Copa do Mundo de 2014 para o Amazonas foi o tema predominante do último debate entre os quatro candidatos ao governo paraense promovido pela TV Liberal, afiliada da Rede Globo. A governadora Ana Júlia Carepa (PT), que disputa a reeleição, atribuiu a perda a "critérios da Fifa". Segundo ela, o Estado possuía um dos melhores projetos para sediar o mundial, embora tenha sido "injustiçado".
O candidato e ex-governador Simão Jatene (PSDB), que tenta voltar ao poder e lidera as pesquisas de intenção de votos, disse que Ana Júlia confiou apenas no fato de "ser amiga de Lula", para trazer a Copa para o Pará, mas isso não foi suficiente.
Domingos Juvenil (PMDB) e Fernando Carneiro (Psol) preferiram atacar os governos do PT e do PSDB, responsabilizando a ambos pela Copa ter ido para o Amazonas. Na réplica, Carneiro disse que a falta de investimentos em infraestrutura na cidade de Belém foi a principal causa de o Pará ficar sem jogos da Copa.
Outros dois temas que provocaram cutucadas e ironias entre os candidatos foram desmatamento e saúde. Carneiro acusou governos passados pelo fato de o Pará ser o líder de desmatamento em toda a Amazônia. Jatene respondeu que o problema é histórico e está ligado a um modelo de ocupação "imposto pelo governo federal".
A Amazônia, segundo Jatene, foi ocupada desordenadamente para explorar seus recursos naturais. Ele explicou que o macrozoneamento econômico e ecológico foi a solução encontrada pelos governos tucanos para solucionar parte do problema. Carepa acrescentou que no governo petista algumas providências foram tomadas para redução do desmatamento, incluindo políticas de amparo aos pequenos trabalhadores rurais e ampliação da reforma agrária.
A governadora rebateu as críticas de que o Pará é o quarto Estado mais violento do País, afirmando que embora tenha recebido de Jatene uma segurança pública "sucateada, com viaturas quebradas e policiais sem armamento", investiu no setor contratando novos policiais e adquirindo armamento moderno. "A população agradece quando eu visito as cidades e os bairros, dizendo que agora ela vê policiais e viaturas nas ruas", arrematou Carepa.

APROVADO CONCURSO PARA
A FUNDAÇÃO DR. THOMAZ


Fonte: CMM - Gabriel Andrade
Manaus -  O plenário da Câmara Municipal de Manaus aprovou em segunda discussão nesta terça-feira (28) o projeto de lei do Poder Executivo que cria 277 cargos de provimento efetivo no quadro de pessoal da Fundação de Apoio ao Idoso Dr. Thomas , sendo 75 cargos de nível superior (analista municipal) com vencimento de R$ 415,00 e gratificação de R$ 1.660,00, e 202 cargos de nível médio (técnico municipal), com vencimento de R$ 415,00 e gratificação de R$ 435,00. Todas as vagas serão preenchidas por concurso público, ainda sem data definida para ser realizado.
Na mensagem em que encaminhou o projeto de lei à CMM, o prefeito Amazonino Mendes (PTB) explicou que o objetivo é proporcionar a expansão do quadro de pessoal da Prefeitura através de concurso público, em razão da necessidade de novos profissionais para a execução das atividades da Fundação Dr. Thomas, cujo serviço vem sendo realizado por servidores contratados sob a égide do Regime de Direito Administrativo (RDA) e por profissionais readaptados, muitos deles em processo de aposentadoria. No entendimento do prefeito, os profissionais a serem contratados por concurso promoverão às pessoas assistidas pela Fundação, atendimento de qualidade para garantir melhor expectativa de vida no sentido de inclusão social, bem-estar físico e menta, promoção da saúde e desenvolvimento intelectual e humano.
Na opinião do presidente da CMM, vereador Luis Alberto Carijó (PTB), o projeto atende às necessidades técnico-profissionais da Fundação, que há muitos anos carece de pessoal especializado para prestar atendimento adequado às pessoas da melhor idade que são assistidas pela entidade municipal.
O projeto de lei aprovado hoje pela Câmara prevê o preenchimento de vagas em diversas especialidades médicas e, também, na área administrativa. Os cargos de nível superior são: Administração (02 vagas), Assessoria Jurídica (02) Serviço Social (15), Contabilidade (02), Enfermagem (12), Farmácia (02), Fisioterapia (05), Fonoaudiologia (01), Cardiologia (01), Clínica Geral (01), Dermatologia (01), Gerontologia (01), Nutrição e Dietética (05), Orientação Artística (02), Orientação Cultural (02), Orientação Desportiva (10), Orientação Musical (02), Psicologia (05), Informática (02) e Terapeuta Ocupacional (02).
Os cargos de nível médio são: Administração (40 vagas), Açougue (02), Informática (05), Motoristas (06), Copa/Cozinha (15), Preparo de Alimentos (06), Cuidados com Idosos (90), Enfermagem (16), Lavanderia (14), Manutenção Predial (02), Manutenção Elétrica (02) e Supervisão Nutricional (04).






Copa 2014
BNDES FAZ MAIS EXIGÊNCIAS
PARA LIBERAR FINANCIAMENTO

Blog - TCU
Brasilia -  O Governo do Estado terá mais uma queda-de-braço para conseguir dinheiro do BNDES para financiar as obras que Manaus precisa para a Copa do Mundo de 2014. O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) exija o orçamento completo dos projetos das obras da Copa de 2014. A proposta apresentada pelo interessado em financiamento deve permitir a avaliação de custos e a identificação dos métodos e prazos de execução das obras. O TCU ainda recomendou que, ao analisar os projetos, o BNDES verifique se o cronograma físico-financeiro é exequível.
O banco deverá comunicar ao Tribunal as solicitações de financiamentos de estádios e os desembolsos em relação aos créditos que vierem a ser concedidos pelo Programa ProCopa Arenas e pelo Transcarioca, projeto de corredor de ônibus na cidade do Rio de Janeiro que pretende ligar a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim.
O trabalho do TCU foi feito com o objetivo verificar a regularidade da concessão de empréstimos ou financiamentos pelo BNDES aos governos estaduais e municipais para as obras relacionadas à Copa do Mundo de Futebol de 2014. O ministro Valmir Campelo foi o relator do processo. Cabe recurso da decisão.



Bancários do Amazonas entram em greve

TV Amazonas
Manaus -  Bancários do Amazonas prometem parar os trabalhos a partir desta quarta-feira (29), por tempo indeterminado. A reivindicação é pelo reajuste salarial de 11%, sendo 6% referentes à inflação e 5% de ganho real. A greve foi decidida durante a última assembleia da entidade, realizada nesta terça-feira (28).
Segundo o presidente do Sindicato dos Empregados dos Estabelecimentos Bancários do Amazonas (Seeb/AM), Nindberg Barbosa, o último reajuste não agradou a categoria. "Não há como negar a insatisfação dos bancários com o reajuste que foi dado pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em 22 de setembro. Foram 4,29% e desde então não foi marcada nenhuma nova reunião. Quem faz a greve não são os bancários, mas os banqueiros”, disse.
Cerca de mil bancários participarão nesta quarta-feira da manifestação, que se concentrará na frente das agências da Caixa Econômica Federal nas ruas Barroso e Guilherme Moreira, ambas no Centro em Manaus.
Nindberg Barbosa destaca que 100% dos serviços bancarários serão bloqueados. Como alternativa, a única opção para quem precisar efetuar saques, pagamentos ou depósitos devem ser as casas lotéricas e os auto-atendimentos dos caixas eletrônicos.




Omar e Alfredo trocam farpas
no último debate na TV

Portal Amazônia
Manaus -  Omar Aziz (PMN), Alfredo Nascimento (PR) e Hissa Abrahão (PPS) participaram na noite desta terça-feira (28) do debate na TV Amazonas. Os três candidatos mais bem colocados nas pesquisas de intenções de votos apresentaram propostas para o futuro Governo e trocaram farpas e acusações. O confronto iniciou por volta das 21h40 e foi mediado pelo jornalista da Rede Globo e apresentador do jornal SPTV Segunda Edição, Carlos Tramontina.
Primeiro bloco
No primeiro bloco foram discutidos os temas Segurança, Zona Franca de Manaus e Saúde. Alfredo foi sorteado para iniciar a rodada de perguntas, começando por Omar, que foi questionado sobre a atual situação do Amazonas na área. Omar lembrou a experiência como secretário de segurança e citou o programa Ronda no Bairro. Na réplica, Alfredo destacou que vai abrir concurso público para aumentar o contingente da Polícia e valorizar a prevenção.
Omar perguntou para Hissa Abrahão sobre a ZFM. Em resposta, Hissa afirmou que lutar pelo Polo de Manaus não é simplesmente prorrogar a vigência do benefício, mas também desburocratizar a Alfândega, cobrar melhorias na internet banda larga e energia elétrica no Estado, além de reforçar o trabalho com as micro e pequena empresas e ampliar o aeroporto, que ele chamou de medíocre. Omar defendeu a expansão da Zona Franca também para a região metropolitana de Manaus.
Na terceira rodada de perguntas, Hissa perguntou para Alfredo sobre saúde. Alfredo lembrou o programa Médico da Família e afirmou que vai reestabelecer o programa em todo o Estado. Ele defendeu também a criação de Hospital de Clinicas nas zonas Norte e Leste da capital para acabar com a superlotação e diminuir a demora nos atendimentos. Em réplica, Hissa lembrou que o Amazonas tem o maior orçamento proporcional do Brasil, mas registra uma baixa quantidade de médicos por número de habitantes. Hissa defendeu também a criação de hospitais de média complexibilidade nas cidades pólo do interior do Estado.
Segundo bloco
No segundo bloco, os temas mais fortes foram a Copa de 2014, mobilidade urbana e independência política. Omar direcionou a pergunta para Alfredo sobre o projeto do Fun Park, uma das exigências para o Mundial de Futebol. Alfredo lembrou que os projetos da Copa têm o poder de mudar a vida das pessoas e que, para isso, é preciso aproveitar a Copa para fomentar estrutura para turismo na cidade de Manaus, criando um forte mercado na área, fortalecendo a geração de empregos. Omar voltou à pergunta e afirmou que vai construir três unidades do Fun Park, sendo duas em Manaus e uma no município de Iranduba, em uma estrutura pronta para receber 30 mil pessoas em dias de jogos. Em tréplica, Alfredo, que já havia destacado a sua importância para a escolha de Manaus como subsede do Mundial, afirmou que vai cumprir os 26 itens exigidos pela Fifa.
Na segunda rodada de perguntas do segundo bloco , Alfredo perguntou para Hissa sobre infraestrutura e mobilidade urbana. Hissa falou da criação do shopping dos camelôs e da restauração do centro histórico de Manaus, tomando exemplos como a Lapa, no Rio de Janeiro, e a Estação das Docas, no Pará. Para os problemas do transporte público, Hissa destacou a importância de parcerias, afirmou que vai comprar metade de frota que se tem por valor menor que o atual e vai firmar a tarifa em um valor “justo” e com qualidade. Sobre os camelôs, Alfredo chamou de injusta a atual situação da categoria, colocando a responsabilidade da construção do shopping popular sobre a Prefeitura e o Governo.
Hissa questionou Omar Aziz sobre o modo de governo do candidato. Indagou se ele não seria uma "parte de cada trabalho como vice de Alfredo e Omar em campanhas passadas". Em resposta, Omar lembrou que também foi vereador, secretário de obras, segurança e deputado estadual. Falando da experiência no Governo, voltou a defender a continuidade do atual plano de Estado. Em réplica, Hissa afirmou que vai dar continuidade a bons projetos, mas que tem personalidade para mudar. Ele disse ainda esperar que o próximo governador tenha independência e “não fique na sombra de ninguém”.
Terceiro bloco
No terceiro bloco do debate os temas foram sorteados. Hissa foi o nome escolhido. Ele perguntou para Alfredo sobre educação. Questionou a proposta para fortalecimento e ampliação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Alfredo citou o investimento do Estado na área da educação, afirmando que é preciso aumentar os repasses, qualificando e pagando melhor os professores. Já Hissa disse querer dobrar o número de vagas da UEA e, em consequência, melhorar a qualidade de vida no Estado. Em tréplica, Alfredo reafirmou que o atual Governo não deu atenção à educação.
Emprego e renda foi o tema sorteado na segunda rodada de perguntas, feitas pelo candidato Alfredo Nascimento a Omar Aziz. O candidato do PMN afirmou que vai valorizar a capacitação da população do interior, dobrando o número de vagas do Cetam e valorizando o desenvolvimento sustentável, como a subsidiação da juta. Alfredo disse que Omar estava “muito bem treinado” para discursar, mas que o que diz não faz parte da realidade do Estado. O ex-ministro disse que o interior do Amazonas está abandonado. Ele também reafirmou que a ZFM precisa ser preservada, expandindo para outras áreas. Alfredo destacou também a importância da criação de um polo naval no Estado. Em resposta, Omar atacou, afirmando que Alfredo não cumpriu nenhuma promessa como Senador Federal.
A terceira rodada seguiu com o tema de transporte. Questionado por Omar sobre o sistema Viário de Manaus, Hissa propôs a abertura de novas vias, com a implantação de novas idéias e injeção financeira. Omar lembrou obras como Avenida Max Teixeira e citou a importância da melhoria dos eixos estruturantes para a remodelação do transporte. Para minimizar os altos valores da tarifa do ônibus, o atual governador disse que o incentivo do ICMS deve funcionar para que passagem não fique ainda mais cara. Em réplica, Hissa lembrou propostas apresentadas por ele na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e disse que vai apontar caminhos para resolver os problemas. Sobre o incentivo citado por Omar, Hissa afirmou que somente o incentivo de impostos não será capaz de resolver o “caos” do transporte coletivo de Manaus.





terça-feira, 28 de setembro de 2010

Quatro feridos e um desaparecido
em acidente na  ponte do rio Negro

Blog com informações da TV Amazonas
Manaus  – Um grave acidente na obra da ponte sobre o rio Negro deixa quatro trabalhadores feridos em Manaus.Os bombeiros procuram por um homem desaparecido no rio.
Segundo informações da TV Amazonas, o incidente aconteceu durante o transporte de uma viga da construção que teria se soltado e atingido funcionários na área.
O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já estão no local fazendo o atendimento aos feridos. Uma motolância, quatro ambulâncias, e uma "ambulancha" são usados no resgate.
O Samu já removeu dois trabalhadores para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro São Raimundo, zona Oeste de Manaus. Outros dois feridos são atendidos pelo serviço móvel no local.







 CMM aprova  serviço público
 de transporte coletivo Manaus   

 Blog - Assessoria
Manaus - A Câmara Municipal de Manaus aprovou ontem parecer favorável da Comissão de Transporte, Viação e Obras Públicas, da Casa, ao Projeto de Lei de autoria do Executivo Municipal, para outorgar, mediante concessão ou permissão, o serviço público de transporte coletivo de passageiros em Manaus. O projeto recebeu seis emendas apresentadas pelos vereadores José Ricardo (PT) e Marcelo Ramos (PSB) e voltará para a análise da Comissão.
A primeira emenda inclui o parágrafo único ao Artigo 5º do Projeto, com a seguinte redação: "Os reajustes na tarifa do transporte coletivo, somente serão autorizados, mediante apresentação de planilha de custos, audiências públicas, debates prévios e justificativas, com prazo mínimo de trinta dias, após sua publicação".
A segunda emenda inclui o Inciso VII ao artigo 4º com a seguinte redação: "Fica assegurado aos usuários do serviço de transporte coletivo de Manaus o ressarcimento imediato e integral da tarifa paga, em moeda corrente ou em crédito no cartão de vale-transporte e estudantil, nos casos de interrupção ou não conclusão da viagem".
Outra emenda apresentada pelos oposicionistas inclui o parágrafo terceiro ao Artigo 3º: "Na audiência pública, o Poder Executivo encaminhará convite ao Ministério Público do Estado e ao Sindicato dos Rodoviários e ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), onde deverá ser apresentado o parecer do Conselho Municipal dos Transportes sobre a proposta do Poder Executivo".
A quarta alteração é proposra no parágrafo primeiro do Artigo 3º: "O processo licitatório será iniciado por audiência pública convocada pelo Poder Executivo, com ampla divulgação em que usuários e todos os interessados terão acesso e direito a todas as informações e manifestações pertinentes".
Outra emenda modifica o Artigo 6º: "O Poder Concedente poderá criar, alterar, extinguir itinerários bem com implantar novos serviços públicos, com política tarifária apropriada, conforme a necessidade e a conveniência dos usuários do Sistema de Transporte, mediante audiências públicas, consulta ao Conselho Municipal de Transporte e autorização da Câmara Municipal, observadas as regras fixadas e definidas nos termos das concessões outorgadas pelo município".
A sexta e última emenda modifica o Artigo 5º com a redação: "O serviço público de transporte coletivo de passageiros será remunerado pelos usuários, mediante o pagamento de tarifa fixada por ato do Chefe do poder Executivo, autorizado pela Câmara Municipal de Manaus, compatível com o custo global do serviço, considerados sua qualidade, sua eficiência e seu aprimoramento técnico".



PF apreende R$ 88 mil
com vereador de Amaturá

Manaus - A Polícia Federal apreendeu na manhã de hoje (28) a quantia de R$ 88 mil com o presidente da Câmara Municipal de Amaturá, Siriaco Silva Gomes. A polícia suspeita que o dinheiro seria usado para compra de votos no município.
De acordo com o delegado responsável pela apuração de crimes eleitorais da PF, Roberto Câmara, a abordagem ao vereador ocorreu às 7h de hoje, no Porto de Manaus, no Centro. A polícia chegou a Siriaco após uma denúncia anônima registrada na noite de ontem (27). Ele tentava embarcar em uma lancha para Amaturá
O vereador alegou que o dinheiro era destinado ao pagamento de vereadores da Câmara Municipal, mas segundo as investigações, a folha de pagamento da Casa era de apenas R$ 25 mil.
O montante de notas de 10, 50 e 100 reais foi encontrado dentro de cinco pacotes com nomes dos destinatários. Além das cédulas, adesivos, bandeiras, botóns, carteiras de identidade e contracheques dos funcionários da Câmara Municipal de Amaturá também foram apreendidos. Os proprietários dos RG’s serão investigados.
“Notas de pequeno valor evidencia o interesse em práticas ilícitas. Circular com material de campanha e R$ 88 mil às vésperas da eleição é algo que no mínimo deve ser apurado, ainda mais sendo aproximadamente R$ 50 mil em cédulas de R$10”, disse o delegado.
Liberação
Segundo Câmara, o vereador será liberado ainda hoje devido a ausência de flagrante do crime eleitoral. Para o delegado, também não cabe a instauração de inquérito na PF, pois a denúncia será julgada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM).
O dinheiro e o material de campanha apreendidos serão entregues a presidente do TRE/AM, desembargadora Maria das Graças Figueiredo. O dinheiro ficará sob a guarda da Justiça até o fim do processo eleitoral.
Justiça suspende programa de candidato
comunista supostamente laranja

Manoreporter
Brasilia - Suspeito de ser ‘laranja’ de Vanessa Grazziottin, Francisco Castelo (PCB) está impedido de falar na propaganda eleitoral por ofender Arthur Neto.
O juiz da Propaganda Eleitoral Wellinton José de Araújo determinou a suspensão imediata da propaganda eleitoral gratuita do candidato ao Senado da República, Francisco Castelo (PCB) por veicular em seu tempo de programa informações descontextualizadas contra o senador Arthur Virgílio Neto (PSDB), candidato à reeleição. A decisão acatou um pedido da coligação de Arthur em forma de medida liminar a menos de três dias de encerrar o prazo para a transmissão da propaganda eleitoral gratuita.
No início deste mês, o próprio Arthur disse que suspeitava que Castelo estivesse trabalhando para outro candidato. ao Senado Nas três últimas eleições para o Governo do Amazonas, o PCB sempre esteve ao lado do PCdoB, presidido pela candidata ao Senado, deputada Vanessa Grazziottin.
Em seu despacho, o magistrado afirma que Castelo se utilizou de um recurso denominado de ‘trucagem’, quando se omite informações sobre um determinado vídeo com informações deturpadas e diferentes do que o interlocutor desejou transmitir. Ainda segundo o juiz, Francisco Castelo induz o eleitor ao erro ao colocar discursos de Arthur no Senado sem mostrar o contexto da manifestação.
Wellinton justificou a concessão da liminar dizendo que a propaganda de Castelo estava sendo veiculada de tal tão descontextualizada que poderia gerar confusão na cabeça mental do eleitor e desequilíbrio entre os candidatos ao Senado pelo Amazonas.
Em todos os seus programas, Castelo não apresentou uma proposta parlamentar específica à função de Senador e muito menos explicou a realidade do Estado junto ao Senado. O candidato limitou-se a veicular propagandas ofensivas contra Arthur sem explicar exatamente o que o candidato tucano queria falar em seus discursos.



Justificativa eleitoral pode
ser preenchida pela Internet


Agência Brasil
Brasilia - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou mais uma ferramenta que vai facilitar a vida dos eleitores que estarão fora do domicílio eleitoral no dia das eleições no primeiro e segundo turnos. É o preenchimento on-line e a impressão do Requerimento de Justificativa Eleitoral.
Para acessar o documento, o eleitor deve entrar na página inicial do TSE, clicar no link Serviços ao Eleitor e depois em Justificativa Eleitoral. O tribunal ressalta, no entanto, que o eleitor só deve assiná-lo na presença de um mesário, no dia da votação, nos locais destinados ao seu recebimento.
Na entrega do requerimento, o eleitor deve apresentar o título ou um dos seguintes documentos com foto: carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente (identidades funcionais), certificado de reservista, carteira de trabalho e carteira nacional de habilitação.
O eleitor que não puder realizar a justificativa no dia da votação tem até 60 dias após o pleito para entregar o requerimento em qualquer cartório ou posto de atendimento eleitoral. Além disso, ainda pode encaminhá-lo, via postal, ao cartório da zona eleitoral onde for inscrito.
O cidadão que não votar nem justificar fica impedido de tirar passaporte, inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, ou empossar-se neles, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obter certidão de quitação eleitoral.



Ficha Limpa
Ministros do STF criaram o
 impasse e agora querem sair dele 

Débora Santos - G1, em Brasília
Brasilia -  O relator do recurso do ex-candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC) no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, afirmou nesta segunda-feira (27) que os ministros querem buscar uma solução para o empate, em 5 votos a 5, resultado do julgamento sobre o registro de Roriz e a validade da Lei da Ficha Limpa.
“Todos nós ministros queremos é sair desse impasse. Vamos ver que fórmula encontraremos de saída desse impasse. Vamos aguardar. O importante é que vamos sair do impasse”, afirmou Ayres Britto. O julgamento será retomado nesta quarta-feira (29).
Todos nós ministros queremos é sair desse impasse. Vamos ver que fórmula encontraremos de saída desse impasse. Vamos aguardar. O importante é que vamos sair do impasse"Carlos Ayres BrittoBarrado pela ficha limpa pelo Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Roriz recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF). Após dois dias de sessão, a votação sobre o registro de candidatura de Roriz e a validade da ficha limpa terminou empatada e o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, decidiu interromper o julgamento.
Quatro vezes governador do DF, ele foi impugnado porque renunciou ao mandato de senador, em 2007, para escapar de um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética do Senado. A Lei da Ficha Limpa veta candidatura de políticos condenados em decisões colegiadas ou que tenham renunciado a mandato eletivo para escapar de cassação.
Diante da indefinição do STF, na última sexta-feira (24), Roriz desistiu de concorrer e o partido anunciou como substituta a mulher dele, Weslian Roriz. Com a desistência de Roriz, para alguns ministros do STF, o recurso teria perdido o objeto e deveria ser arquivado.
Esposa de Roriz entra com pedido de candidatura no TRE-DFApós dez horas, julgamento sobre ficha limpa no STF termina empatadoEntre as alternativas para solucionar o impasse, já rejeitada por Peluso, seria o voto de desempate do presidente do STF, que durante o julgamento se posicionou a favor do registro de Roriz e contra a aplicação da ficha limpa.
Segundo o relator do caso, o chamado voto de qualidade – que desempataria o julgamento – não precisaria necessariamente seguir a mesma linha já demonstrada por Peluso.
“Se ele [Peluso] tiver direito aos dois votos, o voto de qualidade obedece a outros parâmetros. Ele pode descoincidir com o voto de quantidade. Então ninguém estranhe se, por exemplo, ele decidir votar e votar numa outra direção”, disse Ayres Britto.
Outra saída seria aguardar a nomeação de um novo ministro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Desde agosto, quando Eros Grau se aposentou, o plenário está com 10 titulares. Além disso, há ministros que defendem a manutenção do entendimento do TSE, segundo o qual a ficha limpa vale para este ano.
Validade
Em visita ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), nesta segunda-feira, o ministro do STF e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), voltou a defender a validade da ficha limpa para estas eleições.
Lewandowski disse que, enquanto não houver a nomeação do novo ministro do STF, “esse impasse continuará valendo”.“A jurisprudência do TSE é amplamente majoritária no sentido de que a lei vale para essas eleições e que se aplica a fatos pretéritos. Esse entendimento prevalece até que o Supremo eventualmente o modifique. É importante assinalar que até o momento essa lei não foi considerada inconstitucional, não foi derrubada no STF. A constitucionalidade está confirmada por seis a quatro. Se o novo ministro for contra, no máximo teremos seis a cinco, ou seja, não tem como ser considerada inconstitucional”, disse o presidente do TSE.



Dilma cai, Serra para,  Marina sobe e
 ameaça levar eleição para o 2º turno

Do G1, em São Paulo
S. Paulo - Pesquisa Datafolha divulgada  pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com 46% das intenções de voto. O candidato do PSDB, José Serra, aparece com 28%, e Marina Silva, do PV, tem 14%, segundo o levantamento.
Considerando a margem de erro da pesquisa, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Dilma pode ter de 44% a 48%, Serra, de 26% a 30%, e Marina, de 12% a 16%.
De acordo com a pesquisa, brancos e nulos somaram 4%, e indecisos, 7%.
Se a eleição fosse hoje, o índice da candidata do PT pode não ser suficiente para elegê-la presidente no primeiro turno. Considerando os votos válidos - em que se exclui os votos em brancos e nulos -, Dilma perdeu três pontos percentuais: recuou de 54% para 51%. Levando em consideração margem de erro, ela teria entre 49% e 53%. Para vencer a eleição no primeiro turno a candidata petista precisa de 50% mais um voto.
Ainda considerando os votos válidos, Serra teria 32%, e Marina, 16%.
Segundo o Datafolha, Dilma oscilou negativamente em todos os estratos da população, nos cortes por sexo, região, renda, escolaridade e idade.
Dentre os outros candidatos - Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB), Plínio (PSOL), Rui Costa Pimenta ( PCO) e Zé Maria (PSTU) - nenhum atingiu 1% das intenções de voto.
Foram realizadas 3.180 entrevistas em 202 municípios nesta segunda-feira (27). A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 32913/2010.
Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada na última quarta-feira (22), Dilma aparecia com 49%, Serra, com 28%, e Marina, com 13%.
Segundo turno
Na simulação de segundo turno feita pelo Datafolha, Dilma aparece com 52% (de 50% a 54%, considerando a margem de erro), e Serra, com 39% (37% a 41%).

Polícia Federal apreende mais de
200 quilos de cocaína em Manaus


Blog - Portal Amazônia
Manaus - Mais de 211quilos de cocaína pura e duas pistolas foram apreendidas na manhã de hoje (27), em uma operação deflagrada pela Polícia Federal em Manaus. Os suspeitos teriam recebido a droga na orla fluvial da Feira da Panair. De acordo com a Polícia, a cocaína teria vindo da Colômbia e seria distribuída na capital. A droga foi encontrada no interior de uma casa, na Rua Belgrado, Conjunto Belvedere, bairro Campos Elíseos, zona Centro-Oeste, onde também havia armas.
Os acusados fugiram do flagrante após abordagem policial. Houve troca de tiros. Durante o tiroteio, os traficantes fugiram em uma caminhonete Frontier vermelha placa JXM-5819.
O Agrupamento de Rádio de Patrulhamento Aéreo, da Polícia Militar foi acionado para ajudar nas buscas e um helicóptero passou a sobrevoar a cidade. O veículo, com as características descritas, foi encontrado na garagem de uma casa, coberto de palhas de coqueiro para dificultar a identificação. Os acusados de trafico de drogas ainda não foram presos.
Em 2010, a Polícia Federal já apreendeu mais de 2 mil e 300 quilos de cocaína no Amazonas. Uma tonelada em Manaus e o restante no município de Tabatinga, na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru.









Eleições 2010
HOJE PELA TV AMAZONAS O ÚLTIMO
DEBATE PARA O GOVERNO DO ESTADO
,
Blog-TV Amazonas
Manaus – A Rede Amazonica de Televisão o último  debate entre os candidatos ao Governo do Estado, promovido pela hoje que terá como mediador o jornalista Carlos Tramontina, da TV-Globo, São Paulo.
 O debate começa às 21h30, logo após a novela Passione, e contará com a presença dos candidatos Omar Aziz (PMN), Alfredo Nascimento (PR) e Hissa Abrahão (PPS).
Na pesquisa divulgada no dia 13 de setembro, encomendada ao Ibope pela Rede Amazônica, Omar Aziz liderava a disputa com 53% das intenções de voto. Alfredo Nascimento era o segundo colocado, com 32% das menções. Hissa Abrahão aparece com 2%.
Hissa Abrahão acredita que o debate será uma oportunidade de apresentar as propostas para um grande número de pessoas. “A expectativa é positiva. Continuamos seguindo a mesma linha de propostas e será uma oportunidade de massificar nossas ideias”, afirmou.
Para o candidato Alfredo Nascimento a expectativa também é boa. “A Rede Amazônica se caracteriza por abrir espaços democráticos. É uma oportunidade de mostrar projetos e objetivos”, explicou o candidato.
Omar Aziz acredita que o grande alcance da emissora pode ser decisivo. “Acredito que este debate pode sim, ser decisivo, sobretudo para os eleitores que ainda estão indecisos, à medida que coloca frente a frente, ao vivo, candidatos e suas propostas”, explicou.
Regras
O jornalista da Rede Globo e apresentador do jornal SPTV Segunda Edição, Carlos Tramontina, será o mediador do debate no Amazonas. Quatro blocos, com duração de aproximadamente uma hora no total serão disponibilizados pela emissora para que os candidatos falem sobre suas propostas ao governo do Estado.
De acordo com a gerente de jornalismo da TV Amazonas, Ercilene Oliveira, o debate contará com dois blocos com perguntas a respeito de temas determinados. Os temas abordarão áreas como educação, saúde, transporte e outros. No último bloco, os candidatos terão um minuto para considerações finais.
Ontem foram realizados os sorteios para definir a ordem dos lugares dos candidatos e das considerações finais.







segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Políticas sociais e casos de corrupção  foram 
discutidos por candidatos no debate da Record


Do G1, em São Paulo
S.Paulo  - Os candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) participaram na noite deste domingo (26) de debate promovido pela TV Record.
O debate teve quatro blocos. No primeiro bloco, os candidatos se apresentaram e fizeram perguntas entre si. As respostas eram comentadas por outro candidato, com réplica e tréplica. No segundo bloco, jornalistas fizeram questões aos candidatos, com comentários de outro candidato e direito a réplica e tréplica.
No terceiro bloco do encontro, houve duas rodadas de perguntas entre os candidatos, também com réplica e tréplica. No último bloco, cada candidato teve dois minutos para considerações finais.
Temas e embates
O debate, que durou cerca de duas horas, abordou os seguintes temas: política externa, emprego, corrupção, exclusão social, programas ProUni (Programa Universidade para Todos) e Reuni (Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais), gestão pública, agências reguladoras, papel de Fernando Henrique Cardoso na campanha de José Serra, moradia popular, mensalão do PT e do DEM-DF, capacidade administrativa, "tática do medo" na campanha, impactos ambientais de obras do Plano de Aceleração do Crescimento, cobertura das eleições pela imprensa, educação em São Paulo, políticas antidrogas, salário mínimo, analfabetismo, ensino técnico, capitalização da Petrobras e impostos.
Logo no primeiro bloco, a crise na Casa Civil que resultou na demissão da ex-ministra Erenice Guerra opôs Plínio a Dilma. Para o candidato do PSOL, o episódio mostrou que a petista é "conivente ou incompetente". "Você tem competência para escolher ou vai escolher outras Erenices por aí?", questionou. Dilma defendeu apuração do caso e da quebra de sigilo fiscal de tucanos. "Até o momento em que for eleita, se o governo não concluir a apuração da Receita e da Casa Civil, te asseguro que irei investigá-lo até o fim", disse a petista.
O tema políticas sociais expôs divergências entre Serra e Marina. A candidata do PV o questionou sobre exclusão e disse que a gestão tucana em SP cortou recursos da área social. "As promessas que estão sendo feitas [por Serra] não encontram respaldo na realidade", afirmou. Serra disse que irá "fortalecer" o Bolsa Família, que classificou como “junção de bolsas criadas pelo governo Fernando Henrique Cardoso”. Negou corte na área social em SP e afirmou que o setor inclui outras áreas, como saúde e educação.
Serra criticou loteamento político de agências reguladoras como Anvisa (vigilância sanitária) e ANS (planos de saúde) em questionamento a Dilma. A petista disse defender a meritocracia no serviço público e rebateu citando precarização do trabalho na educação em São Paulo e o racionamento de energia de 2001/02. "Quarenta e dois por cento das professoras do estado mais rico do país tinham vínculos precários, foi feito concurso e houve reprovação muito grande. Nao acho isso eficiente", disse Dilma. O tucano disse que informações de Dilma sobre SP são "sistematicamente erradas". Afirmou que a Anvisa foi "totalmente loteada". "O tempo de aprovação de um genérico [pela Anvisa] triplicou."
Ao comentar questão proposta por jornalista sobre a capacidade de gestão de Marina, Plínio disse faltar "coragem" à candidata do PV para "enfrentar interesses poderosos". "Engoliu [durante gestão no ministério do Meio Ambiente] transgênicos, transposição do São Francisco, as florestas. Como é que vem a agora dizer que vai enfrentar poderosissímos interesses?", questionou. Marina citou números (725 presos por crimes ambientais, 1.500 empresas irregulares fechadas e 36 mil áreas de grilagem inibidas) para defender sua gestão. "Isso é uma questão de compromisso.[...] Isso eu estou perfeitamente preparada para fazer", afirmou.
Considerações finais
Marina Silva afirmou que há "pessoas no PT e no PSDB" que estão preocupadas com, respectivamente, as "alianças da Dilma" e o "promessômetro" do Serra. "Se querem uma mulher no segundo turno, vamos fazer justiça e colocar as duas no segundo turno", disse.
Plínio Sampaio pediu votos em candidatos do PSOL e para si. Prometeu desapropriar grandes fazendas, combater violência com "civilidade" e tornar saúde e educação "totalmente públicas" no país. "Não vote em mim pelo meu passado, mas pelo meu futuro", afirmou.
Dilma Rousseff afirmou representar o "projeto de transformação que mudou o Brasil de forma real e concreta". Citou números de mobilidade social no governo Lula e afirmou que o país passou a "não excluir ninguém". "Demos autoestima e orgulho para os brasileiros", disse.
José Serra afirmou que a eleição do próximo domingo decidirá "quem vai para o segundo turno". Citou sua biografia e pediu que seu eleitor tente conquistar mais um voto. "Ofereço a minha experiência e a minha vida limpa, íntegra, dedicada ao nosso